Colocador de piso - Sao Paulo: Encontre os melhores profissionais | homify

2 Colocador de piso em São Paulo

Cidade

Colocador de piso em São Paulo

São Paulo tem a fama de ser a terra da garoa, por ter um clima maioritariamente úmido.  Para muitas pessoas essa umidade remete a mais trabalho para limpeza de casa e menos conforto também, despertando a vontade de passar o dia em ambientes confortáveis e secos.

Para isso, um dos pontos principais a pensar na hora de construir, reformar ou remodelar a casa é o tipo de piso que vai instalar. Na cidade mais populosa do continente americano, o que não falta é oferta de tipos de piso para todos os gostos e bolsos, além de bons profissionais para essa função, que são os colocadores de piso em São Paulo.  

A importância de contratar um especialista em pisos

Quando uma casa está sendo construída ou reformada, uma das partes fundamentais e essenciais é a escolha do piso. É necessário determinar qual piso será instalado de acordo com o uso de cada cômodo, por exemplo, no banheiro o ideal é usar piso frio, antiderrapante e impermeável porque é uma área molhada.

Outro ponto a lembrar é a escolha de um material e uma cor que harmonizem com o design de interiores de modo geral, considerando as cores das paredes e o estilo de decoração. Não menos importante, escolher o colocador de piso, ou seja, o profissional que vai instalar o piso, é o que vai garantir um resultado bonito e satisfatório.

Esse profissional sabe lidar com todos os tipos de pisos, conhece as necessidades de preparação para cada tipo de pavimento, os materiais necessários para a instalação e todo o cuidado que deve ter para que fique perfeito. Colocar piso não é uma tarefa que se pode fazer sem conhecimento técnico. Do contrário, poderá acabar com pisos rachados, estufados, explosões de piso, pisos soltos e outros problemas indesejados.

Como escolher um bom colocador de piso em São Paulo?

A cidade de São Paulo tem uma imensa oferta e procura por serviços de mão de obra, como pedreiros, carpinteiros, eletricistas, encanadores, pintores e colocadores de piso. Portanto, não faltam opções na hora de pesquisar. Mas ter opções não é garantia de qualidade, pois nem todos os colocadores de piso em São Paulo possuem boa experiência no ramo, curso técnico, especialização em determinado tipo de piso ou mesmo oferecem um serviço realmente profissional.

Sendo assim, é necessário saber o que observar antes de fazer a contratação. Se você for pedir uma recomendação de colocador de piso aos seus amigos e conhecidos as chances de chegar a um bom profissional são grandes. A recomendação de um cliente satisfeito é a melhor propaganda que um colocador de piso pode ter.

Mas caso não tenha recomendações, o melhor a fazer é começar a pesquisar pelos perfis profissionais aqui no topo da página da homify, onde estão listados os instaladores de piso em São Paulo, tanto empresas quanto profissionais autônomos.

Esses perfis facilitam muito a pesquisa, além de torná-la mais assertiva. É possível conhecer melhor o trabalho do profissional, os tipos de serviços de instalação de piso que oferece, áreas que atende e ver fotos de serviços entregues. Assim fica bem mais fácil selecionar os preferidos para entrar em contato e pedir orçamento.

Melhores tipos de piso para residência

A escolha do tipo de piso para colocar em uma residência depende de uma série de fatores, mas a verdade é que há uma imensidão de modelos, cores e estampas para escolher. Também de matérias-primas, já que é possível ter piso de mármore, granito, pedras rústicas, cimento, azulejo, porcelanato, ladrilho hidráulico, laminado, vinílico e tantos outros.

Cada tipo de piso é recomendado pensando na funcionalidade, segurança e conforto térmico de um ambiente, antes mesmo de se pensar no aspecto estético. De nada adianta colocar um lindo piso de madeira sem o devido tratamento no banheiro que é uma área molhada e suscetível ao aparecimento de fungos e mofo. Veja as recomendações para conversar com o designer de interiores e colocador de piso, garantindo a escolha ideal:

  • Azulejo: o azulejo é o tipo de piso cerâmico mais procurado para pisos e paredes por conta da sua variedade de modelos e o custo benefício. Pode ser usado na casa toda, mas por ser um piso frio e menos confortável, é recomendado para áreas molhadas, como cozinha, banheiro e área de serviço.
  • Porcelanato: o porcelanato também é um piso cerâmico e frio, mas oferece maior resistência à umidade e ao peso do que o azulejo, por isso tem mais valor agregado. É uma opção considerada mais refinada e com acabamento mais bonito, recomendado para qualquer cômodo da casa, mesmo sala e quarto, porém é frio, sendo ideal colocar tapetes.
  • Pedras: as pedras naturais mais utilizadas para pisos são o mármore e o granito, encontrados em diversos modelos e cores. Essas pedras são altamente resistentes, além de representarem a sofisticação, principalmente quando usadas em pisos. Junto com essa sofisticação está o valor agregado, bem mais alto do que as cerâmicas. Para usar em áreas molhadas deve escolher uma opção antiderrapante.
  • Cimento queimado: o cimento queimado é um efeito que está no topo das tendências de arquitetura e interiores. Ele é usado em tetos, paredes e pisos para oferecer um visual bem moderno, no estilo industrial. Quando usado no piso e em áreas molhadas precisa receber um acabamento que o torna impermeável, já que somente o cimento sem tratamento não é tão bonito e vai absorver toda a umidade do ambiente.
  • Madeira: as tábuas de madeira, tacos e parquet são feitas de madeira mesmo, em toda a sua estrutura. A madeira ainda é muito utilizada na construção de casas e há quem prefira o piso nesse material, pois traz mais acolhimento. O colocador de piso deve ser especializado em madeira, pois a instalação é cheia de detalhes e o material necessita de tratamento especial, principalmente se quiser usar em áreas molhadas. Lembre-se, ainda, de garantir que a madeira escolhida é certificada pelo IBAMA.
  • Laminado: o piso laminado recebe uma lâmina fina na parte superior, mas é diferente dos pisos totalmente de madeira. Sua instalação também é muito mais prática e rápida, o que o torna mais barato do que as tábuas. Ele é feito com quatro camadas, uma delas de celulose ou resina, evitando ruídos e umidade.
  • Vinílico: o vinílico também é uma opção bem mais prática de piso, assim como o laminado. Para quem mora em apartamento é melhor do que o laminado, pois oferece mais proteção contra os ruídos. Pode ser usado em áreas secas e molhadas.
  • Agora, converse com seu arquiteto ou designer de interiores para decidir a melhor escolha de pisos para sua residência e então poder contratar um colocador de piso em São Paulo que seja especializado no serviço que precisa.  
Buscar imagens relacionadas