Sem quintal? Veja 8 ideias para ter um jardim em casa

Patricia Smaniotto – homify Patricia Smaniotto – homify
Google+
Loading admin actions …

Ter plantas em casa traz vida, frescor e, para quem ama verde, satisfação. Mas também é verdade que nem sempre é possível ter um jardim de fato por falta de espaço apropriado para isso. Mesmo assim, existem alternativas interessantes para quem adora plantas.

Uma possibilidade é ter um jardim interno, seja ele na sala de estar, na varanda, na cozinha ou até mesmo no banheiro. Nesses casos, pode ser preciso alguma obra, mas o resultado vale a pena. Outra alternativa é criar um jardinzinho no vão da escada, se houver uma. Com os cuidados certos, ele pode se tornar um recanto especial.

Mais acessíveis a qualquer casa ou apartamento, não importa as suas dimensões, são os jardins verticais nas paredes, as divisórias com plantas epífitas e os jardins suspensos ou flutuantes com plantas as mais variadas. São muito fáceis de instalar e os efeitos, lindíssimos.

Por fim, os minijardins de mesa e os arranjos florais estão ao alcance de todos. Conheça as nossas sugestões e coloque mais verde, vida e cor na sua casa! 

Jardim íntimo na vão da escada

Corredores e halls de entrada  por Grupo HC
Grupo HC

Projeto

Grupo HC

Quem diria que o vão da escada poderia abrigar um belo jardim? É claro que é preciso verificar as condições de iluminação natural nessa área e obter plantas condizentes com elas. Mas, com certeza, pode ser feito e, desse modo, ganhar um jardim íntimo que vai dar mais vida à escada e ao corredor que se encontra ao lado dela. Na imagem acima, o jardim sob a escada serve também de espaço de convivência dentro da casa, uma vez que o corredor largo recebeu mesa e poltronas confortáveis que permitem momentos agradáveis junto às plantas.

Jardim flutuante na entrada da casa

Jardim enquadrado (Instalação 2014): Jardins de inverno industriais por Luiza Soares - Paisagismo
Luiza Soares – Paisagismo

Jardim enquadrado (Instalação 2014)

Luiza Soares - Paisagismo

Uma proposta interessante para a entrada da casa, um corredor externo ou a varanda é o jardim flutuante, composto de vários vasos presos ao teto por ganchinhos. Essa é uma prática bem comum, especialmente quando se trata de samambaias, dinheiro-em-penca e avenca, entre outras plantas que costumam crescer em direção ao chão. Na imagem acima, as plantas são outras e os cachepôs são de cerâmica, o que dá um belo efeito ao serem combinados com luminárias no mesmo material. Os cachepôs são colocados em diferentes alturas, dando mais dinamismo ao conjunto. 

Arranjo de flores na sala de estar

E, como não poderia deixar de ser, chegamos a uma das formas mais populares de se lidar com plantas, especialmente as flores. Arranjos florais nunca saem de moda: ficam lindíssimas na sala de estar, na de jantar, na cozinha, no escritório e até nos quartos. O importante é escolher flores muito frescas para que o viço e o perfume durem alguns dias. Em épocas frias ou quando se quer plantas mais duráveis, pode-se compor uma mesa com orquídeas ou lírios da paz. Na verdade, é sempre bom perguntar ao florista as melhores flores para uma composição mais durável. Para outras dicas sobre plantas, leia este artigo.

Minijardim em uma mesa bonita

Para quem mora em apartamento ou não tem área interna para um jardim maior, a dica é o minijardim instalada em uma mesa, aparador ou buffet bem bonito. O segredo é escolher vasinhos charmosos e plantas coloridas ou floridas, assim como folhagens viçosas. Uma variação do mesmo tema é ter uma pequena horta de ervas aromáticas no lugar das plantas ornamentais. O resultado é encantador e atraente e, no caso da hortinha, útil e saudável, já que se pode cultivar salsinha, cebolinha, manjericão, tomilho, pimentas, hortelã e erva-cidreira, entre outras plantas. 

Plantas epífitas como divisória

Apto. João: Salas de estar minimalistas por RSRG Arquitetos
RSRG Arquitetos

Apto. João

RSRG Arquitetos

As plantas trepadeiras ou trepadoras – como as epífitas, entre elas a jiboia – são excelentes para decorar o alto das paredes, o que permite que se crie verdadeiras divisórias entre os ambientes da casa. Ao emoldurarem os arcos das paredes, essas plantas formam um jardim aéreo que torna o espaço exuberante e agradável. Na imagem acima, a sala de estar em estilo minimalista tem também detalhes rústicos, como a parede em tijolinho à vista. Claros e espaçosos, os ambientes se destacam pelo mobiliário na medida e pelo piso claro. A composição com as plantas complementa com vida o espaço clean. A imagem é de Fran Parente. 

Jardim vertical na sala de jantar

Uma forma de decorar lindamente a sala de jantar é lançar mão de um jardim vertical, ou seja, uma estrutura de madeira ou outro material que abriga dezenas de plantas e folhagens verdes e toma toda a extensão de uma ou mais paredes. Além de dar mais vida ao espaço, esse jardim fica perfeito com a leveza da mesa de vidro e das cadeiras de acrílico transparente, como na imagem acima. Lembre-se que  o jardim vertical pode ser feito também na sala de estar, na varanda, na cozinha, no hall de entrada da casa e até no escritório, proporcionando frescor e relaxamento na medida certa. 

Jardim interno na área social

O jardim interno é um clássico que pode ser criado em casas grandes ou pequenas, sendo que o mais importante é a quantidade de luz natural que as plantas recebem diariamente. Assim, se a sala de estar ou jantar tem largas janelas ou, ainda, tetos de vidro, como na imagem acima, é perfeitamente possível cultivar um belo jardim tropical, com belos arbustos, folhagens e até mesmo árvores baixas. Certifique-se de as plantas escolhidas são as ideais para as condições presentes no espaço. Cultive-as com todo o cuidado e terá não apenas um canteiro bonito de se olhar, mas também ar mais puro dentro de casa.

Jardins minimalistas no banheiro

Para quem ainda está construindo a casa, uma ideia cheia de requinte é ornar a banheira com jardins laterais, separados da área interna por vidros transparentes que permitem à luz natural entrar em profusão, além de uma vista relaxante das mais diferentes plantas. O resultado é beleza pura, um verdadeiro reino de tranquilidade e paz, excelente para os banhos longos e revigorantes. A proposta de Aguirre Arquitetura se enquadra no estilo minimalista, com a presença forte de madeira e branco, e a opção pelos jardins internos foi escolhida tendo em mente a ventilação cruzada, o que diminui a necessidade de se utilizar o ar-condicionado. 

Qual é a sua forma de decorar com plantas?
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda para projetar a sua casa? Entre em contato!

Encontre inspiração para sua casa!