82 Arquitetos em Salvador

Cidade

Benefícios de contratar um arquiteto em Salvador

No homify você encontra um diretório de arquitetos e arquitetos de interiores em Salvador para dar vida ao projeto da sua casa. Ao contratar um arquiteto para realizar o seu projeto você certamente terá acesso a várias facilidades, desde a execução correta da planta, conforme as especificações, até a garantia de que a obra será realizada de acordo com o seu estilo e o prazo estipulado. Além disso, este profissional também poderá indicar os melhores locais para a compra do material, sejam eles mais baratos ou com materiais de melhor qualidade, e poderá sugerir acabamentos que estão de acordo com o ambiente e o com o estilo geral da construção. O arquiteto também possui o conhecimento de diversos profissionais de confiança,  e ajudará a trazer uma mão de obra mais eficiente, para realizar todas as etapas do projeto da melhor forma possível. 

A vantagem de contratar um profissional de arquitetura da cidade de Salvador é que ele certamente saberá adequar diversos detalhes da sua obra à temperatura e as características locais. O clima tropical de Salvador é um dos pontos importantes a se ter em mente na hora de se desenhar uma planta, pois ele faz com que as temperaturas locais sejam altas na maior parte do ano, com bastante umidade e maior precipitação durante o período do inverno. Levando estes dados em consideração, o arquiteto saberá escolher e trabalhar os materiais na obra para que o impacto do tempo e das mudanças climáticas seja o menor possível nos acabamentos escolhidos. Além disso, este profissional também terá a experiência em lidar com as tramitações legais para o registro da obra, pois ele conhece as aspectos da lei local que são obrigatórios para o projeto arquitetônico. 

Quanto custa construir uma casa em Salvador?

Construir uma casa em Salvador pode custar uma média de R$2.000 o metro quadrado caso o padrão de acabamento da obra seja alto, e entre 1.600 e R$1.300 o metro quadrado caso o padrão de acabamento esteja entre médio e baixo. Estes custos podem variar de acordo com inúmeros detalhes, como o tipo de mão de obra contratada, que pode ser escolhida entre um empreiteiro ou profissionais autônomos, como carpinteiros, colocadores de piso, eletricistas, encanadores, jardineiros, ladrilhadores, marceneiros e pintores. Outros aspectos são o tipo de fundação, se o terreno é plano ou contém desníveis, e se o projeto terá área externa com sauna, piscina churrasqueira ou área de jogos por exemplo. Devem ser somados também o valor do desenho da planta e do acompanhamento da obra caso este trabalho seja demandado do arquiteto contratado, além de alterações no projeto inicial que podem ser solicitados no percurso da obra. 

Quais são as restrições legais para construções em Salvador?

Como já foi mencionado anteriormente, é importante ficar atento à legislação local da cidade de Salvador na hora de planejar o seu projeto arquitetônico. Na hora de construir ou ampliar uma residência no município, uma série de regras, que estão escritas no Código de Obras de Salvador, precisam ser seguidas para que o projeto seja considerado legal.

O primeiro passo para regularizar a obra é realizar o licenciamento, que deve ser feito por um arquiteto registrado no Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU/BR) e com toda a documentação correta, que está especificado neste documento e deve ser entregue à prefeitura para análise. O documento deve conter diversos detalhes da planta, como as especificações corretas do gabarito da obra, a altura da casa, número de pavimentos e se a construção será de finalidade comercial ou residencial. Também devem ser levados em consideração os recuos necessários nas laterais, traseiro e dianteiro, além das limitações na hora de incluir janelas na casa.

Se o projeto estiver de acordo com as regras do município de Salvador, ele será aprovado. Caso negativo, alterações serão solicitadas pelo responsável, para que o padrão da cidade seja seguido, assegurando assim a segurança dos moradores, a privacidade dos vizinhos e o crescimento ordenado de Salvador.

A cidade de Salvador e sua arquitetura

Salvador é uma cidade de arquitetura singular. A cidade, que foi a primeira capital do Brasil, exibe exemplares de diversas correntes e fases da arquitetura, como o renascentismo e o barroco, mas principalmente do período colonial, e sua influência direta de Portugal. Diversos espaços públicos da cidade exibem essas características, como a Praça Municipal, o Terreiro de Jesus, o Caminho de São Francisco, o Largo do Pelourinho, o Largo de Santo Antônio e o Largo do Boqueirão. 

Entre as edificações históricas locais, outros exemplos da arquitetura típica local estão a Catedral de Salvador, a Igreja e Convento de São Francisco, a Igreja do Carmo, a Igreja e Convento de Santa Teresa, a Igreja e Mosteiro de São Bento, a Igreja da Ordem Terceira de São Francisco e o Palácio do Governador. Todos estes prédios e áreas de valor histórico se misturam hoje com exemplares da arquitetura moderna, como os arranha céus presentes em outros bairros da cidade e sua tendência à verticalização. 

Esta mistura única de arquitetura moderna e colonial presente em Salvador pode fazer parte do conceito da sua casa e influenciar positivamente o seu projeto através das mãos de arquitetos qualificados e em dia com as tendências da área.