Como Montar Uma Academia em Casa (Dicas, Fotos e Ideias)

SOLICITAR ORÇAMENTO

Número incorreto. Por favor, corrija o código do país (+55 para o Brasil), código da cidade ou número de telefone.
Ao clicar em 'Enviar', confirmo que li os Política de privacidade e aceitei que a minha informação será processada para responder ao meu pedido.
Nota: Poderá anular seu consentimento enviando email privacy@homify.com com efeito futuro

Como Montar Uma Academia em Casa (Dicas, Fotos e Ideias)

Patricia Smaniotto – homify Patricia Smaniotto – homify
CASA H.E: Fitness  por Eustáquio Leite Arquitetura
Loading admin actions …

Ter uma mini academia em casa pode ser um projeto atraente para algumas pessoas que prefeririam ter mais liberdade na hora de decidir quando se exercitar. Mas é preciso alertar para o fato de que o treinamento em uma academia caseira exige muito mais disciplina e determinação do que ir à academia convencional.

Se isso não for problema, o passo seguinte é encontrar o espaço certo na casa, que pode ser desde um canto de sala até um quarto inteiro destinado exclusivamente à academia. Quem estiver construindo a própria casa, já pode prever a academia no projeto arquitetônico. É importante também contar com o auxílio de profissionais qualificados para garantir o sucesso da montagem de uma musculação em casa.

Em todos os casos, é preciso considerar e providenciar todas as condições necessárias para o melhor uso deste espaço específico. Neste livro de ideias, apresentamos tanto estas condições, como algumas ideias e imagens de academia. Confira!

Como montar uma mini academia em casa

Há muita gente que sonha em ter uma academia em casa pelos mais variados motivos: não querer perder tempo no trânsito, não ter que sair de casa naquele dia de chuva ou frio, não precisar interagir com as pessoas naqueles dias em que só se quer ficar na sua, não ter que se arrumar muito (é, tem hora que a gente quer ficar com aquela roupa de ficar em casa mesmo) e assim por diante.

Por essas e outras, essas pessoas pensam que seria uma boa ideia ter uma pequena academia de musculação em casa. Tudo bem, um projeto de academia é um desejo válido, mas antes de mais nada é preciso se perguntar uma coisa: eu vou ter a disciplina necessária para trabalhar sozinho em casa? Se a resposta não for um enfático “sim”, é melhor desistir da ideia e continuar a malhar na academia comercial mesmo.

Isso porque mesmo o modelo de academia caseira mais barato tem custos – e seria um desperdício de tempo, dinheiro e de empenho montar uma e acabar não a usando. Assim, certifique-se de que a iniciativa não será só um capricho para não se arrepender mais tarde.

Se você chegar à conclusão de que está disposto a levar a ideia da academia caseira adiante, é hora de escolher o local. Ele pode ser uma área na sala, no quarto ou no quintal: nesse caso, a escolha de equipamentos de academia recairá naqueles mais simples e básicos. Ou pode contar com toda uma sala ou quarto que será usado apenas para isso: nesse caso, os equipamentos podem ser maiores e mais profissionais.

Condições para os projetos de academia caseira

Independentemente do tamanho do local destinado à academia caseira, algumas condições precisam ser levadas em conta: 

1. Disposição – A malhação em casa exige muito mais disciplina e disposição porque compete com outras coisas muito atraentes e absorventes, como a TV, o computador, o celular, o sono e a preguiça, por exemplo. Lembre-se de que nesse espaço não há o incentivo dos instrutores ou dos colegas de academia. Mas se você conseguir realizar o planejamento necessário, vai ter a liberdade de malhar quando quiser.

2. Circulação – O espaço escolhido para malhar em casa não pode atrapalhar o trânsito da casa, nem a circulação. Por isso, observe bem as condições do espaço, se ele pode comportar os aparelhos de academia com folga, de modo a permitir perfeitamente o treinamento.

3. Ventilação – Quando exercícios físicos são realizados, o trabalho respiratório aumenta consideravelmente, por isso o local escolhido para a academia caseira precisa ser bem arejado, seja com a presença de ventilação natural ou com um ventilador de teto que faça o ar circular e se renovar. O ar-condicionado deve ser evitado e o ambiente deve estar isento de qualquer poluição atmosférica. A rotina diária deve prever, após o treino, que o local seja ventilado, abrindo as janelas ou ligando o ventilador.

4. Iluminação – A iluminação do local da academia caseira deve ser de boa qualidade, mas não deve interferir na temperatura ambiente, causando aquecimento do ambiente.

