Quarto juvenil, um desafio que vale a pena

Patricia Smaniotto – homify Patricia Smaniotto – homify
Google+
Loading admin actions …

Quartos juvenis são um desafio à imaginação. É preciso ter a medida certa entre fantasia e praticidade, já que seus ocupantes não são mais crianças, mas também não são adultos. A adolescência é um período de profundas transformações e aquilo de que se gostava ontem não se gostará mais amanhã.

Tudo está mudando na vida desses jovens e o quarto deles deve acompanhar essas mudanças. Por outro lado, ele deve ser um ambiente muito familiar aos adolescentes, um lugar onde se sintam abrigados e protegidos das dificuldades do mundo real e da instabilidade das ações e emoções própria dessa fase da vida.

Assim, um quarto juvenil tem que ter também algo de permanente, que acompanha o adolescente enquanto ele cresce. Por isso, ao decorá-lo, é preciso pensar na continuidade de uma fase à outra. Pode ser por meio de pequenos objetos, do uso das cores ou do espírito geral do ambiente.

Fazer uma boa limpa é o primeiro passo. Depois, com aquilo que vai ficar, imaginar como tornar o espaço atraente para jovens que estudam, jogam videogames, leem livros, assistem a séries no notebook ou no tablet, talvez até escrevam um diário, hábito de várias gerações. 

Lembre-se de que eles também recebem os amigos e amigas e o quarto deve refletir a personalidade deles, afirmar sua independência e sua juventude, e não ser ainda a expressão flagrante de uma infância que se distancia. A cada idade, a cada ano de vida, novos interesses surgem, novos planos de vida são traçados na difícil tarefa de crescer. A decoração tem a tarefa de acompanhar esse crescimento.

Portanto, selecionamos uma série de imagens de quartos juvenis que podem ajudá-lo a projetar o mais adequado para o seu filho ou filha adolescente. Atente-se aos detalhes e tudo vai dar certo!

Quarto de princesa

Neste projeto da Rolim de Moura Arquitetura e Interiores, o quarto foi pensado para uma menina de oito anos, mas de olho nas fases futuras de desenvolvimento. Assim, o tradicional rosa deu lugar a tons neutros, como branco, fendi e cru, em um quarto que se pretende atemporal. O uso de espelhos e a iluminação planejada dão um brilho próprio de um quarto de princesa, sem, no entanto, pecar pelo excesso. A cama em laca branca colabora com o brilho do espaço, além de abrigar roupas em seu largo gavetão. Uma bancada ao pé da cama, acompanhada por uma banqueta revestida com tecido estampado, serve de espaço de estudo. A poltrona clara com pé em metal é confortável para a atividade de leitura, enquanto a TV de tela plana é embutida na cabeceira da cama, permitindo momentos de lazer. Um móvel baixo branco ao lado da cama faz as vezes de criado-mudo. Já o piso em madeira e o tapete felpudo conferem aconchego ao quarto, que poderá ser utilizado até o final da adolescência ou mais.

Quarto xadrez

Utilizando cores naturais, como o bege, o branco e o verde escuro, este quarto apresenta características próprias de um espaço adequado a um adolescente. O papel de parede xadrez bege e branco dá estilo ao ambiente, enquanto a cama e a bancada de estudo em madeira torna-o aconchegante, assim como o tapete de fibras naturais. As almofadas em tons de verde e cinza ou estampadas de verde e preto se harmonizam com a prateleira verde-musgo. A cadeira com estofado em tom ocre e pés em metal complementa o espaço ligeiramente sóbrio. A lembrança da infância fica por conta dos bonecos na estante, que também podem ser peças de coleção.

Quarto vibrante

Quarto Pré-adolescente (Menina): Quarto infantil  por Arquiteto Virtual - Projetos On lIne
Arquiteto Virtual – Projetos On lIne

Quarto Pré-adolescente (Menina)

Arquiteto Virtual - Projetos On lIne

Este quarto de uma menina de 12 anos recebeu papel de parede geométrico em cores pastéis, que confere um toque levemente vibrante ao ambiente. A cama cinza e branca com cabeceira branca contrata com o criado-mudo e a luminária de piso amarelos. As prateleiras brancas exibem livros e objetos, enquanto a cadeira branca com pés de metal e madeira é adequada para leitura. Tudo neste quarto pode acompanhar o crescimento da menina, com exceção dos cartazes coloridos, que poderão ser trocados por outros à medida que ela passa a ter novos interesses.

