Arquitetos de interiores - Goiania: Encontre os melhores profissionais | homify

10 Arquitetos de interiores em Goiânia

Cidade

Influências arquitetônicas em Goiânia

Goiânia é uma bela cidade, que possui uma geografia contínua, com terras planas na maior parte do seu território. Sua arquitetura teve influência com construções Art Déco, modernas e contemporâneas, que definiram a fisionomia das primeiras instalações na cidade. Grandes projetos se destacam como, o Palácio das Esmeraldas, que recebeu este nome devido à cor, o Teatro de Goiânia, que é uma das pérolas do estilo Art Déco da capital, e o Estádio Serra Dourada, que é internacionalmente reconhecido como um ícone da arquitetura. Se destacando dentre tantas regiões devidos as belezas arquitetônicas do local.

Goiânia também é um importante polo econômico da região centro-oeste do país, sendo considerado um local estratégico para determinadas áreas profissionais, tendo como destaque os arquitetos de interiores. Tanto em projetos residenciais como industriais, cada vez mais esses profissionais têm sido requisitados para elegantes projetos. 

Quais as atribuições de um arquiteto de interiores?

O arquiteto de interiores é um profissional qualificado para projetar e fornecer consultoria confiável, tanto estética quanto técnica, combinando diversos requisitos e disciplinas em um projeto criativo, enquanto atendem ao interesse ao qual foi designado.

Esses profissionais, se especializam em projetar e construir interiores com boa estética, segurança e funcionalidade. Eles não só compreendem a durabilidade e a resistência dos materiais de construção, mas também são habilidosos no uso de luz, cor e texturas em um espaço. Elaboram planos para criar ou reformar espaços em casas particulares ou prédios comerciais, sempre priorizando os gostos de seus clientes.

Qual diferença entre um decorador de interiores e um arquiteto de interiores?

Primeiro de tudo, é importante distinguir o decorador de interiores do arquiteto de interiores. O primeiro decora seu apartamento, mas não muda estruturas, enquanto o segundo pode oferecer-lhe uma transformação completa do layout de um ambiente, cortando as partições ou a instalação de uma escada, por exemplo.

Além disso, o arquiteto de interiores é o principal contratado. Ele supervisiona toda a obra, seguindo o projeto de seus clientes, dirigindo os vários operários que irão construir ou reformar o ambiente. Outra grande diferença entre esses dois profissionais é a formação que eles tiveram. Enquanto o trabalho de um arquiteto de interiores é condicionado pela realização de um curso superior em arquitetura e posteriormente fazer parte do Conselho de Arquitetura, o decorador de interiores não tem qualificação oficial para realizar obras mais complexas como, alterar estruturas e layouts de um espaço.

O que esperar de um arquiteto de interiores?

Esses profissionais são tipicamente parte do processo de construção ou reforma do começo ao fim de um imóvel. Eles começam um trabalho reunindo-se com o cliente para discutir as expectativas do projeto. Nessas reuniões iniciais, o arquiteto de interiores ouve os desejos e necessidades do cliente e faz sugestões, baseando em sua experiência profissional.

Após as primeiras consultas, ele deve elaborar o projeto e apresentá-lo, garantindo assim a excelência e satisfação do seu trabalho. Esses planos podem mostrar a colocação de paredes, janelas, portas, encanamentos, sistemas elétricos, ventilação, acentos estruturais e possivelmente móveis. Eles geralmente usam programas de desenho de computador, como desenho assistido, desenho (CADD) e modelagem de informações de construção (BIM), para esta etapa.

Benefícios de contratar um bom arquiteto de interiores em Goiânia

Um bom profissional na área pode fazer maravilhas com o seu projeto. O arquiteto de interiores é um ótimo aliado quando o assunto é conquistar uma bela construção ou reforma. Seja qual for o tipo de edificação, ele planejará todos os espaços com detalhes a serem trabalhados para a realização dos seus sonhos.

A execução de um projeto de arquitetura vai muito além de aspectos estéticos, visando também o melhor aproveitamento dos espaços, de suas circulações e a inserção das atividades propostas pelo cliente sobre aquele espaço. É através desse profissional que se estabelecem cuidados relacionados ao bem-estar do usuário. Entre estes cuidados estão o conforto térmico, através da escolha minuciosa dos materiais e acabamentos a serem empregados no projeto, a iluminação adequada para cada atividade respectiva a cada espaço, a personalização do ambiente de acordo com o perfil e solicitação de seu usuário e, principalmente, por meio de um rigoroso planejamento e racionalização de recursos, o arquiteto confere economia desde a quantificação e orçamento do projeto até a sugestão dos melhores fornecedores para a execução do mesmo, em comum acordo com os proprietários.

Não existem mais desculpas para não consultar um arquiteto, porque é sempre possível planejar seus ambientes de acordo com o quanto seu orçamento te permite. Atualmente, temos tantas opções de materiais, acabamentos e mobiliário no mercado, que sua dificuldade será maior em decidir qual gosta mais, do que se vai dar certo ou não. Aliás, um bom projeto de arquitetura maximiza os recursos do cliente, atribuindo nas escolhas o melhor custo-benefício e que melhor se adequa em seus gostos. Trabalhar com bons profissionais nos dá a tranquilidade de saber que o melhor será feito.

Quanto deve custar um bom arquiteto de interiores em Goiânia?

Não se preocupe, há bons profissionais que valorizam o bolso do seu cliente em Goiânia. Há diversos valores, tudo dependerá do seu propósito, é claro. Em Goiânia, o investimento em um arquiteto de interiores varia de acordo com a dimensão do seu projeto. Os valores podem oscilar muito, iniciando em R$700,00 e chegando a R$4.500,00 em projeto de curto prazo. 

 Dicas valiosas de um arquiteto de Interiores que podem ser importantes você saber

  1. Determine seu estilo: uma maneira de ajudá-lo a determinar seu estilo é pensar em palavras-chave que definem como você deseja que um espaço se sinta. Tradicional, formal e elegante? Brincalhão, bem-humorado, convidativo? Monocromático, simplificado, moderno?
  2. Descubra o que você não gosta: É muito mais fácil para as pessoas expressarem o que não gostam. Ao colocar antipatias na equação, podemos eliminar algumas coisas e nos aproximar de outras.
  3. Construa em torno do seu espaço: O planejamento do espaço, que afeta a escala, é essencial. As pessoas costumam usar móveis que são muito grandes ou muito pequenos para o local.