Casa linda tem interiores branquinhos com detalhes em madeira | homify
Error: Cannot find module './CookieBanner' at eval (webpack:///./app/assets/javascripts/webpack/react-components_lazy_^\.\/.*$_namespace_object?:3644:12) at at process._tickCallback (internal/process/next_tick.js:189:7) at Function.Module.runMain (module.js:696:11) at startup (bootstrap_node.js:204:16) at bootstrap_node.js:625:3

Casa linda tem interiores branquinhos com detalhes em madeira

Tony Santos Arquitetura Tony Santos Arquitetura
Salas de jantar modernas por op ten noort blijdenstein architecten Moderno
Loading admin actions …

Em geral, as margens de rios, lagos e canais são áreas bastante valorizadas e consequentemente atraem as pessoas com maior poder aquisitivo. O Brasil é uma exceção, já que estas áreas sofrem com o descaso do poder público e nem o seu potencial como espaço público e nem o seu potencial imobiliário são bem explorados. Mas quem já visitou cidades europeias como Amsterdam, Bruges ou Estocolmo sabe o quanto estas áreas são atraentes, animadas e extremamente agradáveis para viver e para passear.    

Homify desembarca hoje na Holanda, para apresentar um edifício histórico totalmente reformulado e localizado às margens de um canal. Localizada em Oudenrijin, esta casa passou por diversos proprietários e usos até finalmente ser adquirida por uma família que desejava transformá-la em seu doce lar. O estúdio Op Ten Noort Blijdenstein Architekten foi o responsável pela tarefa. O projeto de renovação e ampliação priorizou a funcionalidade, o conforto e a simplicidade, de modo a tornar um edifício histórico em um lar contemporâneo e acolhedor.

Curioso para desvendar todos os ângulos e todos os encantos deste palácio incrível situado nas margens do canal de Oudenrijin? Então confira a seguir mais imagens e mais detalhes desta residência do século XIX, que foi convertida em um lar contemporâneo cheio de elegância e personalidade.

Fachada dos fundos

Durante muitos anos, este edifício magnífico situado na rua Rijksstraatweg, 74, de Oudenrijin, na Holanda permaneceu à venda, sem que nenhum comprador tivesse interesse, devido ao custo e às restrições de uso impostas pelo Departamento de Monumentos. Trata-se, portanto, de um edifício histórico, construído em 1830, para servir de residência. Em 1868 o edifício foi convertido em uma padaria. No mesmo ano a prefeitura comprou o imóvel, que durante alguns anos abrigou a Câmara Municipal da cidade. Em 1890 o edifício foi completamente renovado. Em 1960, o imóvel foi adquirido e voltou a ser uma residência. Até que em 2010, a família Van Gijzen, os atuais proprietários, comprou a propriedade com a ideia de restaurá-la e repaginá-la para acomodar a família com conforto, praticidade e estilo.

Fachada posterior

O projeto de renovação buscou preservar as características originais da construção do século XIX. As fachadas foram restauradas, ganhando novo acabamento e impermeabilização. Todas as janelas foram substituídas por novas esquadrias de madeira e o telhado, elemento que dá identidade à construção, foi inteiramente restaurado. Na parte posterior da residência, um anexo de importância secundária foi demolido para dar lugar a um jardim de inverno, um volume revestido de chapas metálicas, pintadas de cor cinza, mesma cor do telhado, que se abre completamente para o jardim situado na parte posterior da residência, cujo destaque é a imponente magnólia, que na primavera protagoniza um verdadeiro espetáculo, colorindo o jardim e a paisagem com suas flores exuberantes, além do perfume sensacional que se espalha por todo a propriedade.

Se você se interessa por projetos de reformas, recomendamos-lhe este artigo sobre a transformação de um antigo celeiro em um loft contemporâneo e extraordinário.

