Marceneiros - Belem: Encontre os melhores profissionais | homify

5 Marceneiros em Belém

Cidade

Marceneiros em Belém

A cidade histórica de Belém, capital do Pará, está localizada ao extremo nordeste da Amazônia, fato, esse, que a torna a cidade mais chuvosa do Brasil. Para o serviço dos marceneiros em Belém esse é um ponto que exige atenção, porque trabalho com madeira e tempo úmido não costumam combinar.

Por isso que, se você chegou até aqui em busca de marceneiros em Belém, aproveite para conhecer mais sobre essa profissão. Assim será capaz de contratar um profissional que atua há bons anos na cidade e conhece muito bem as condições do clima local para prestar um serviço de alta qualidade.

Para quais serviços posso contratar marceneiros em Belém?

Os marceneiros trabalham com madeira. Mas diferente dos carpinteiros, que utilizam a madeira bruta e maciça para serviços mais pesados, fazendo estruturas no canteiro de obras, o marceneiro lida com a madeira de forma mais artesanal, criando móveis e outros objetos com detalhes e um cuidado minucioso nos acabamentos.

Então, você pode contratar marceneiros em Belém para executar o projeto de móveis sob medida da sua casa ou empresa, elaborado pelo seu arquiteto de interiores, ou mesmo móveis que não tenham projeto, além de outros detalhes que envolvam a madeira, como tampos de balcões, revestimentos decorativos nas paredes e afins. 

Como Belém é uma cidade histórica, fundada em 1616, há diversas construções antigas e, claro, móveis ainda mais antigos, trazidos pelas famílias portuguesas desde o Período Colonial.

Sendo assim, existe um nicho no mercado da marcenaria chamado de marchetaria, que é o trabalho de construção e restauração de peças de madeira antigas, daquelas entalhadas à mão e com ornamentos em pedras preciosas, fios de ouro e outros materiais nobres.

Essas peças necessitam de cuidados especiais ao serem restauradas, então se for o caso, já sabe que deve procurar por marceneiros em Belém especializados nessa atividade.

Como os marceneiros em Belém cobram pelo serviço?

Você pode contratar os profissionais de uma marcenaria em Belém para fazer um projeto dos móveis ou pode levar um projeto pronto para que eles executem e instalem depois de pronto. O preço do projeto vai variar de acordo com o tamanho e a complexidade do serviço que o designer vai ter. Geralmente é cobrado por hora trabalhada e alguns profissionais cobram por metro quadrado.

Quanto à execução do projeto, os preços também variam, pois cada marceneiro pode decidir por conta própria como cobrar, mantendo apenas o cuidado de estar dentro da média de preços praticada no mercado de Belém para ser competitivo e justo.

O preço para a execução de móveis vai considerar fatores como o planejamento do corte das peças, o custo de toda a produção e a qualidade dos materiais escolhidos, que podem ser nobres ou simples. Também considera-se o tamanho e a complexidade, da mesma forma que é feito para a elaboração do projeto.

Sendo assim, a forma mais segura de você saber quanto vai custar o seu projeto de móveis sob medida é visitando os perfis dos marceneiros em Belém aqui na homify para selecionar seus preferidos e solicitar orçamentos. Peça mais de três orçamentos e explique com detalhes o que deseja do serviço para ter várias propostas a analisar.

Dicas para contratar o melhor marceneiro em Belém

Seria ótimo se fosse possível confiar de olhos fechados em todos os serviço que você contrata, mas infelizmente não é assim que funciona em todas as vezes. Portanto, não custa saber no que deve prestar atenção antes de contratar marceneiros em Belém. Aprenda a observar os móveis para não ser enganado.

  1. Tipos de madeira para móveis: o marceneiro vai oferecer a você alguns tipos de madeira para escolher com qual seus móveis serão confeccionados. Quanto mais nobre a madeira, mais caro vai ficar, mas também vai garantir um móvel mais durável e resistente. A madeira mais cara que você vai encontrar é a maciça, certifique-se de que seja madeira legalizada pelo IBAMA. Tem também os compensados, depois o MDF e, mais barato um pouco, tem o MDP.
  2. Observe os detalhes: depois de solicitar orçamentos, selecione seus favoritos e agende uma visita à marcenaria para ver modelos de móveis já fabricados. Olhe tudo de perto, abra as portas e as gavetas, observando se os acabamentos são bons e se o encaixe está perfeito em todas as peças.
  3. Atente-se às ferragens: as ferragens são os trilhos e dobradiças que podem ser caros ou baratos, assim como a madeira. Mas precisa observar a qualidade dos materiais, pois é bastante incômodo quando, depois de alguns meses de uso, as ferragens começam a oxidar ou afrouxar, dificultando para abrir ou fechar portas e gavetas. Prefira as corrediças telescópicas e teste os pistões usados para fechar as portas sem bater.
  4. Verifique os acabamentos: para perceber se uma madeira foi bem acabada, passe a mão na superfície, que deve estar lisinha. As bordas devem estar sem nenhuma lasca, não deve haver manchas, nem mesmo de poeira, muito menos arranhões e amassados.
  5. Atenção ao uso de pregos e cola: se o marceneiro disser que vai construir as peças usando pregos e cola nos cantos e nas extremidades é um mau sinal. Dê preferência para o uso de caixilhos de madeira que suportam mais peso e deixam o acabamento mais bonito. Móveis grampeados também não funcionam, prefira o uso de parafusos ou cavilhas. Se for utilizada cola, ela nunca deverá ficar aparente.
  6. Verifique o estofado: se mandar fazer móveis estofados, como poltronas, cadeiras e cabeceiras, pegue o estofado na mão para sentir e observar sua estrutura. O ideal é que a peça estofada seja um bloco de espuma revestido por algodão ou uma capa protetora interna, depois o tecido que vai ficar aparente. Quando apertar os braços e costas das cadeiras estofadas, não deverá sentir o encosto, somente a espuma. Esse é um sinal de que o marceneiro se preocupa com o conforto, o bom acabamento e o capricho em cada detalhe do seu trabalho.

Com essas dicas vai ser mais fácil fazer a escolha certa entre os marceneiros em Belém. Agora pode iniciar sua visita aos perfis de profissionais no topo da página para conhecer melhor o serviço que cada um oferece e entrar em contato. Boa pesquisa!