Como num romance: decore sua casa com seu livro favorito!

Josi Monteiro – homify Josi Monteiro – homify
Google+
Loading admin actions …

Os livros dão toque final na decoração, complementam mesas, aparadores e estantes. Gêneros, como moda, arte, viagens e automóveis de luxo, são alguns que possuem lindas capas. Eles fazem parte da composição de um espaço e harmoniza bem com diversos elementos. 

Qual a melhor maneira de expor o livro na decoração? Não existe uma maneira certa, existe sim um contexto onde o livro se encaixa de maneira harmoniosa. Os livros são artigos de decoração muito pessoais, pois carregam muito conhecimento, geralmente atrelado ao gosto de quem o possui, ou seja, são objetos que falam muito sobre a personalidade e gostos de cada pessoa. 

Além disso, é fácil trocar a decoração, basta rearranjá-los de forma diferente De pé em estantes, as lombadas coloridas criam um efeito interessantíssimo, alturas e espessuras diferentes fazem o ambiente ressaltar aos olhos. Quais móveis podem receber decoração com livro? Também não há limites, podemos falar das clássicas mesas de centro e laterais, aparadores, estantes e prateleiras. Certamente o livro é o objeto de decoração mais versátil que existe.

Uma ideia é decorar sua casa baseada na leitura que você ama, por exemplo, inovar no seu quarto ou outro ambiente, assim terá sempre um espaço lindo e acolhedor. Confira como decorar sua casa com o seu livro favorito!

Insustentável Leveza do Ser – Milan Kundera

Que tal se inspirar no livro e decorar o seu quarto com leveza e cores claras? Pois, o romance nos mostra como, na vida, tudo aquilo que escolhemos e apreciamos pela leveza acaba bem cedo se revelando de um peso insustentável. Apenas, talvez, a vivacidade e a mobilidade da inteligência escapam à condenação -- as qualidades de que se compõe o romance e que pertencem a um universo que não é mais aquele do viver’ – Seis propostas para o próximo milênio. 

O livro, de 1982, tem quatro protagonistas: Tereza e Tomas, Sabina e Franz. Por força de suas escolhas ou por interferência do acaso, cada um deles experimenta, à sua maneira, o peso insustentável que baliza a vida, esse permanente exercício de reconhecer a opressão e de tentar amenizá-la.

O lindo projeto do quarto foi criado por Piloni Arquitetura, localizado em São José do Rio Preto. 

Meu nome é Vermelho – Orhan Pamuk

Salas de estar modernas por Bhavin Taylor Design
Bhavin Taylor Design

South London Apartment

Bhavin Taylor Design

Inspire-se no romance Meu nome é Vermelho e decore sua casa com as tonalidades. O livro alia narrativa policial, uma história de amor proibido e reflexões sobre as culturas do Ocidente e do Oriente. A trama se passa em Istambul, no fim do século XVI. Para comemorar o primeiro milênio da Hégira  - a fuga de Maomé para Meca, o sultão encomenda um livro para demonstrar a riqueza do Império Otomano.Para provar a superioridade do mundo islâmico, porém, as imagens devem ser feitas com técnicas de perspectiva da Itália renascentista. 

As intenções secretas do sultão logo dão margem a especulações, desencadeando uma onda de intrigas, e um dos artistas que trabalhava no livro é assassinado. Ao mesmo tempo, desenrola-se o caso de amor entre o Negro, que voltara a Istambul após doze anos de ausência, e a bela Shekure. Construída por dezenove narradores – entre eles um cachorro, um cadáver e o pigmento cuja cor dá nome ao livro -, a história surpreende pela exuberância estilística, que reflete o encontro de duas culturas.

