2 Designers de interiores e decoradores em Fortaleza

Cidade

Designers de interiores e decoradores em Fortaleza

Fortaleza é a cidade brasileira com maior densidade demográfica, com média de 8 habitantes por quilômetro quadrado. Mesmo assim, em 2016, foi a segunda cidade com PIB mais alto do Nordeste e a décima do Brasil. Uma das mais antigas cidades do país, Fortaleza tem muita riqueza arquitetônica e características bem definidas para quem deseja decorar uma casa em harmonia com o visual da cidade.

São muitas as culturas que conformam Fortaleza, percebidas ao observar o estilo de vida do povo e as características da arquitetura e design de interiores. A cultura dos índios é a mais enraizada, por ser a mais antiga, mas a cultura europeia da Holanda, da Espanha e de Portugal também é muito presente nas construções. Não se pode esquecer das influências africanas que, em conjunto com as demais, oferece uma riqueza de opções para uma decoração conceitual e magnífica.

Mas mesmo conhecendo a cultura que forma Fortaleza e querendo trazer um pouco dessa história para dentro do lar, na hora de criar os ambientes é com designers de interiores e decoradores em Fortaleza que deve contar. Esses profissionais são aptos a transformar ambientes, considerando as exigências técnicas, às necessidades do cliente e, claro, colocando o seu toque criativo de profissional.

Qual é a diferença entre designer de interiores e decorador?

Essa é uma dúvida recorrente e muito simples de esclarecer. Há algumas décadas, não havia curso de formação superior para decoradores. Esses profissionais faziam cursos de curta duração e atuavam apenas na decoração, escolhendo os móveis, objetos decorativos, melhorando o ambiente que já existia.

Na década de 1960 foi fundada a Escola Superior de Desenho Industrial, no Rio de Janeiro, dando início à profissionalização do decorador, transformando-o em designer de interiores. Agora o profissional torna-se apto a criar projetos de interiores com base em normas técnicas, planejando como será a acústica, a temperatura, a iluminação e a ergonomia dos ambientes. As alterações são mais aprofundadas, como troca de revestimentos de pisos e paredes, sugestão de alterações elétricas e de aberturas e fechamentos de paredes.

Além da graduação em Design de Interiores, tem também os arquitetos que se especializam em design de interiores para oferecer um serviço mais completo aos seus clientes. O nome decorador ainda é usado dentro da profissão, pois decorar faz parte do serviço que um designer de interiores oferece.

Vale a pena contratar um designer de interiores?

Muitas pessoas querem fazer o design de interiores por conta própria. Porém, se a necessidade for de uma reestruturação completa do ambiente, precisa ter experiência e conhecimento no assunto para garantir um bom resultado.

O designer de interiores vai se reunir com o cliente, conhecer suas necessidades, seus gostos e conhecer o ambiente, seja uma sala, cozinha, quarto ou banheiro. A partir desse primeiro encontro ele vai esboçar ideias em desenhos para que o cliente entenda a proposta.

Aprovando a proposta, o profissional vai projetar todas as alterações sugeridas, em detalhes técnicos, visando garantir o melhor aproveitamento do espaço, com conforto, funcionalidade e refletindo o estilo de vida do morador.

Então sim, com certeza vale a pena contratar um designer de interiores para projetar os espaços da sua casa pensando em tudo. O estilo de decoração, as cores das paredes, modelos de móveis, distribuição da iluminação, combinação entre materiais, separação ou integração de ambientes.

Além do mais, por conhecer todas as lojas de decoração, o profissional vai ajudar a escolher os melhores materiais e encontrar peças conceituais pelos melhores preços.

Depois de tudo pronto, vai perceber o quanto um ambiente bem planejado contribui para rotina doméstica e o bem-estar de todos em casa.

Como escolher o designer de interiores ideal?

Cada profissional tem um jeito de trabalhar e um gosto especial por determinados estilos de decoração. Quando for fazer uma pesquisa por profissionais, procure observar fotos de projetos prontos feitos por cada um. Leia também informações sobre a experiência do profissional e os serviços que ele oferece.

Observar esses detalhes ajuda muito na seleção de profissionais, aproximando-o daqueles que mais tem a ver com o estilo que você quer imprimir no seu ambiente.

Solicite orçamentos, analise-os com cuidado e não decida apenas pelo menor preço. Pense na experiência do profissional e o que inclui a proposta. Quanto mais detalhes forem informados, melhor.

Aqui na homify você encontra todas essas informações quando pesquisa por designers de interiores e decoradores em Fortaleza, no topo da página.

Como é cobrado o serviço do designer de interiores em Fortaleza?

Para determinar o preço do serviço, o designer de interiores vai precisar saber o que o cliente deseja fazer, qual é o orçamento disponível e quais são as medidas do ambiente em questão. As formas mais comuns de cobrança são por metro quadrado e por hora trabalhada.

Existe uma tabela elaborada pela Associação Brasileira de Designers de Interiores que determina qual pode ser o valor mínimo cobrado como honorário, tendo por base o valor do metro quadrado de cada estado.

No caso do Ceará, para ambientes entre 10 e 59 metros quadrados, o preço mínimo é de R$70 por metro quadrado. Para ambientes acima de 100 metros quadrados a base é de R$37 por metro. Esses valores ajudam a ter uma média de valor apenas se o designer cobrar dessa forma.

Ele também pode cobrar por consulta e por porcentagem sobre o custo total da obra, incluindo os materiais. Nesse caso, ele assume o acompanhamento da execução de todo o projeto, até a entrega.

Se preferir, o cliente pode solicitar uma consultoria online que muitos designers de interiores, autônomos ou empresas, estão oferecendo atualmente. É uma forma de tornar esse tipo de serviço mais acessível e prático, desconstruindo a imagem de que design de interiores é um luxo para poucos.

Nessa consultoria online o cliente passa ao designer as especificações do ambiente a ser trabalhado, com as medidas e fotos de ângulos estratégicos. Fala também sobre o que pretende que seja feito. Esse serviço também pode ser cobrado por hora trabalhada em cima do projeto com base no preço do metro quadrado.

Então, à distância, o designer vai elaborar o projeto e, quando estiver aprovado, vai enviar para o cliente. Nesse serviço não há visita técnica do profissional no local, nem acompanhamento da obra. Mas as propostas que ele sugere são fáceis de aplicar para que o cliente possa executar por conta própria, contratando a mão de obra e comprando os materiais necessários.