Quarto azul

Com a cor azul não tem erro. O quarto do adolescente pode acompanhar o seu crescimento com pequenas modificações, mais especificamente na temática dos carros que ainda impera aqui. Mas os móveis todos são atemporais: a cama coberta por almofadas listradas, o móvel baixo branco e madeira com almofada branca e azul, a bancada azul para estudo, a cadeira vermelha, as prateleiras azuis e o armário branco com porta espelhada. Mesmo os quadros e objetos com o tema de carros podem permanecer, se a paixão continuar viva. Já o nicho para coleção de pequenos objetos pode vir a abrigar novos itens. Por sua vez, o papel de parede listrado e o tapete claro ajudam a dar leveza ao espaço.

Quarto florido

Este quarto chama a atenção pelo papel de parede florido em tons de rosa, vermelho e amarelo. A cortina branca tem barra vermelha e branca. A cama, com cabeceira em capitonê rosa, tem a seus pés uma banqueta de madeira com estofado rosa. Já o criado-mudo é amarelo forte, dando um toque alegre ao ambiente. Na parede oposta à cama, uma bancada de madeira vem acompanhada de uma cadeira transparente. Na parede, nichos rosa e a TV de tela plana. Este quarto poderá servir à adolescente ainda por alguns anos, ao final dos quais seria possível inovar com a diminuição da ênfase no rosa e o aumento dos pontos de branco e madeira.

Quarto em madeira

Supremo Boqueirão - Âncora Construtora: Quarto infantil  por Renata Cáfaro Arquitetura
Renata Cáfaro Arquitetura

Supremo Boqueirão – Âncora Construtora

Renata Cáfaro Arquitetura

A combinação da cor azul das paredes com a madeira dos móveis tornam este quarto agradável e aconchegante, ao mesmo tempo que contribuem para a longevidade do espaço. A cama com nichos e o armário superior com portas e nichos têm ampla utilidade em um quarto juvenil. O mesmo se pode dizer da bancada de estudo em madeira acompanhada pela cadeira branca. Os interesses do adolescente aparecem nas almofadas com motivos de ciclismo, que podem ser trocadas por outras com novos motivos ou lisas. As almofadas azuis e listradas sobre a cama , bem como a caixa azul ao lado da bancada complementam a decoração descontraída e super adaptável. A imagem é de Mariana Orsi.

Quarto zen

Quarto infantil  por Yupih
Yupih

Montreal

Yupih

Este quarto se destaca pela base branca onde detalhes em preto pontuam. É o caso da cama baixa com gavetas, da cama superior com armário embaixo, da cadeira da bancada de estudos, do arquivo com rodinhas e da luminária de teto arredondada. O resultado é um ambiente minimalista, clean e praticamente sem qualquer referência infantil. Perfeito para dois irmãos adolescentes.

Quarto roxo

Tendo o branco como base, este quarto de adolescente investe no roxo e no lilás, cores que aparecem nas paredes, na roupa de cama e até no tampo de vidro da mesa de estudos. A cadeira turquesa com estrutura de metal faz o contraponto. enquanto as borboletas na parede dão o toque feminino. O quarto conta ainda com uma bancada branca com vidro, banquetas roxas, espelho de moldura branca, TV de tela plana com prateleira branca e armário embutido branco com porta espelhada. Delicado e bonito, este quarto tem tudo para agradar uma adolescente até o final desta fase.

Quarto colorido

As paredes deste quarto de adolescente são forradas com módulos em madeira crua ou pintada nas cores vermelha, laranja e branco, produzindo um efeito moderno e estimulante. A cama preta serve de sofá e a bancada de estudos branca recebe uma cadeira branca com encosto laranja. O branco é a cor de base deste quarto que agrada os mais crescidinhos.

Quarto lilás e rosa

Quarto infantil  por OGARREDO
OGARREDO

Vista dall'ingresso

OGARREDO

Para meninas no início da adolescência, a cor rosa ainda atrai muito a atenção. Por isso, pode-se pensar em um quarto com base branca e lilás que poderá ser utilizado mais tarde, deixando o rosa para as roupas de cama. O lilás é uma cor que continua agradando às mais crescidas, portanto o criado-mudo, a bancada de estudos com a cadeira de encosto redondo e os nichos fechados e abertos terão vida longa.

Quarto coringa

Quartos dos meninos  por FingerHaus GmbH
FingerHaus GmbH

Frei geplantes Kundenhaus – Kinderzimmer

FingerHaus GmbH

Com predominância da madeira no piso e nos móveis, este quarto é um verdadeiro coringa, podendo servir a garotos e garotas. O segredo está no uso de cores nos detalhes, como as almofadas coloridas, a cadeira verde e o cesto rosa. A bancada de estudos curva é um espetáculo à parte, já que tem vista para o jardim. Para outras dicas sobre quartos juvenis, leia este artigo.

Qual é o quarto juvenil mais interessante?
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda para projetar a sua casa? Entre em contato!

Encontre inspiração para sua casa!