Casa asiática fantástica

Tony Santos Arquitetura Tony Santos Arquitetura
Loading admin actions …

Geralmente nos assustamos com grandes aglomerações de pessoas. Por exemplo, pode parecer assustador viver em uma cidade com quinze ou dezoito milhões de habitantes. Mas estas cidades existem e muitas delas não apenas funcionam como são sinônimos de cidades sustentáveis, como Nova Iorque e Tóquio, esta última eleita a cidade mais sustentável do mundo em 2015. Portanto, deveríamos olhar para estas gigantescas aglomerações de pessoas como cidades sustentáveis, onde milhões de pessoas compartilham infraestrutura (transporte, energia, água e Wi-fi) e recursos, existentes e concentrados em uma área consolidada, já que construir novas estruturas demandaria muito mais gastos e impactaria muito mais o meio ambiente do que compartilhar as estruturas existentes.

Homify apresenta hoje uma casa asiática fantástica, localizada em Joongdong, Yongin, na Coréia do Sul, projetada pelo estúdio Eu.K Arquitetos. A casa segue a lógica das construções locais, que se organizam na direção vertical, devido à escassez de território. O programa de necessidades foi distribuído em três pavimentos, resultando em um edifício de forma surpreendente. Os materiais, tijolos de concreto e madeira, são empregados sem materiais de acabamento, de modo a valorizar suas qualidades estéticas aparentes e originais, além de reafirmar o purismo estético do estilo minimalista. Em seu interior a residência se mostra bastante funcional e aconchegante, com destaque para o modo como a luz natural é capturada.

Curioso para desvendar todos os encantos e charme desta residência asiática deslumbrante? Então confira a seguir mais detalhes e imagens desta casa que se ergue em direção ao céu, de modo a driblar a escassez de terra e criar áreas livres e abertas de recreação para as crianças.

Fachada principal

A fachada da residência é caracterizada pela sua forma inusitada, pelo desenho irregular das suas janelas, pela sua materialidade marcada pelos blocos de concreto aparentes e pela sua implantação diferenciada. Curiosamente, a residência não está voltada para o passeio público. Situada em uma esquina, a casa fecha-se para as duas vias públicas. A fachada principal na verdade é a fachada voltada para o pátio interno, um dos principais ambientes da casa e o coração do projeto.

A garagem está situada no lado direito do lote e o acesso principal dá se portanto pelo lado direito, através de uma caminho paralelo ao muro e à rua principal.

Forma inusitada

O projeto rejeita a tipologia tradicional residencial, contrastando com as construções vizinhas. Para quem passa despercebido pela residência e repara apenas a forma pontuda de sua cobertura, este edifício pode parecer uma igreja. O elemento mais marcante do edifício é a forma triangular de sua cobertura, bastante imponente e expressiva, já que o programa de necessidades está organizado em três pavimentos, de modo a acomodar os ambientes demandados pela família e liberar maior espaço no pavimento térreo para as atividades recreativas dos filhos.

Patio

Apesar da elevação dos custos, devido ao gasto com a estrutura, uma das principais vantagens de construir uma casa vertical, com dois ou mais pavimentos, é que é possível desta maneira aproveitar melhor o terreno com a criação de áreas comuns e recreativas, especialmente em terrenos de dimensões reduzidas como na Coréia do Sul. Esta solução possibilitou a criação de um pátio interno, para o qual os espaços sociais da residência se abrem. O pátio é o coração do projeto e serve como extensão dos espaços de convivência e como área de recreação. O pátio é composto de um pequeno jardim e de um deck de madeira, onde as filhas do casal aprimoram os movimentos que aprendem nas aulas de balé.

Living room

Não tem sensação melhor do que passar o tempo com os filhos e acompanhar de perto o desenvolvimento deles. Uma parte importante desta desenvolvimento são as brincadeiras. Quem tem filhos pequenos sabe da necessidade de espaço para as atividades recreativas dos filhos. Criança gosta mesmo é de aventura.

Ao criar o pátio interno, o projeto cuidou também de integrá-lo ao living room. Desta forma, é possível cozinhar e observar as crianças ao mesmo tempo. O living room, que abriga a cozinha e a sala de jantar, abre-se inteiramente para o espaço exterior, através de generosos painéis de vidro móveis que descortinam a vista para o pátio e permitem a entrada de luz natural abundante.

Espaço para as crianças

O espaço sob a escada é muitas vezes visto como espaço perdido ou residual. Mas é possível aproveitar estes espaços com criatividade e transformá-los em espaços funcionais e agradáveis. Para um adulto, o espaço sob a escada pode parecer pequeno, mas que tal reservar esta espaço para a brinquedoteca ou a biblioteca das crianças?

Neste projeto, o espaço sob a escada foi convertido em uma biblioteca infantil, além das prateleiras de madeira para livros, o espaço ganhou gavetas para armazenar objetos, que servem como um tablado para as crianças.

Para obter mais inspiração e dicas valiosas para otimizar espaços, leia este artigo.

Quarto infantil

Nem toda criança gosta de dormir em beliche, especialmente na parte inferior. Talvez o problema não seja a beliche em si, mas o espaço entre as duas partes, que dá a quem fica embaixo uma sensação claustrofóbica. Neste projeto, os ambientes não seguem a lógica convencional, na qual a altura dos ambientes variam entre 2,70 e 3 metros. Por esta razão, foi possível criar esta solução para o quarto infantil. Ao invés de uma cama beliche, o projeto criou um mezanino, que abriga a cama da menina e um pequeno armário.   

Mais informações sobre projetos de quartos infantis, você encontra aqui.

Quarto de casal

O quarto de casal também possui um pé-direito duplo. Além das janelas de dimensões reduzidas, que servem mais para descortinar vistas para o espaço exterior, a luz natural penetra o ambiente através de uma abertura superior, que inunda o ambiente de luz. O quarto de casal conta ainda com uma pequena bancada de madeira, que serve como área de estudo e trabalho e desfruta de uma janela especial para ter contato com a vista do espaço externo.  

Sotao

No nível mais alto, tirando proveito da cobertura de altura acentuada, o projeto reservou mais uma sala privativa e flexível, que pode atender a diversas necessidades da família. É claro que as crianças adorariam tê-lo como a sala de reuniões infantis e jogos, mas o espaço pode servir como um quarto de hóspedes, sala de Tv, escritório ou biblioteca, agregando comodidade e flexibilidade ao projeto.

Qual destas soluções inusitadas mais motivaram você a mudar algo em sua casa?
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda para projetar a sua casa? Entre em contato!

Encontre inspiração para sua casa!