Living room

O projeto de renovação buscou dar aos espaços internos do casarão histórico uma aparência contemporânea e clean, com destaque para as superfícies predominantemente brancas, pelo piso de madeira e pelo mobiliário de design eclético, que dá a cada ambiente uma personalidade única. No living room, além da lareira original, um testemunho da longevidade do edifício, o mobiliário de design contemporâneo, com destaque para a poltrona Egg, peça clássica do design desenhada por Arne Jacobsen em 1958, com base giratória em alumínio e acabamento em tecido aveludado, na cor preta, que dá um toque de elegância ao ambiente. O living room se integra ao jardim de inverno, marcado pela generosa porta-janela de vidro, que descortina a vista para o jardim.

Sala de jantar

A sala de jantar é composta de uma mesa de jantar de madeira, que acomoda até dez pessoas, de um conjunto de cadeiras de estrutura de madeira e design diversos, de dois pendentes de forma esférica e translúcidos, feitos de barbantes, que dão personalidade ao ambiente e realçam o seu estilo despojado. Na sala de jantar predominam também as superfícies neutras, com destaque para o novo piso de concreto que se estende para a cozinha, reforçando a sensação de integração espacial e o caráter contemporâneo do ambiente.

Cozinha

O projeto de reforma alterou a organização espacial do edifício, além de expandir o programa de necessidades, de modo a adaptar a residência aos atuais moradores e proprietários, com a inclusão do jardim de inverno e de um home-office. A escada, que dá acesso à área íntima, situada no pavimento superior, ganhou novos degraus de madeira, que evidenciam o novo e agora invadem o espaço da cozinha.

A cozinha é caracterizada pela brancura imaculada dos armários planejados e da bancada em forma de ilha feitos de madeira com acabamento em laca na cor branca, que realçam a elegância e dão um toque minimalista ao ambiente. A bancada em forma de ilha também serve como mesa de apoio para refeições. As banquetas futuristas dialogam com o estilo minimalista do ambiente e dão um toque futurista á cozinha.

Dormitório

O pavimento superior também ganhou um novo layout, que buscou otimizar os espaços e estimular a convivência familiar também nos espaços íntimos. A estrutura de madeira aparente da cobertura foi deixada à mostra e combinada com os móveis de madeira de estilo vintage, do acervo da família, realça a sensação de aconchego e dá um toque rústico aos ambientes. A suíte principal é ampla e tirou proveito do desenho da cobertura para situar a cama no mezanino, liberando o espaço para as demais atividades. O acesso ao mezanino privativo é feito por uma escada simples de madeira.

Banho do casal

O banho do casal é caracterizado pelas superfícies neutras predominantes, com destaque para a estrutura de madeira parente do telhado. Janelas amplas garantem a iluminação natural abundante. Além do chuveiro, o banho do casal proporciona aos moradores o prazer de um delicioso banho de banheira, que se destaca pelo seu design oval e sofisticação. Um painel de madeira divide o espaço do banho dos sanitários e dá um toque rústico ao ambiente.

Mais informações sobre projetos de banheiros, você encontra aqui.

Veja mais fotos desta casa linda:

Durante muitos anos, este edifício magnífico situado na rua Rijksstraatweg, 74, de Oudenrijin, na Holanda permaneceu à venda, sem que nenhum comprador tivesse interesse, devido ao custo e às restrições de uso impostas pelo Departamento de Monumentos. Trata-se, portanto, de um edifício histórico, construído em 1830, para servir de residência. Em 1868 o edifício foi convertido em uma padaria. No mesmo ano a prefeitura comprou o imóvel, que durante alguns anos abrigou a Câmara Municipal da cidade. Em 1890 o edifício foi completamente renovado. Em 1960, o imóvel foi adquirido e voltou a ser uma residência. Até que em 2010, a família Van Gijzen, os atuais proprietários, comprou a propriedade com a ideia de restaurá-la e repaginá-la para acomodar a família com conforto, praticidade e estilo.     

Você gostaria de morar nas margens de um rio ou lago?
Casas modernas por Casas inHAUS Moderno

Precisa de ajuda para projetar a sua casa?
Entre em contato!

Encontre inspiração para sua casa!