Nós vamos balançar você: inspiração para cada gosto musical!

Josi Monteiro – homify Josi Monteiro – homify
Google+
Loading admin actions …

Imagine que você está ouvindo um novo álbum e decidindo se gosta ou não. Essa rápida decisão envolve muito mais do que você imagina. Como a aceitação de uma música é algo muito subjetivo, o seu julgamento é influenciado pelas suas preferências pessoais, assim acontece quando você resolve renovar a decoração da sua casa. Todo ano surge uma nova tendência de cor e designer – o paralelo com a música é o ritmo, assim acontece o mesmo com a decoração.

No entanto, às vezes, você talvez não tenha ideia da intensidade do processo mental que o cérebro de cada pessoa passa para determinar se uma música agrada ou desagrada. E o mundo do designer também é igual – gosto é gosto! Tem gente que gosta do estilo clássico e outros que adora uma mistura eclética. Porém, ao ritmo não está presente apenas na música, ou seja, está em toda parte, como na sua respiração, nas batidas do coração, no caminhar e até na sua voz. Na natureza o ritmo está nas ondas, marés, nas fases da lua e estações, nos dias e noites, no jeito que as folhas se repetem e se organizam em torno do caule de uma planta e no balanço do vento. 

Uma curiosidade interessante sobre a definição da palavra 'ritmo', – vem do grego e significa movimento ordenado. É o ritmo que traz a sensação de balanço e movimento, fazendo o seu olhar passear de forma livre pelo ambiente. Além disso, você pode usar o ritmo para transmitir formalidade, informalidade, organização e desordem, entre outras coisas. O ritmo e o décor é um casamento perfeito! O jeito mais comum de trazer ritmo para a decoração é através da repetição e alternância de elementos – cores, formatos, texturas, objetos ou qualquer elemento. É a 'batida' da música traduzida visualmente dentro da sua casa. 

Confira!

Arrocha para a sala de estar

BEACH HOUSE - TRAMANDAÍ/RS: Salas de estar tropicais por Arquitetando ideias
Arquitetando ideias

BEACH HOUSE – TRAMANDAÍ/RS

Arquitetando ideias

O que podemos dizer sobre o ritmo arrocha? O arrocha é muito interessante, pois não deixa ninguém ficar parado e o estilo tropical é perfeito para você decorar sua sala de estar. E você pode usar o estilo dentro da sua casa, por exemplo, utilizando cores vibrantes e objetos decorativos personalizado e alegre. A música seja por entretenimento ou terapia, nos torna mais cooperativos e dispostos a fazer as tarefas que, de outro modo, seriam mais tediosas, como limpar, trabalhar, fazer exercícios ou estudar. Quando a dopamina está fazendo efeito, o seu cérebro permanece motivado para continuar e fazer tudo mais rapidamente, além de prazeroso. 

Pop para a cozinha

Cozinhas modernas por Stellati Rénovation
Stellati Rénovation

Rénovation d'un appartement à Lyon 6e

Stellati Rénovation

Que tal na cozinha um pouco de pop? Outra forma de trazer ritmo para a decoração da sua casa é usando contraste. Por exemplo, um contraste do silêncio entre duas notas musicais, ou quando tem aquele toque de bumbo de repente, no meio de uma música mais tranquila, você pode usar diferentes cores: preto e branco. E até usando a luz e sombra para dar ritmo na decoração, além de provocar uma pausa e um destaque criativo para determinado objeto que deixa o seu ambiente um charme e para lá de personalizado.  

Clássico para o quarto

Experimente ouvir uma música clássica em mono e em stereo, qual a diferença? Em mono os dois ouvidos vão perceber exatamente a mesma coisa – a simetria perfeita, sem chance de grandes movimentos. No stereo você começa a perceber o espaço melhor, cada ouvido sente sons um pouco diferenciados que se complementam. E como mencionamos no artigo o mesmo acontece na decoração de interior, ou seja, é preciso buscar a harmonia entre os elementos decorativos. Se você gosta de um estilo minimalista e, sem muitas cores no quarto, pois é perfeito para descansar e, além de transmitir uma sensação de paz. A música clássica combina perfeitamente para o seu quarto!

Fusão do jazz para o escritório em casa

A sua decoração tem que ser um show à altura do que rola no palco quando se toca um jazz. Murais coloridos, perfis sombreados e painéis de metal retorcido compõem o clima ideal para todo ambiente dedicado ao gênero musical. Você pode optar em pintar sua parede na tonalidade escura e brincar com as cores nos objetos decorativos. Além disso, coleções de itens e composições de quadros na parede são ótimos exemplos desse tipo de ritmo. O projeto do escritório foi criado por Danyela Corrêa Arquitetura, localizada em São Paulo.

Soul para o banheiro

A sensação ao ver objetos ordenados é muito diferente de ver um grupo de objetos sem um padrão de organização. Temos uma atração natural para olhar para esse tipo de composição. E o Soul entra com tudo no seu banheiro. Assim como outros gêneros, o Soul também possui suas próprias características. Ele é considerado um estilo melancólico com uma melodia ornamental, tendo improvisações e efeitos sonoros instrumentais, além da interpretação dramática da vocalista e o ritmo pode combinar com a decoração minimalista no banheiro da sua casa. 

Blues para o hall de entrada

Para a música fazer sentido, os músicos têm que estar alinhados, no mesmo tom, e têm que começar a tocar na hora certa. E a sensação de harmonia começa na entrada da sua casa, mas pode ser no ritmo do Blues.

Experimente pensar na última vez em que você fez algo legal sem desejar ouvir uma música boa de fundo. A música nos estimula, mas também pode nos acalmar. Muitas vezes, nós também relacionamos a música aos problemas emocionais, e ainda assim, ela tem a capacidade de nos libertar. Você pode nem perceber o quanto precisa da música, até o dia que chegar ao trabalho e perceber que esqueceu os seus fones de ouvido. Assim é com a decoração da sua casa, ou seja, é importante que tudo esteja em harmonia.

Gostou do artigo? Comente.
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda para projetar a sua casa? Entre em contato!

Encontre inspiração para sua casa!