Quadros na decoração!

Quadros na decoração!

Eduardo Prado Eduardo Prado
Google+
Loading admin actions …

É muito fácil gostar de arte. E é ainda mais fácil gostar de arte quando está na decoração de nossa casa. Utilizar artes como elementos decorativos é uma tradição de muito tempo na história da humanidade. Desde o início das civilizações, os seres humanos utilizam objetos como ornamentos para o lar. Com a chegada da idade média e o desenvolvimento artístico de vários gênios da humanidade, foi a vez de os quadros ganharem espaços nas paredes e cômodos de diversos palácios. Como a população no geral não tinha condições financeiras de manter estes objetos, que na época eram de grande valor, então a iniciativa mais comum foi adotar gravuras que imitavam as diversas obras famosas. Desta maneira então, os quadros foram popularizados como elementos de decoração no lar.

Com o passar do tempo, a popularização de diversos estilos e a fama de grandes artistas, os quadros passaram a fazer ainda mais parte dos lares. Outro elemento que impulsionou a utilização de obras no lar, foi a introdução das máquinas copiadoras e impressoras domésticas. Com estas máquinas, a reprodução de obras e a utilização de fotografias ficou mais fácil e assim, bastou emoldurá-las para que tomassem o espaço dos lares. 

A utilização de quadros para a decoração da sala de estar, segue alguma regras que merecem ser seguidas. Quando você pensar em instalar os objetos, fique atento à altura do batente da porta. Os quadros não devem passar deste limite para que fiquem bem distribuídos visualmente no lar. Para quadros instalados atrás de sofás, a melhor opção é deixá-los ao menos 30 cm. afastados dos móveis. O alinhamento é outro ponto importante. Quando instalados mais de um quadro, defina uma altura e largura máxima a partir do centro. Isto trará equilíbrio à decoração ainda que os quadros estejam distribuídos sem obedecer linhas retas. 

Para saber um pouco mais e ver opções para a decoração do lar utilizando quadros, venha conosco neste Livro de Ideias e aproveite as nossas sugestões. Temos certeza que você irá amar!

Abstratos

A arte abstrata foi vista pela primeira vez na Alemanha, no início do século XX. Com desenhos que têm como intuito expor sentimentos internos a partir de formas incomuns e únicas, este tipo de pintura ganhou os lares por suas formas belas de entendimento singular. Muitas vezes utilizadas de formas coloridas, estas artes podem ficar muito bem em ambientes onde a maior parte do ambiente tenha o branco como cor predominante – o que auxilia no destaque das obras. Neste projeto da Casa 2 Arquitetos, de São Paulo (SP), a utilização de um quadro abstrato ao centro chama a atenção e distribui a elegância pelas demais obras ao lado.

Elegância retratada

A utilização de retratos feitos com pinturas sempre aguça a veia artística do lar. Nesta sala, a decoração parece brincar até mesmo com o abajur. Em uma composição que traz a inclinação como destaque, a sequência de quadros ao fundo, explora os diferentes tamanhos das obras que têm na pintura à mão livre o retrato de algumas pessoas. Para incrementar a linha do último quadro à esquerda, as pequenas molduras complementam a decoração. Tudo muito elegante e bem distribuído.

Combinação molduras + móveis

Um detalhe muito especial nos quadros são as molduras. Tão ricas e criativas nas possibilidades, uma moldura bem escolhida é tão importante quanto a obra exposta. Neste exemplo, vemos como o detalhe amarelo das molduras combina perfeitamente com um elemento que traz muita personalidade ao ambiente, a poltrona amarela. Este detalhe muito importante faz toda a diferença na decoração, com isto percebemos uma elegância na sala na combinação do cômodo.

Retrato artístico

Em um lar é muito comum que as parede ganhem retratos dos proprietários. Mais do que uma vaidade comum, esta opção reforça a personalidade do ambiente e traz melhoras para a composição da mobília no ambiente. Esta sala projetada pela designer de interiores, Ana Rita Soares, explora um grande quadro alinhado com as extremidades do sofá e que serve como elemento principal de destaque na sala.

Distrbuição por tamanho

A utilização de vários quadros em uma mesma parede, pode ter como composição a diversidade por tamanhos ou tipos. Neste projeto, a escolha foi por perfilar os quadros na parede de acordo com o tamanho dos mesmos, mas em uma ordem de cima para baixo. Ou seja, quase todos os quadros que estão alinhados por altura, têm o mesmo tamanho. A escolha das molduras iguais reforça o charme da composição realizada pelo escritório de Arquitetura Juliana Fabrizzi, de São Paulo (SP).

Quadro centralizado

A utilização de grandes obras de forma centralizada traz um charme impecável à sala. Neste luxuoso cômodo marcado com duas poltronas muito estilosas. Grande e deixado bem às costas das poltronas, o grande quadro colorido utiliza a moldura branca para contrastar com o painel em madeira. O ambiente charmoso e muito elegante foi projetado pelo escritório Arquitetura 8 – Ana Spagnuolo & Marcos Ribeiro, e teve um resultado incrível.

Retratos da natureza

Uma aposta certa para utilizar na imagem dos quadros são retratos naturais. Além de reforçar a decoração natural do ambiente, com o uso de plantas, aquários e outros itens, estes retratos atraem a atenção de todas as pessoas, já que nutrir admiração pelo meio ambiente é parte da educação e naturalidade da maioria das pessoas. Neste projeto, os quatro quadros que exploram o mar trazem em comum a força da cor azul que combina maravilhosamente bem com o restante da decoração.  Projetado pelo Studio LN, do Rio de Janeiro (RJ), a discrição e charme das pelas espalhadas pelo cômodo, seguem uma linha suave que trazem a calma do azul para o ambiente.

Arte contemporânea

A contemporaneidade das artes traz um charme muito especial ao ambiente. A mistura de estilos e cores pode reforçar ainda mais a beleza e o gosto estético do proprietário do lar. Nesta composição, a escolha do quadro azul como elemento central das peças, destaca o ambiente e a decoração das obras agrupadas. A utilização das artes agrupadas ainda ganha a companhia das almofadas estampadas e tem uma luminária que diretamente aponta a atenção para as obras. Uma composição inteligente e muito bonita realizada pelo escritório CR Arquitetura & Paisagismo.

Delicadeza

Neste projeto desenvolvido pelo escritório da paulistana Liliana Zanaro Interiores, a delicadeza foi o ponto central. Presente nas cores suaves do quadro e combinando com as  flores do ambiente, a sala ganhou uma suavidade linda e de resultado impecável.

Ganhando espaço

Por fim, trouxemos a utilização do quadro como elemento para ganhar espaço no ambiente. Neste projeto, é exatamente isto o que a arquiteta Amanda Marques explora. A utilização do quadro alinhado com o sofá faz com que a parede longa ganhe uma ocupação artística, trazendo dinamismo ao ambiente. Um resultado simples, inteligente e de muito bom gosto.

E você, tem quadros na sua decoração? Qual as suas opções preferidas?
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda para projetar a sua casa?

Entre em contato!

Precisa de ajuda para projetar a sua casa?

Entre em contato!

Solicite sua consulta grátis

Encontre inspiração para sua casa!