5. Limpeza – O local da academia caseira deve ser fácil de limpar, devendo ser limpo diariamente para que não se acumule pó e, principalmente, para que não retenha o cheiro de suor. Também é importante evitar produtos à base de amoníaco e outros produtos de cheiro forte, pois podem provocar desconforto e irritação no aparelho respiratório. Outra coisa que não se deve esquecer é de, após o treino, limpar o suor dos colchonetes, dos aparelhos e do chão. Também deve-se lavar em seguida as toalhas e outros materiais que demandem lavagem. Por fim, é preciso se certificar de guardar todo o material usado apenas quando ele estiver devidamente limpo e seco.

6. Cores – As cores escuras ou fortes no lay-out da academia podem causar fadiga visual, deixar o ar pesado e indispor fisicamente, portanto dê preferência às cores claras, que dão sensação de limpeza e claridade. Por outro lado, há quem diga que, como as cores podem interferir no humor, aquelas mais energizantes como vermelho e laranja são uma boa escolha.

7. Decoração – A decoração da academia, se o espaço escolhido for um local exclusivamente destinado à malhação, deve apresentar imagens que sejam motivadoras, como fotos e cartazes de esportes, por exemplo. Ter uma vista para o exterior, como o jardim, também é uma boa ideia. Outros bons investimentos para a motivação são um aparelho de som e um aparelho de TV, que ajudam a distrair enquanto as séries de exercícios são feitas, especialmente naqueles dias em que se está mais desestimulado. Já o piso certo é essencial por uma questão de segurança: assim, nada de carpetes ou pisos escorregadios, que devem ser substituídos por borracha. Outro elemento importante na decoração da academia é o espelho, pois ele permite que se veja se os exercícios estão sendo feitos da forma correta. Se não der para colocar espelho em uma parede inteira, o ideal é obter um que permita se enxergar de corpo inteiro.

8. Organização – Sendo grande ou pequeno, o local destinado à academia caseira precisa prever espaço para guardar e organizar os materiais que serão utilizados, como toalhas, colchonetes, pesos e outros itens. Especialmente se o espaço for pequeno, organize as coisas em caixas dispostas em prateleiras ou nichos na parede. Os espaços maiores podem ter suportes especiais para peças como pesos.

9. Isolamento acústico – Há quem não gosta que as outras pessoas na casa fiquem sabendo que está se exercitando. Nesse caso, janelas à prova de som podem ser uma boa pedida, mas é um investimento caro. A alternativa é utilizar cortinas que abafem o som.

10. Acompanhamento profissional – A presença de um instrutor é ainda mais importante quando se decide se exercitar em casa, especialmente quando não se tem familiaridade com os exercícios. O instrutor ou personal trainer é necessário desde o início das atividades, pois é quem fará a avaliação física da pessoa e planejará o treino de modo que se tire melhor proveito dele e se evite dores por inadequação das práticas. Além disso, é ele quem fará as atualizações do treinamento. Por tudo isso, o instrutor é um investimento indispensável no treino em casa.

Equipamentos para uma academia caseira

Academia de Ginástica: Fitness  por BG arquitetura | Projetos Comerciais

1.Para iniciantes 

Se você é sedentário e poucas vezes ou quase nunca faz exercícios com regularidade, o melhor é que comece com equipamentos mais simples e baratos como halteres com peso fixo, medicine balls, fitballs, elásticos de resistência ou extensores, colchonetes, caneleiras e corda para pular, entre outros. Dessa forma, é possível começar com moderação e ir adequando o condicionamento físico para outras etapas. Além disso, se depois de algum tempo a motivação for perdida, não se terá gasto uma pequena fortuna com aparelhos.

2.Para experientes 

Mas se você já pratica exercícios com regularidade (especialmente os anaeróbicos), pode-se pensar em comprar equipamentos multifuncionais, ou seja, aqueles que oferecem exercícios diferentes para grupos musculares diversos. Neste caso, o investimento pode ser menos de mil reais para os modelos mais simples, que devem ser testados na loja antes da aquisição. Se esses equipamentos forem ainda muito caros diante do seu orçamento, pode-se adquirir, além dos halteres, dos extensores, das caneleiras e demais equipamentos já citados, um banco de supino ou uma barra de parede, além de realizar exercícios que utilizem o próprio peso do corpo, os quais são indicados se o objetivo for apenas manter a forma. Porém, se a intenção é emagrecer ou melhorar o condicionamento cardiovascular ou respiratório, os equipamentos a se comprar são aqueles que permitem exercícios aeróbicos, como a esteira, a bicicleta ergométrica ou spinning, elípticos, simuladores de caminhada e simuladores de remo.

Você gostaria de ter uma academia em casa?
Casas  por Casas inHAUS

Precisa de ajuda para projetar a sua casa?
Entre em contato!

Encontre inspiração para sua casa!