Designers de cozinhas - Porto Alegre: Encontre os melhores profissionais | homify

0 Designers de cozinhas em Porto Alegre

Cidade
A sua pesquisa não obteve resultados. Seja o primeiro a carregar fotos nesta categoria.

Designers de Cozinha em Porto Alegre

Nos últimos anos, a gastronomia passou a ser interesse de um número cada vez maior de pessoas. Isso acontece devido à crescente onda de programas de culinária e reality shows sobre o tema, ao surgimento de muitos livros sobre comida, aos vídeos rápidos de mídias sociais e também à grande divulgação sobre a importância da comida para nossa saúde e nossa vida.

Todos esses motivos, levaram mais pessoas a dedicar seu tempo à cozinha, por isso que ela passou a ser um ambiente ainda mais importante e integrado com o restante da casa. Como se passa bastante tempo na cozinha, a maioria das pessoas pensa em priorizar esse espaço quando quer melhorar o espaço onde vive, mesmo com o orçamento curto. Esse lugar tão especial acolhe memórias, receitas de família e ótimas conversas com amigos, então merece mesmo atenção especial.

Se você mora em Porto Alegre e está pensando em melhorar sua cozinha, entenda por que é importante contratar um designer de cozinha, como encontrar um profissional e fazer orçamentos, o que é um projeto de design de cozinha e também conheça alguma dicas e medidas padrão que o designer de cozinha utilizará na hora de fazer o seu projeto.

Por que contratar um designer de cozinha?

O designer de cozinha possui conhecimentos sobre estética e funcionalidade que tornarão seu ambiente muito mais bonito e prático. Além disso, ele conhece os materiais disponíveis em Porto Alegre e seus respectivos preços, dessa maneira, poderá indicar o que é melhor para o seu estilo de vida e que se encaixa no seu orçamento. 

Com certeza você já ouviu aquela história de alguém que queria muito um fogão e geladeira super caros, comprou e depois não conseguiu fazer o restante da cozinha sob medida por falta de planejamento. Isso não aconteceria se houvesse o acompanhamento de um profissional que sabe exatamente qual o orçamento disponível. 

Se você possui uma cozinha integrada, é aconselhável que o mesmo designer faça o projeto da sala de jantar e de estar, para todos terem a mesma linguagem ou conversarem entre si.

O que faz um designer de cozinha

O designer de cozinha geralmente é um designer de interiores que se especializou em projetar cozinhas. Algumas vezes, profissionais de outras área do design, como designers de produto, também se especializam e passam a exercer a profissão. É muito comum também que arquitetos de interiores façam esse trabalho.

Independente da formação inicial, um designer de cozinha utiliza os conhecimentos mencionados acima (funcionalidade e estética) para projetar uma cozinha prática – que facilite o momento o cozinhar – e bonita, respeitando sempre o gosto e o estilo de vida de cada cliente.

Quais as fases de um projeto de cozinha

Cada profissional tem uma maneira de trabalhar e define como o projeto será desenvolvido, mas existem algumas etapas que acontecem em grande parte dos projetos:

  1. Briefing: a tradução em si já explica a etapa: briefing significa instruções. Nessa fase inicial, o cliente conta tudo o que gostaria de ter em sua cozinha, além de dizer quanto é o seu orçamento disponível. É essencial que você diga exatamente tudo o que quer no espaço, mesmo as coisas que parecem mais insignificantes, por exemplo: gostaria de ter um lugar para pendurar o pano de louça enquanto eu cozinho. Dessa maneira, o designer de cozinhas irá pensar em soluções que irão aumentar o seu nível de satisfação com o projeto.
  2. Medição: nessa etapa acontece o levantamento fotográfico da cozinha e também a medição do espaço. Tudo que existe no ambiente será medido: tomadas, pontos de água e de esgoto, móveis e eletrodomésticos existentes que serão mantidos no projeto, portas e janelas, pé direito do espaço, etc.
  3. Layout: é a solução inicial que será dado ao projeto. Nessa etapa será possível entender onde ficarão os eletrodomésticos, os móveis e os espaços de bancada. Ela é bem importante para entender quais são os espaços de circulação e se eles são adequados às funções da sua cozinha. Ex: uma pessoa cozinhando habitualmente sozinha precisa de menos espaço que três pessoas que cozinham sempre juntos.
  4. Anteprojeto ou projeto 3D: é o momento mais esperado por todos os clientes (antes de ver o projeto executado, é claro). A maquete eletrônica ou perspectiva 3D é quando você irá ver como ficará exatamente sua cozinha, a composição de cores e textura e, os eletros nos seus devidos lugares.
  5. Projeto executivo: com a aprovação do anteprojeto, o designer de cozinha parte para o projeto executivo, que é uma etapa técnica onde serão descritos, dimensionados e quantificados todos os materiais.
  6. Orçamentos e acompanhamento de obra: a maioria dos profissionais presta esse serviço, mas não todos. Se você é uma daquelas pessoas que detesta obra, é aconselhável que faça a contratação dele. Nessa etapa, o designer de cozinha vai orçar todos os itens do projetos, contatar e agendar todos os fornecedores para execução da obra, além de acompanhar a obra através de visitas técnicas.

Dicas e medidas padrão para um projeto de design de cozinha

Como já comentamos, tudo o que houver no projeto será definido pelo profissional e pelo cliente, entretanto existem algumas medidas e dicas que podem te ajudar nesse processo. Listamos algumas informações abaixo:

  • Bancada da cozinha: é comum que a bancada de trabalho (onde ficam a pia e o fogão) seja feita com 60cm de profundidade. Em situações específicas, nas quais a cozinha é muito pequena, ela pode ser feita com 55cm. O comprimento mínimo de uma bancada de cozinha é de 120cm, para caber a pia, o fogão e um pequeno espaço para o escorredor de louças.
  • Pontos de água na cozinha: normalmente a torneira utilizada em cozinha é aquela que sai da bancada da pia, então a altura do ponto deve estar entre 50 e 60 cm do piso. Se você quer filtro de água, recomenda-se deixar o ponto a 150 cm do piso. Já para a máquina de lavar louças, o ideal é de 80 a 85 cm (se a máquina ficar debaixo da bancada). Para geladeiras com filtro de água acoplado, é necessário uma saída de água de 120 cm a 150 cm de altura. Importante: tenha um registro de água exclusivo para o cozinha.
  • Pontos de esgoto: tanto o ponto da pia quanto o da máquina de lavar louças têm que estar entre 50 e 60 cm de altura.

Como encontrar em designer de cozinhas em Porto Alegre

A melhor maneira de escolher um designer de cozinhas em Porto Alegre é conhecer o trabalho de profissionais e entender que tipo de estilo eles utilizam: rústico, moderno, minimalista, clássico, etc. Depois disso, basta escolher um tenha o estilo que mais combina com você.

Esses profissionais podem trabalhar em grandes escritórios de arquitetura e design ou ser autônomos. Muitos deles também trabalham ou prestam serviço para grandes marcenarias ou lojas especializadas em cozinhas sob medida.

Na homify é possível conhecer vários profissionais e ainda solicitar orçamentos gratuitos de projeto, dessa maneira você pode ter vários orçamentos, fazer um comparativo entre eles e escolher aquele que mais se encaixa nas suas exigências.