5 jardins maravilhosos para se inspirar

Eduardo Prado – homify Eduardo Prado – homify
Google+
Loading admin actions …

Está planejando um jardim cheio de plantas em casa? Ótima ideia. Muitas vezes essa é a forma de se iniciar o contato mais íntimo com a natureza. O cuidado com a preservação, as espécies escolhidas e a atenção do dia a dia faz com que possamos acompanhar com proximidade o crescimento e desenvolvimento destas plantas, o que reforça o nosso apreço.

Embora muitas pessoas sintam muita vontade de manter um jardim, a falta de espaço no lar acaba sendo um impeditivo. No entanto, ainda assim, é possível optar pelo cultivo de plantas de forma livre, ou seja, adotar um espaço em sua região para cuidar da natureza. Com esta escolha, você estará fazendo muito mais do que o cultivo em um jardim, estará também estimulando a preservação dos animais e plantas presentes em sua região. 

Para que você confira algumas possibilidades de pequenas atitudes cabíveis no seu dia a dia e que serão muito importantes para a preservação do ecossistema local, separamos um conjunto de 6 dicas simples e facilmente possíveis de serem praticadas, seja de forma rotineira ou intervalada nos parques, praças ou qualquer outro ambiente natural de sua cidade. Aproveite e pratique estas pequenas ideias. Temos certeza de que as futuras gerações irão agradecer muito a você por isso. 

Plante um jardim com materiais reciclados

Reciclar é, sem dúvidas, uma das principais formas de preservação da natureza. Além de evitar o despejo de resíduos na natureza, ao praticar  reciclagem por você estará também contribuindo para que novos recursos naturais não sejam utilizados para a produção de novos materiais. Esta é uma pequena, mas essencial atitude para contribuir com a preservação do ecossistema de sua região. Com isto, você ainda poderá ganhar maneiras muito criativas e econômicas de decorar sua casa. Como, por exemplo, neste lindo projeto da arquiteta Tatiana Junkes, de Florianópolis (SC), que reutilizou caixotes de frutas como vasos para acolher um pequeno e criativo jardim. As cores vivas utilizadas para pintar os caixotes funcionaram perfeitamente para reforçar a vibração que um espaço com plantas tem, além, claro de deixar o ambiente mais feliz.

Plante à beira de um lago

Lagos são parte muito importante do ecossistema. Ao manter a preservação deste ambiente natural, você estará diretamente ajudando muitas espécies da fauna e flora de sua região, desde peixes a garças, de pequenas flores a arvores frutíferas. É uma prática que, sem dúvidas, beneficia toda a cadeia alimentar natural. Além de contribuir positivamente para o ecossistema, ao plantar à margem de um lago, você também estará preservando um local muito agradável, afinal, fazer atividades como pesca e piqueniques à beira de um lago é algo prazeroso pela simplicidade no contato com a natureza.

Na imagem, à beira de um lago está o projeto incrível da arquiteta e urbanista Márcia Pilz, de Pinhalzinho (PR).

Plante espécies regionais

Se você tem a sorte de manter um espaço para jardim em sua casa, poderá optar pela escolha de espécies de plantas regionais para incrementar a decoração. Com isto, você estará contribuindo para a preservação e até mesmo a proliferação de espécies regionais, já que, com o desenvolvimento das espécies escolhidas, poderá replantá-las facilmente no local de origem. Além de beneficiar o próprio ecossistema de sua cidade, esta escolha contribuirá com o crescimento fácil e saudável da espécie escolhida e será economicamente ainda mais vantajosa para o seu jardim.

Na imagem, um projeto lindíssimo de jardim vertical silvestre projetado pelo escritório MC3 Arquitetura, Paisagismo e Interiores, de Santo André (SP).

Plante árvores frutíferas

Quem já colheu frutas fresquinhas diretamente das árvores, sabe o sabor gostoso que isso traz. Além de ser muito saudável para você, plantar árvores frutíferas na natureza poderá fazer com que pequenos animais locais se alimentem, embelezando ainda mais a convivência com a natureza. Para acertar corretamente nesta escolha, você poderá observar com proximidade quais as espécies de árvores que melhor se adaptam ao clima local, bem como escolher áreas com maior necessidade de árvores, principalmente por motivo de desmatamento. Optar por esta escolha, certamente, será uma atitude muito feliz, especialmente ao notar o crescimento da pequena árvore e do quanto a presença dela contribuirá para a presença da vida local.

Na imagem, um jardim incrível projetado pela arquiteta Izabela Kassar, de Campo Grande (MS).

Preserve os jardins no ambiente natural

Seja a sua escolha pela contribuição no plantio de espécies em meio ao ambiente natural de praças, parques ou jardins urbanos, um cuidado principal que deve ser tomado deve-se a preservação das características naturais do espaço. Portanto, escolher árvores de espécies semelhantes encontradas no mesmo local de plantio, pode ser ideal para contribuir com a riqueza natural do espaço. Além das árvores e plantas cultivadas, você poderá também contribuir com a manutenção e limpeza dos locais, direcionando o correto descarte de lixo com placas e lixeiras, instalação de bebedouros para pássaros e animais silvestres e, especialmente, a informação de quais espécies vivem naquele determinado local e quais os cuidados necessários que poderão ser tomados. Estas pequenas atitudes, seja em um grande parque ou em um quintal à beira de reservas, contribuirá positivamente com algo essencial para a preservação da natureza: a educação.

Na imagem, toda a beleza natural em um projeto da arquiteta Juliana Zanetti, de Barueri (SP).

Você tem outras dicas de preservação para a natureza? Conte para nós!
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda para projetar a sua casa? Entre em contato!

Encontre inspiração para sua casa!