0 Carpinteiros em Curitiba

Cidade
A sua pesquisa não obteve resultados. Seja o primeiro a carregar fotos nesta categoria.

Carpinteiros em Curitiba

Com quase dois milhões de habitantes, Curitiba é conhecida por sua qualidade de vida, tanto em termos sociais, econômicos, culturais e ambientais. A capital paranaense apresenta um perfil socioeconômico em que se destacam as classes média e alta como consumidoras de tudo que diz respeito ao bem-estar, o que inclui uma habitação confortável, funcional e esteticamente agradável. Isso quer dizer que muitos curitibanos têm como projeto a compra, construção e reforma de imóveis para moradia, sejam eles casas ou apartamentos.

O setor de construção civil em Curitiba e em todo o Paraná tem enfrentado uma recessão desde 2014, mas as expectativas para 2019 é que haja um grande aquecimento nesse setor. No momento, a boa notícia para quem quer construir ou reformar em Curitiba é que as empreiteiras estão voltando a contratar os melhores profissionais do mercado para suas equipes de trabalho, entre os quais os carpinteiros, que são os responsáveis pelo madeiramento de qualquer obra em construção ou reforma.

Uma das profissões mais antigas do mundo, a carpintaria sempre envolveu o trabalho com uma das matérias-primas mais tradicionais na arquitetura: a madeira maciça ou natural. A atuação de um bom carpinteiro é imprescindível para que a construção ou reforma de um imóvel seja sólida e segura. Em Curitiba, uma cidade fortemente arborizada a mais de 900 metros acima do nível do mar onde são marcantes o frio por vezes intenso e a umidade decorrente das chuvas frequentes, isso significa a necessidade de um conhecimento preciso sobre os tipos de madeira mais adequados para a criação de estruturas construtivas nessas condições climáticas e ambientais.

 

O que faz um carpinteiro em Curitiba

Em Curitiba e em qualquer outra cidades brasileira, o carpinteiro é um profissional técnico que integra a mão de obra contratada por uma empreiteira para realizar a construção ou reforma de uma edificação residencial, comercial, industrial ou institucional, podendo ainda trabalhar em obras públicas de infraestrutura ou na construção naval.

Tendo, como já foi dito, o madeiramento de uma obra como sua principal responsabilidade, o carpinteiro transforma a madeira maciça ou bruta em peças como escadas, telhados, assoalhos, forros, portas, janelas, rodapés, esquadrias, andaimes e uma grande variedade de estruturas. Ele pode trabalhar sozinho, como em uma casa inteiramente de madeira, ou com outros profissionais, como em uma casa de alvenaria, na qual atua em conjunto com um pedreiro.

Entre as atribuições do carpinteiro estão o planejamento de trabalhos de carpintaria, a preparação de canteiros de obras, a escolha de materiais, a medição e marcação das linhas de corte, a montagem de estruturas, a interpretação de desenhos e documentos técnicos e a inspeção de toda e qualquer estrutura em madeira presente na obra. Um carpinteiro pode se especializar em uma etapa do trabalho, como o acabamento de escadas, portas e janelas, ou ainda buscar uma formação mais artística e artesanal no trabalho com a madeira que lhe permita criar e reparar móveis de madeira – ou seja, passar a ser um marceneiro.

As madeiras nobres costumam ser a matéria-prima utilizada pelo carpinteiro, desde que a sua retirada da natureza seja permitida pelas leis ambientais. O pinus e o eucalipto, madeiras menos nobres, são, por sua vez, largamente utilizadas para confeccionar laminados, compensados e outras folhas de madeira.

  

Formação profissional do carpinteiro

O ponto de partida da carreira do carpinteiro é um curso técnico ou profissionalizante que o habilite a trabalhar com madeiras em estado natural, assim como a realizar a montagem e desmontagem de vários objetos e estruturas feitos com esse material. Assim, ele precisa ter ao menos conhecimentos de geometria, física, álgebra e desenho e projeto técnico.

É comum que o carpinteiro comece como ajudante de carpintaria ao lado de carpinteiros mais experientes que lhe permitam e estimulem a prática de suas habilidades manuais. Por sua vez, as empreiteiras e outras empresas que contratam esse profissional para suas equipes de trabalho costumam exigir um certificado especial que o habilitem a trabalhar com ferramentas e materiais de forma adequada e segura. O domínio dos protocolos de segurança na sua área de trabalho também é uma exigência que visa a evitar acidentes.

Cabe lembrar que um carpinteiro pode se especializar em carpintaria para portas, janelas, telhados ou andaimes, entre outras estruturas. Quando a carpintaria tem função de auxiliar a construção, ela é chamada de carpintaria de tosco (cofragem). Já quando a carpintaria envolve apenas acabamentos, como polimento, envernizamento e pintura, ela é chamada carpintaria de limpos.

 

Diferença entre carpinteiro e marceneiro

É comum haver uma confusão entre os leigos sobre as atribuições de um carpinteiro e as de um marceneiro. A verdade é que ambos são qualificados para trabalhar com madeira, mas em estados diferentes. O carpinteiro trabalha a madeira maciça ou natural utilizada na construção civil ou naval, o que exige dele precisão técnica, conhecimento de geometria e domínio dos diferentes tipos de materiais e técnicas utilizados na madeira maciça.

Já o marceneiro, um profissional mais artístico, se diferencia do carpinteiro por transformar a madeira nobre e de qualidade em objetos decorativos e móveis, incluindo aí os móveis planejados para a sala, o quarto, a cozinha ou o banheiro, entre outros ambientes. Ou seja, o marceneiro fabrica, conserva e repara móveis e objetos decorativos de madeira, utilizando técnicas exclusivas de maneira artesanal ou com maquinaria tecnologicamente avançada, como na indústria moveleira.

 

Como contratar um carpinteiro em Curitiba

Sendo a capital do estado e uma cidade com vocação cosmopolita, Curitiba tem um importante setor de construção civil, assim como um grande mercado profissional voltado à arquitetura, ao design de interiores e à decoração. Isso significa que é de se imaginar que, tanto as empreiteiras e outras empresas da construção civil, quanto os escritórios de arquitetura, de design de interiores e de decoração, contratem e/ou façam parceria com profissionais técnicos como carpinteiros. Eles podem atuar, então, como parte de uma equipe de trabalho destinada à construção de uma obra ou reforma de um imóvel ou, ainda, como profissionais autônomos em obras pontuais e/ou pequenas.

Cobrando por hora ou dia trabalhado, o profissional autônomo é, inclusive em termos de custos, mais indicado para uma reforma em um único ambiente da casa, por exemplo. Mas se a obra for relativa à construção ou reforma de um imóvel na sua totalidade, a empreiteira ou empresa de construção civil é definitivamente a mais recomendável, já que ela vai se ocupar da contratação de todos os profissionais que farão parte da equipe de trabalho e, embora os custos totais sejam maiores, a empresa vai procurar oferecer valores viáveis e orçados por metro quadrado.

Para contratar um carpinteiro autônomo em Curitiba, comece pelas recomendações de familiares, amigos e conhecidos que já utilizaram os serviços dos profissionais recomendados.  No caso da contratação de uma empreiteira ou empresa de construção civil, as indicações das pessoas próximas também são uma boa forma de começar a procura. Se você conhece um engenheiro ou arquiteto, também pode solicitar a ele alguma boa referência de profissional autônomo ou empresa de construção civil. De qualquer modo, você pode fazer já a busca por qualquer profissional da área de construção e áreas afins em Curitiba aqui mesmo no diretório da homify.