Projeto executivo de arquitetura: o que é e como ter o seu

SOLICITAR ORÇAMENTO

Número incorreto. Por favor, corrija o código do país (+55 para o Brasil), código da cidade ou número de telefone.
Ao clicar em 'Enviar', confirmo que li os Política de privacidade e aceitei que a minha informação será processada para responder ao meu pedido.
Nota: Poderá anular seu consentimento enviando email privacy@homify.com com efeito futuro

Projeto executivo de arquitetura: o que é e como ter o seu

Pri Fortinho – homify Pri Fortinho – homify
Residência MC:   por LV Arquitetura,Escandinavo
Loading admin actions …

Quando você procura pelos serviços de um arquiteto, designer de interiores ou arquiteto paisagista, está procurando por quem ofereça seu conhecimento para a criação de novos ambientes e, para isso, elabore projetos técnicos.

O projeto é o documento criado para organizar todas as ideias e etapas do que será feito, seja na nova construção ou reforma, tanto de ambientes internos quanto para criação de ambientes externos.

Entre as fases do projeto estão a do projeto básico e, então, do projeto executivo, ambas imprescindíveis para o sucesso do serviço contratado. Saiba mais sobre o que é projeto executivo, no que ele consiste e quem procurar para fazer.

No que consiste um projeto de arquitetura?

Para que um arquiteto ou designer seja capaz de dar início ao serviço contratado, ele começa por colher informações do seu cliente. A primeira etapa é uma boa conversa entre cliente e profissional para que sejam definidos os pontos macro. Ou seja, qual é a ideia principal, gostos e necessidades do cliente.

Depois dessa fase essencial, o profissional irá colher informações técnicas sobre o ambiente a ser trabalhado, de acordo com o serviço que será projetado. Ele vai verificar o terreno, tirar medidas, fazer levantamento topográfico, projetar as fundações, instalações elétricas e hidráulicas e afins.

Tudo o que foi feito até aqui é parte do chamado projeto básico, pois é quando o profissional reúne e estuda todas as características do que será realizado. Quais serão as etapas da obra? Quais materiais e serviços de mão de obra serão necessários? Quais serão os prazos? Todas essas questões são definidas durante essa fase.

O que é projeto executivo?

Com a parte básica concluída – ou até antes de concluir – o profissional irá elaborar o projeto executivo, que é considerado a fase final. Como o próprio nome sugere, o projeto executivo é elaborado para que possa ser feita a execução de uma obra. De acordo com o Norma Brasileira Regulamentadora (NBR) 13.531/95, a definição de um projeto executivo é a seguinte:

“Executar o detalhamento de todos os elementos do empreendimento, de modo a gerar um conjunto de informações suficientes para a perfeita caracterização da obra/serviços a serem executadas, bem como a avaliação dos custos, métodos construtivos, e prazos e execução. Executar o detalhamento de todos os elementos do empreendimento e incorporar os detalhes necessários de produção dependendo do sistema construtivo. O resultado deve ser um conjunto de informações técnicas claras e objetivas sobre todos os elementos, sistemas e componentes do empreendimento. Essa fase se denomina: PE – projeto executivo.”

Em resumo, o projeto executivo é o detalhamento do anteprojeto quanto ao que será necessário para que a obra seja realizada e concluída com perfeição. O profissional não precisa fazer um novo projeto para chamá-lo de executivo, mas sim, vai usar o projeto básico para incluir todos os detalhes possíveis, tornando viável sua execução.

Esse projeto será analisado e utilizado por todos os profissionais envolvidos, portanto, precisa ter informações específicas para o pedreiro, o encanador, o eletricista, o jardineiro e todos os demais contratados.

Também, precisa conter um relatório técnico com revisão e complementação dos memoriais descritivo e de cálculo, prevenindo imprevistos ou erros estruturais ao longo da execução da obra.

Qual é a importância do projeto executivo?

Bem, como você pôde perceber, o projeto executivo é de importância total para um projeto de arquitetura ou paisagismo. Ele serve como base para que todos os profissionais trabalhem em harmonia, usando as mesmas informações e detalhamentos para chegarem juntos ao resultado sonhado.

Por causa disso, também vale lembrar que nada pode ser alterado no projeto executivo depois que ele for aprovado pela Prefeitura e o Alvará de Obra for emitido. Não há hipótese, por exemplo, de elaborar um projeto para uma casa pequena e, depois de pronto para executar, querer fazer uma ampliação.

Portanto, o cliente será orientado pelo profissional para que todos os ajustes sejam feitos o quanto antes no projeto, evitando alterações depois de os documentos terem ido para aprovação.

Se, por acaso, for executada alguma parte que não estava no projeto executivo aprovado pela Prefeitura, a obra poderá ser cancelada com o risco de multas. Então, esse ponto já é o bastante para compreender a importância do projeto executivo e, também, a necessidade de contratar um profissional experiente para realizá-lo.

Como fazer um projeto executivo?

