1:1 arquitetura:design

1:1 arquitetura:design

1:1 arquitetura:design
1:1 arquitetura:design
Número incorreto. Por favor, corrija o código do país (+55 para o Brasil), código da cidade ou número de telefone.
Ao clicar em 'Enviar', confirmo que li os Política de privacidade e aceitei que a minha informação será processada para responder ao meu pedido.
Nota: Poderá anular seu consentimento enviando email privacy@homify.com com efeito futuro
Enviado!
O profissional irá responder o mais breve possível.!

CONIF Brasilia

Projeto: CONIF – Conselho Nacional

das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica

1:1 arquitetura:design

O projeto de reforma do CONIF – Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica – foi idealizado para ocupar, agora com mais força e magnitude, um dos grandes espaços internos do Edifício Oscar Niemeyer. Situado no coração de Brasília e assinado pelo próprio arquiteto em 1973, o edifício foi erguido de maneira simples e sóbria com placas de concreto pré-fabricadas e soluções de vãos reduzidos. Ao mesmo tempo, a arquitetura moderna é facilmente identificada através da fachada de vidro e da flexibilidade das divisões removíveis.

A intenção do escritório 1:1 arquitetura:design foi trazer pela primeira vez à sede de um conselho político institucional, um projeto rico em design. A maioria das instituições políticas não tem um vínculo com configurações modernas, por isso foi um desafio para o escritório poder fazer uma reforma conceitual para uma entidade dessa natureza. O projeto também é um tributo ao design brasileiro, onde as peças foram escolhidas com muito cuidado, mesclando materiais rústicos e contemporâneos.

Identidade, desafios e soluções

As estruturas do CONIF deveriam ser funcionais para tal obra, visando à distribuição acessível e inclusiva de todas as salas de trabalho e os espaços de debate, além do auditório e da sala de vídeoconferência. O uso de materiais certificados e o aproveitamento da luz natural também foram premissas importantes, além do orçamento que precisou ser adaptado a todas as ideias e anseios. O projeto precisou ser enquadrado dentro das normas de licitação pública padrão para sua posterior execução.

A linguagem brutalista, alcançada no projeto de interiores com o uso abundante de cimento queimado, concreto ripado e aço corten, foi aplicada com o intuito de relacionar a obra ao edifício que a abriga. Outro desafio superado foi a reinvenção da identidade corporativa do Conselho, onde os arquitetos buscaram referências da arquitetura brasiliense para aplicação na obra da Instituição. O design nacional é representado nos materiais expressivos e nas linhas simples que Brasília traz para o mundo, destacado também com peças de artistas como Sergio Rodrigues, Paulo Alves, Jader Almeida, Fernando Mendes, entre outros.

  • CONIF Brasilia: Centros de congressos  por 1:1 arquitetura:design

    CONIF Brasilia

  • CONIF Brasilia: Centros de congressos  por 1:1 arquitetura:design

    CONIF Brasilia

  • CONIF Brasilia: Centros de congressos  por 1:1 arquitetura:design

    CONIF Brasilia

  • CONIF Brasilia: Centros de congressos  por 1:1 arquitetura:design

    CONIF Brasilia

  • CONIF Brasilia: Centros de congressos  por 1:1 arquitetura:design

    CONIF Brasilia

  • CONIF Brasilia: Centros de congressos  por 1:1 arquitetura:design

    CONIF Brasilia

  • CONIF Brasilia: Centros de congressos  por 1:1 arquitetura:design

    CONIF Brasilia

  • CONIF Brasilia: Centros de congressos  por 1:1 arquitetura:design

    CONIF Brasilia

  • CONIF Brasilia: Centros de congressos  por 1:1 arquitetura:design

    CONIF Brasilia

  • CONIF Brasilia: Centros de congressos  por 1:1 arquitetura:design

    CONIF Brasilia

Admin-Area