Quartos: transformando limitações em virtudes

Patricia Smaniotto – homify Patricia Smaniotto – homify
Google+
Loading admin actions …

Pode acontecer que um quarto apresente algum defeito que o torna difícil de decorar. Entre esses defeitos estão ser muito pequeno, ser muito grande, ser no sótão, ser o único, ser na verdade um mezanino ou simplesmente não existir, como em quitinetes, lofts e studios.

Mas esses defeitos podem virar virtudes com alguns recursos de decoração e transformarem o seu espaço até então depreciado. Às vezes, a solução é um móvel preciso, outras vezes é um olhar diferente sobre o mesmo. Saiba que o seu quarto – ou não-quarto – tem jeito: conheça agora algumas possibilidades de dar vida nova a quartos difíceis!

Quarto no sótão I

Neste sótão em estilo escandinavo, com vigas e paredes de madeira rústicas, um quarto de casal foi arranjado da maneira simples e clean, mas com alguns toques sofisticados como as cortinas leves e a iluminação moderna e elegante. A cama tem estrado de madeira, combinando com a estrutura do espaço. Uma pequena caixa serve de mesinha lateral, apoiando uma luminária de mesa. Do outro lado da cama, uma bancada em madeira exibe alguns objetos. O guarda-corpo da escada para o andar inferior é em vidro e, ao lado dele, se encontra um belo banheiro no mesmo estilo do quarto, com banheira e também com uma reprodução do recorte de pedra na parede do quarto onde se acha um coração. Provavelmente, o espaço conta com um sistema de ar-condicionado, já que o teto baixo e inclinado não tem laje. 

Quarto no sótão II

Já neste sótão espaçoso e muito claro, totalmente pintado de branco e com ambientes separados por portas, o quarto tem privacidade e se destaca pelo estilo moderno com tendências minimalistas. As amplas janelas inclinadas se projetam sobre a cama com cabeceira em madeira, na qual se encontra uma espécie de aparador embutido, com nichos e adornos. Repare que a cabeceira está do lado oposto à janela, o que permite que os moradores ou visitantes possam dormir vendo o céu estrelado. Nos pés da cama, junto à parede da janela e no canto em torno da parede inclinada lateral, estão prateleiras de madeira clara para a acomodação de objetos diversos. O piso também é claro, tornando o quarto um lugar que transpira pureza e leveza.

Quarto com espaço mínimo I

Às vezes, o espaço para um quarto é realmente mínimo. É o caso deste quarto em estilo escandinavo, criado em uma varanda ou terraço. A cama com estrutura em madeira foi encaixada em um dos lados do espaço e a parte inferior dela foi inteiramente aproveitada com caixas de armazenamento. A parede externa apresenta amplas janelas com esquadrias brancas e peitoris de granito, enquanto a parede interna, que dá para dentro da casa ou apartamento, têm porta-janelas em vidro. A parede ao fundo da cama também conta com uma janela, portanto toda ela, assim como as janelas da parede externa recebem cortinas brancas, que ameniza a claridade. No lado oposto à cama, duas cadeiras coloridas estão dispostas sobre o piso de madeira. Na parte central da parede interna, uma cômoda branca com tampo em madeira crua aumenta o conforto. Este quarto é ideal para noites de muito calor ou para visitantes informais, como familiares e amigos próximos. 

Quarto com espaço mínimo II

No projeto de Miguel Arraes Arquitetura para um loft em que o quarto é o único comodo reservado, a falta de espaço não significa falta de personalidade. Com parede em cimento queimado em que foi embutida a TV e detalhes em casquinha de tijolo vermelho, o quarto conta com um armário branco espelhado e uma cama confortável, cuja colcha colorida dá um ar de brasilidade ao ambiente. O ventilador de piso amarelo ajuda não apenas a circular o ar, como também a decorar o espaço reduzido. A imagem é de Rafael Nadler.

Residência com um só quarto I

Se a sua residência tem apenas um quarto, você pode otimizá-lo ao usar o espaço para criar ambientes distintos. Neste quarto em estilo moderno, o destaque vai para o uso de prateleiras e baús para a exibição e o armazenamento de objetos e outros itens, mas principalmente para a bancada em madeira clara com espaço para duas cadeiras pretas, que serve de home-office. A instalação da TV acima das prateleiras dispostas na parede em tom escuro também faz dispensa a necessidade de uma sala multimídia, se os moradores forem um casal.

Residência com um só quarto II

Já neste quarto moderno com elementos clássicos, que também poderia ser único, o espaço também foi utilizado para instalar uma área de home-office (com bancada em madeira e cadeiras brancas), mas ganhou ainda móveis antigos que servem de cômoda ou buffet. O espelho atrás da cômoda – onde há um oratório – amplia o espaço e fornece uma moldura moderna para o móvel. O piso em madeira e o tapete em tom semelhante trazem aconchego para o quarto. 

