Piratininga Arquitetos Associados

Piratininga Arquitetos Associados

Piratininga Arquitetos Associados
Piratininga Arquitetos Associados
Número incorreto. Por favor, corrija o código do país (+55 para o Brasil), código da cidade ou número de telefone.
Ao clicar em 'Enviar', confirmo que li os Política de privacidade e aceitei que a minha informação será processada para responder ao meu pedido.
Nota: Poderá anular seu consentimento enviando email privacy@homify.com com efeito futuro
Enviado!
O profissional irá responder o mais breve possível.!

Apartamento Rua Pirapetinga – Piratininga Arquitetos + JPG.ARQ

O apartamento foi desenhado para um casal, em edifício de relevância histórica, por ter sido um dos primeiros a ser construído totalmente em estrutura metálica em Belo Horizonte. Portanto, o projeto parte da premissa de se revelar esta estrutura, destacando o potencial que já era inerente àquele espaço para desenvolver a ocupação do pavimento.

O desenvolvimento do projeto objetivou dar a escala correta a moradia de grandes dimensões (aproximadamente 600m²) para ocupação de duas pessoas. A proposta projetual, que reconfigura totalmente a conformação original do apartamento, organiza-se espacialmente em um eixo estruturante, que parte do escritório e estende-se até o quarto do casal. A proporção precisa é dada pelos jardins internos projetados.

Este eixo abriga a coleção de arte disposta em uma galeria e em uma sequência de estantes metálicas, cumpre a função de biblioteca, coleção de artigos pessoais e cristaleira.

A área social é ampla e fluída, tendo apenas a despensa e o lavabo fechados, em volumes de montados com painéis de aço. Já a área íntima e marcada pela construção de volumes de concreto autoportantes que definem os quartos e os banheiros.

Com a reconfiguração do espaço interno do apartamento são criadas novas condições de iluminação e ventilação naturais, permitindo a ligação visual entre as janelas das diferentes faces do edifício. As aberturas também sofreram mudanças na área intima, corrigindo a altura dos peitoris com a elevação do piso interno. Esta mudança de cota de nível permite também a passagem de instalações, uma vez que os sanitários foram reposicionados em comparação com a planta original.

As demais instalações são aparentes e possuem seu desenho disciplinado, revelando a lógica de funcionamento da moradia.

A escolha dos materiais utilizando essencialmente concreto e aço alinha-se com a linguagem do próprio edifício, e permite destaque para a ampla coleção de arte do casal.

Dimensões totais
600 m² (Área)
Local
Belo Horizonte

Admin-Area