Kafka à Beira-Mar – Haruki Murakami

Varanda, alpendre e terraço  por Inkout srl
Inkout srl

Hug sofà – Luba console – Meteora table – Alba lamp – Alba light

Inkout srl

Uma outra inspiração para você decorar sua casa é baseado no livro Kafka à Beira-Mar, pois narra as aventuras e desventuras de duas estranhas personagens, cujas vidas, correndo lado a lado ao longo do romance, acabarão por revelar-se repletas de enigmas e carregadas de mistério. São elas Kafka Tamura, que foge de casa aos 15 anos, perseguido pela sombra da negra profecia que um dia lhe foi lançada pelo pai, e de Nakata, um homem já idoso que nunca recupera de um estranho acidente de que foi vítima quando jovem, que tem dedicado boa parte da sua vida a uma causa – procurar gatos desaparecidos. 

Neste romance os gatos conversam com pessoas, do céu cai peixe, um chulo faz-se acompanhar de uma prostituta que cita Hegel e uma floresta abriga soldados que não sabem o que é envelhecer desde os dias da Segunda Guerra Mundial. Assiste-se, ainda, a uma morte brutal, só que tanto a identidade da vítima como a do assassino permanecerão um mistério.Trata-se, no caso, de uma clássica e extravagante história de demanda e, simultaneamente, de uma arrojada exploração de tabus, só possível graças ao enorme talento de um dos maiores contadores de histórias do nosso tempo.

Snow – Maxence Fermine

Apto. Rio de Janeiro: Cozinhas minimalistas por RSRG Arquitetos
RSRG Arquitetos

Apto. Rio de Janeiro

RSRG Arquitetos

O estilo minimalista descreve perfeitamente o livro Neve, pois as cores são claras e deixa o ambiente clean e personalizado. E o romance narra a história de Yuko Akita que tinha duas paixões. Haiku e a neve. Um best-seller internacional, Snow é um romance que se lê como um poema. Límpida, delicada, e puro como o seu título.

No Japão do século XIX, um jovem haiku poeta chamado viagens Yuko através de montanhas cobertas de neve em busca de arte e encontra o amor em seu lugar. A prosa de Maxence Fermine é hipnótico, e seu amor sensual história fantástica!

A Sombra do Vento – Carlos Ruiz Zafon

Apto. Rio de Janeiro: Salas de estar minimalistas por RSRG Arquitetos
RSRG Arquitetos

Apto. Rio de Janeiro

RSRG Arquitetos

Aproveite o efeito e que a leitura traz para sua vida e transporte tudo para dentro de sua casa. Assim, como você pode incorporar elementos de pureza e leveza para o seu lar. Com certeza, você terá um decoração personalizada e cheia de estilo!

A Sombra do Vento tem uma escrita poética e muito bonita, onde o que é dito, uma simples descrição de um ato banal, é feito de uma forma melodiosa e cheia de sabor. A prosa é soberba, os termos e conceitos fabulosos e extremamente bem escolhidos e colocados. As frases desenham imagens, quadros, a cores. O livro é como uma grande pintura. A escrita de Carlos Ruiz Zafón. Fabuloso!

O Grande Gatsby – F. Scott Fitzgerald

Apartamento: Salas de jantar clássicas por Spengler Decor
Spengler Decor

Apartamento

Spengler Decor

Uma decoração perfeita é encher sua residência de flores, assim você lembrará do filme O Grande Gatsby

A existência de F. Scott Fitzgerald coincide literariamente com os dois decênios que separam as duas guerras, repartindo-se entre a América onde nasceu, numa pacata cidade do Middle West, no Minnesota, e a França, onde viveu durante vários anos com a família. 

O seu nome evoca-nos uma geração que associamos à lendária idade do jazz, vertiginosa e fútil. Fitzgerald pertenceu a essa geração, foi um dos seus arautos. A sua vida tão precocemente visitada pela fama, e tão cedo destruída, é a carne e o sangue de que é feita a sua obra. O Grande Gatsby é o seu maior romance, talvez porque nele se fundem com rara felicidade essa matéria-prima, a sua própria experiência de vida, e uma linguagem de grande qualidade poética.

E aí? Que tal começar um nova leitura hoje? Gostou do artigo? Comente.
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda para projetar a sua casa? Entre em contato!

Encontre inspiração para sua casa!