Quarto grande I

Em estilo minimalista, este quarto em tons de verde apresenta o comedimento próprio do estilo. Nada em excesso e muito equilíbrio na disposição dos móveis, que são poucos. A cama com cabeceira em tecido verde é ladeada por dois criados-mudos de linhas retas, um pequeno tapete estampado se situa à frente da cama e uma poltrona de desenho clássico e uma mesa estreita estão dispostas no lado oposto à cama. Já no teto, uma luminária moderna com várias lâmpadas pendentes contraste com os detalhes clássicos do quarto. O piso em madeira, por sua vez, marca presença na área ampla, contrastando com a parede pintada de cinza escuro atrás da cama. Apenas um quadro na parede ao lado das cortinas verdes e pesadas decora o ambiente. Junto à porta, um móvel pequeno exibe objetos decorativos. O resultado é um espaço leve, limpo e decorado na medida certa.

Quarto grande II

Por outro lado, este quarto grande – que também não se excede em mobiliário – apresenta uma atmosfera mais jovial, urbana e eclética. A cama de estrado baixo em madeira é moderna e original, enquanto as mesas laterais são de diferentes modelos, incluindo uma cômoda em estilo clássico. A parede preta atrás da cama reforça a ideia de urbanidade com suas frases e desenhos, que aparecem em outros pontos do quarto. O armário espelhado, além de modernizar o ambiente, amplia as suas dimensões. Uma poltrona preta com estrutura em metal  e uma luminária de piso dourada se encontram aos pés da cama, formando uma área para leitura e descanso. O piso de mármore claro dá leveza, elegância e frescor ao quarto, cujas janelas largas se estendem sobre o oceano, dando a sensação de liberdade.

Mezanino I

No projeto desta micro-casa em estilo moderno na Itália, um mezanino é a solução para a privacidade do quarto. Disposto sobre um espaço aberto dividido em sala de estar, sala de jantar, cozinha e banheiro, o mezanino apresenta guarda-corpos em metal e escada em madeira que serve de estante para livros. No mezanino propriamente dito, o quarto consiste unica e exclusivamente na cama, encostada em uma parede onde uma janela triangular dá vista para as montanhas. O quarto poderia ganhar mais privacidade com a colocação de vasos com arbustos verdes ao longo das laterais do mezanino. Seria como dormir em um jardim.

Mezanino II

Em outros projetos, o mezanino serve de quarto e não há preocupação com a privacidade. No mezanino deste loft amplo em estilo clássico, o ambiente é mais espaçoso, conta com guarda-corpos de vidro e piso de madeira escura. A cama reina sobre um tapete claro e dispõe de mesas laterais com abajures. Atrás da cama, uma bancada exibe duas pias de banheiro e, em uma porta ao lado, instalada em paredes opacas com desenhos dourados, fica o banheiro propriamente dito, onde estão todas as louças, box e banheira. Na lateral esquerda do mezanino, um espaço íntimo com bancos forrados e mesa e cadeira em estilo clássico dá acesso à escada para o piso térreo, no qual se encontram as salas de estar, jantar, cozinha e hall de entrada. O mezanino proporciona a quem está no quarto uma vista geral do loft, o que pode ser justamente o que o morador deseja.

Quando não existe quarto I

Alguns imóveis são quitinetes, lofts ou studios que não têm um espaço especialmente reservado para o quarto. Nesse caso, é preciso encontrar alternativas para instalar uma área para dormir. Às vezes, é preciso assumir abertamente o espaço como um grande quarto e optar por colocar uma cama em um dos cantos do ambiente. Na imagem acima, o espaço em estilo industrial conta com uma cama com estrutura em madeira maciça, que ocupa o centro dele. Ao fundo, estantes pretas de metal são dispostas em um nicho na parede em forma de arco e feito de pedra. O piso de tijolos vermelhos dá um certo colorido ao ambiente.

Quando não existe quarto II

No entanto, pode-se encontrar outras soluções para espaços em que não há quarto separado, como neste studio superdescolado. Todos os ambientes são integrados, mas, ao mesmo tempo, setorizados por meio do projeto de iluminação. A área do quarto tem uma cama que serve de sofá adicional, uma bancada em laca branca que serve de home-office e apoio para a cama e pendentes que valorizam os objetos decorativos dispostos na bancada. Uma divisória preta separa essa área da sala de estar, onde há um sofá de lona e uma luminária decorativa. Mais ao fundo se encontram a área de refeições e a cozinha, ambas com a cor preta dominante. Já aos pés da cama fica uma parede espelhada que amplia o espaço e onde uma porta dá acesso ao banheiro. Outras possibilidades de decoração da área do quarto seriam as novidades existentes no mercado em termos de sofás-cama que não parecem sofás-cama. Sim, eles existem! Para outras dicas sobre decoração de quartos, leia este artigo

Como você resolveria alguma dessas situações?
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda para projetar a sua casa? Entre em contato!

Solicite sua consulta grátis

Encontre inspiração para sua casa!