Designers de cozinhas - Londrina: Encontre os melhores profissionais | homify

0 Designers de cozinhas

Cidade
A sua pesquisa não obteve resultados. Seja o primeiro a carregar fotos nesta categoria.

Projetos de cozinha em Londrina

Com uma população estimada em 563.943 habitantes (IBGE 2018), Londrina é a segunda maior cidade do estado do Paraná e um importante centro urbano, econômico e cultural do norte do estado. Seu nome é uma homenagem à Londres, cujo foi comparado à névoa local por ingleses que a colonizaram no começo dos anos 1930. A imigração, aliás, é parte relevante do seu crescimento econômico e da sua formação étnica e cultural, com a presença de italianos (dos quais mais de um terço da população local descende), japoneses (cuja comunidade é composta por cerca de 25 mil nacionais e descendentes, a segunda maior do Brasil), portugueses, alemães, espanhóis, árabes, judeus, britânicos, chineses, argentinos, holandeses, poloneses, ucranianos, tchecos e húngaros.

Cidade planejada desde as origens, Londrina dá grande enfoque ao meio ambiente, contando com 7.711.227,31 m² de área verde, quase o dobro do recomendado pela Organização das Nações Unidas (ONU) e mais de 240 praças públicas. Já o seu clima, subtropical úmido, apresenta a ocorrência de chuvas o ano todo, com temperaturas que podem chegar a menos de 0 °C no inverno e também atingir eventualmente mais de 39 °C no verão. Como se pode deduzir, a construção ou reforma de imóveis em Londrina deve levar em consideração a possibilidade de problemas com umidade ou com calor ou frio excessivos. No caso particular da cozinha, a busca de soluções adequadas para esses problemas, assim como outros como infiltrações e impermeabilização, pode ser bem-sucedida com a contratação de um designer de cozinhas.

 

Designer de cozinhas: quem é e o que faz

O designer de interiores que se especializa em cozinhas é chamado, justamente, de designer de cozinhas. A complexidade desse ambiente, cuja perfeita funcionalidade envolve a instalação tanto de sistemas elétricos quanto hidráulicos, exige tratamento especial durante a construção ou reforma de um imóvel. O projeto de uma cozinha envolve ainda questões relacionadas à circulação, à otimização do espaço, à iluminação (não apenas estética, como também funcional), à exaustão de ar e à escolha de revestimentos e pisos que garantam a impermeabilização do espaço e a segurança na circulação, entre outras..

Esse profissional tem como atribuição principal tornar o ambiente da cozinha ao mesmo tempo bonito e funcional. Nesse sentido, ele está encarregado de organizar e planejar a cozinha, criar uma circulação orgânica, definir setores para as várias áreas de trabalho, projetar e/ou encomendar marcenaria planejada e providenciar um plano de iluminação que promova o conforto visual para as diversas atividades realizadas nesse espaço.

O ponto de partida do designer de cozinhas é o levantamento das necessidades e desejos do cliente, que servirão para orientá-lo na definição do estilo do ambiente, assim como na composição de cores e na escolha de revestimentos para paredes e piso, entre outros passos importantes. Ele ainda deverá supervisionar a montagem da cozinha para que os equipamentos escolhidos sejam instalados na posição estabelecida no projeto.

Para realizar plenamente todas essas tarefas e muitas outras referentes ao ambiente da cozinha, o designer de cozinhas é a melhor escolha: as chances de resultados satisfatórios aumentam com a sua contratação, uma vez que ele detém conhecimentos específicos adquiridos tanto em cursos especializados quanto na experiência prática.

 

Cozinha planejada em Londrina: características

Planejar uma cozinha é o melhor caminho para contar com um ambiente funcionalmente eficiente e, ao mesmo tempo, transformar um espaço banal e comum em outro original e estimulante. O planejamento realizado por um designer de cozinhas vai garantir que todas as escolhas culminarão em um ambiente onde a beleza e a funcionalidade estejam perfeitamente integradas, apresentando ainda uma personalidade única e exclusiva.

A circulação, por exemplo, sempre pode ser melhorada, mesmo em cozinhas pequenas, que são, aliás, as que mais precisam de soluções desse tipo. Da mesma forma, a atenção especializada à instalação adequada de pontos elétricos e pontos hidráulicos é fundamental para a definição dos layouts dos armários. Outras decisões importantes se referem ao revestimento de bancadas de trabalho, que podem por exemplo usar granito ou mármore, entre outros materiais; ou às cores mais adequadas à composição do ambiente.  

Quando o assunto é design de cozinha, um dos elementos mais marcantes são as torneiras, que podem ser encontradas em diversos estilos, materiais e acabamentos. Também a iluminação vai ter papel estético, mas sempre levando em conta o conforto visual para as diversas atividades do ambiente. Já os eletrodomésticos em uma cozinha planejada costumam criar uma unidade visual, a qual é obtida pela escolha de produtos da mesma marca. Aqueles em aço inoxidável são modernos, elegantes e sofisticados e ficam perfeitos, por exemplo, embutidos em uma parede, como é o caso da torre de fornos.

 

Design de cozinhas: tendências

Nos últimos anos, a cozinha vem assumindo o papel de rainha da casa, onde se afirma cada vez mais como área social. A sua integração às salas de estar e de jantar pode ser tamanha que ela chega a desaparecer ou, então, ela pode ser a protagonista do espaço social, configurando-se uma “cozinha de estar”. Portanto, a cozinha pode vir a receber acabamentos tecnológicos, design funcional e mobiliário de vanguarda, ao mesmo tempo que os eletrodomésticos se tornam mais discretos.

A integração da cozinha à área social tem sido obtida com a presença de bancadas com cooktops, que podem ter ou não área de refeições e banquetas. Já os armários têm se tornado cada vez mais discretos e sofisticados, podendo até mesmo passar despercebidos. Plantas decorativas na cozinha também estão em alta.

Outra proposta de cozinha que tem feito sucesso nos últimos tempos é a cozinha gourmet, que são instaladas tanto em casas, em áreas de lazer em espaços abertos, quanto em apartamentos, ocupando as varandas. Tanto uma quanto a outra possibilidade tem espaço em Londrina, onde as temperaturas oscilam ao longo do ano entre baixas e altas, as primeiras favorecendo as varandas gourmet (espaços fechados) e as últimas, os espaços gourmet (áreas abertas).

 

Como e quanto custa contratar um designer de cozinhas em Londrina

É importante lembrar, em Londrina ou qualquer outra cidade brasileira, que os valores dos serviços cobrados pelo designer de cozinha costumam ser os mesmos dos demais designers de interiores, embora a especialização e a reputação como especialista possam elevar esses valores. Geralmente, eles equivalem a 10% a 15% do valor total gasto na obra. Pode-se cobrar também por metro quadrado, o que pode variar de um estado para outro. 

Como importante centro urbano do estado do Paraná, Londrina tem um bom mercado para a atuação de designers de interiores, inclusive os designers de cozinha. Uma maneira de conseguir recomendações de profissionais é recorrer a familiares, amigos e conhecidos que estão ou estiveram envolvidos em construção ou reforma de imóveis próprios. Mas a busca pode começar agora mesmo no diretório da homify, que tem filtro por profissional e por cidade. Outra possibilidade é procurar profissionais no site da Associação Brasileira de Designers de Interiores (ABD), embora não apresente a opção designer de cozinha.