Para fazer um projeto executivo de uma obra, seja construção, reforma, interiores ou paisagismo, é necessário contratar um profissional. O engenheiro ou arquiteto irá realizar todas as etapas anteriormente mencionadas até que chegue o momento do projeto executivo. Uma pessoa leiga não tem conhecimento técnico para a elaboração de documentos como esses.

Mas, ainda não que não esteja apto a elaborar os documentos, é válido que o cliente tenha uma boa noção do que será feito pelo profissional, a fim de conseguir identificar um bom arquiteto para contratar. Então, veja a seguir quais são os elementos de um projeto executivo e comece a se familiarizar com os termos. Afinal, durante o serviço, eles farão parte da sua rotina. 

Projeto executivo o que deve conter: conheça os elementos imprescindíveis

Projeto - Planta baixa humanizada:  {:asian=>"asiático", :classic=>"clássico", :colonial=>"colonial", :country=>"campestre", :eclectic=>"eclético", :industrial=>"industrial", :mediterranean=>"Mediterrâneo", :minimalist=>"minimalista", :modern=>"moderno", :rustic=>"rústico", :scandinavian=>"escandinavo", :tropical=>"tropical"} por Simples Decoração,
Simples Decoração

Projeto – Planta baixa humanizada

Simples Decoração

Os projetos executivos de arquitetura variam conforme a necessidade de cada serviço. Porém, existem pontos essenciais que não podem faltar. Você verá detalhamentos tais como:

  • Cálculos estruturais;
  • Cortes;
  • Elevações;
  • Especificações de execução;
  • Especificações técnicas;
  • Planilhas de orçamento;
  • Plantas e desenhos detalhados;
  • Preços negociados;
  • Quantitativo de materiais e equipamentos;
  • Tabelas de áreas.


Para ser capaz de elaborar um projeto completo, é comum que o profissional consulte uma lista do que jamais pode ser esquecido. Com o tempo e a experiência, muitos arquitetos já não mais fazem uso dessa checklist, pois contam com todas as informações na memória. Veja quais são as principais:

  • Cortes longitudinais, transversais e seções parciais;
  • Elaboração de As Built;
  • Elevações;
  • Maquete detalhada;
  • Orçamento do projeto;
  • Planta Baixa de Layout;
  • Planta de Acabamentos e Isolamentos;
  • Planta de Decoração;
  • Planta de Forro;
  • Planta de Localização e Situação;
  • Planta de Paginação de Piso;
  • Planta de Paisagismo e Pavimentação Externa;
  • Planta Esquema Sistemas Hidráulico e Elétrico;
  • Quadro de materiais de acabamento;
  • Quadro geral das áreas.

Exemplo de projeto executivo de paisagismo

Para ter uma ideia de como são esses projetos executivos, veja esse modelo, que representa apenas uma pequena parte do projeto, elaborado para o paisagismo de toda a área externa de um hospital no Rio de Janeiro. Nesse projeto há especificações quanto aos pisos, circulação de veículos, distribuição de vagas, locação de equipamentos e implantação das edificações.  

Exemplo de projeto executivo de reforma residencial

Nesse outro modelo de projeto, o escritório foi contratado para realizar uma reforma em um apartamento, visando deixá-lo mais confortável e funcional para uma grande família. Foi projetada a inclusão de mais um banheiro, criação de uma suíte com sacada, transformação de cozinha e área de serviço. No exemplo, a planta baixa contém as especificações de novas medidas para cada ambiente, facilitando a compreensão do cliente, junto com a explicação do arquiteto.    

Modelo de projeto executivo para execução independente

COZINHA PLANEJADA - PROJETO EM PLANTA BAIXA:   por Nainá Julio  - Designer de Interiores,Moderno
Nainá Julio  – Designer de Interiores

COZINHA PLANEJADA – PROJETO EM PLANTA BAIXA

Nainá Julio - Designer de Interiores

Em muitos casos, os clientes contratam escritórios de arquitetura e interiores para elaborarem o projeto com todas as informações técnicas, depois pedem para fazerem a execução por conta própria.

Quer dizer que o profissional não fará o acompanhamento da obra, mas sim, o próprio cliente irá coordenar a execução e fará a contratação de todos os profissionais necessários. Nesses casos, o arquiteto faz desenhos mais simplificados e bem especificados para que o cliente compreenda e seja capaz de executar.

Então, a dica final sobre projeto executivo de arquitetura é que você pesquise muito sobre o que vai querer fazer e pesquise muito também antes de contratar o profissional ideal. Para ficar satisfeito com o resultado, o cliente precisa saber o que quer e contar com um profissional que seja capaz de traduzir e complementar todos os seus gostos e necessidades. 

E então, pronto para começar a pesquisar pelo arquiteto ideal? Faça sua busca aqui pela homify.
Casas  por Casas inHAUS , Moderno

Precisa de ajuda para projetar a sua casa?
Entre em contato!

Encontre inspiração para sua casa!