Casa tradicional encantadora

Tony Santos Arquitetura Tony Santos Arquitetura
Loading admin actions …

A cultura oriental difere bastante da cultura brasileira. Embora já convivamos com os japoneses há mais de cem anos e tenhamos incorporado alguns hábitos japoneses, como a culinária, as diferenças culturais ainda permanecem bem visíveis. De modo geral, enquanto nós valorizamos as coisas novas e construímos incessantemente edifícios novos, a cultura oriental valoriza mais a tradição histórica e a preservação do seu patrimônio arquitetônico. Construir uma casa em estilo tradicional significa para eles preservar uma cultura milenar e valorizar o conhecimento transmitido por inúmeras gerações. Muitas destas construções tradicionais destacam-se pela sua capacidade de conciliar o estilo tradicional com elementos contemporâneos que resultam em um estilo

Homify apresenta hoje uma residência tradicional encantadora, localizada na Coréia do Sul e projetada pelo estúdio Kobahaus. A casa combina forma e materiais tradicionais com elementos contemporâneos, de modo a causar uma grande surpresa nos moradores e nos visitantes, que experimentam o contraste entre o aspecto tradicional da edificação e seus ambientes internos de estilo contemporâneo e minimalista.

Curioso para desvendar todos os encantos e surpresas desta residência fora do comum? Então confira a seguir mais imagens e detalhes desta casinha tradicional e encantadora que em seu interior se mostra mais sofisticada e despojada do que muitas casas de estilo moderno.

Fachada principal

Um dos principais elementos empregados para enfatizar o estilo tradicional da edificação é o desenho da sua cobertura. O telhado de quatro águas, típico das construções locais, dá identidade ao edifício e as telhas de madeira realçam ainda mais o seu estilo tradicional. Além da madeira, presente também no forro e na estrutura de sustentação da cobertura, pedras revestem os muros de divisa da propriedade, incrementando a paleta de materiais naturais. Outro elemento tradicional importante é a varanda, situada na parte frontal da residência e protegida pelo beiral generoso da cobertura.       

Estilo tradicional

A cobertura da residência é um dos principais elementos do projeto, que dá identidade ao edifício. A cobertura é como uma pirâmide apoiada sobre as paredes de alvenaria. Na cobertura estão situados os espaços íntimos. Embora de design simples, a cobertura tem sua silhueta destacada pelo vão livre em sua esquina, de modo a expressar sua leveza. O bloco inferior de alvenaria, que compõe o pavimento térreo, possui em sua esquina uma curva, que realça a assimetria e o contraste entre o bloco inferior e o volume da cobertura, de linhas retas e oblíquas.

Materiais naturais

Apesar do seu aspecto tradicional, a composição das suas fachadas surpreende pela assimetria e pelas diferentes maneiras como cada fachada expressa uma relação diferente entre o espaço interno e o espaço externo. A fachada revestida de pedras e fechada por planos de vidro revela a integração dos ambientes sociais com o jardim, situado em uma das laterais do terreno.  

Living room

No interior da residência somos surpreendidos pela presença abundante da luz natural, devido às generosas aberturas e planos móveis de vidro, e pela integração dos espaços sociais, sala de estar, sala de jantar, cozinha e um pátio interno.

A madeira é o material natural de acabamento que dá unidade ao projeto e um toque de tradição ao edifício, enquanto o mobiliário de estilo contemporâneo e design simples realçam o estilo minimalista da decoração.

Sala de estar

Assim como os demais espaços de convivência, a sala de estar tira proveito dos generosos planos de vidro, proporcionando aos moradores vistas agradáveis para o jardim. A disposição do mobiliário, com o sofá em forma de L voltado para a janela reforça o protagonismo da natureza e torna o ambiente um espaço de contemplação do jardim. A sala de estar está diretamente ligada ao pátio interno, um espaço aberto cujo piso é feito de deck de madeira, que serve de transição entre o espaço externo e o espaço interno.  

Sala de jantar

A cobertura não é apenas um elemento importante para a imagem do edifício e sua inserção no conjunto das construções vizinhas. No living room, a iluminação indireta realça as superfícies inclinadas e a textura do forro de madeira e dos elementos em madeira aparente da estrutura do telhado.

A sala de jantar é composta de uma mesa de madeira com tampo de vidro, de cadeiras de estrutura de madeira e assentos e encostos feitos de corda natural e de uma luminária de madeira de design contemporâneo. A neutralidade e depuração estética servem para voltar os olhos dos moradores para a paisagem do jardim, que invade o ambiente através de uma ampla janela.

Cozinha

A cozinha está localizada diretamente em frente ao pátio interno, tirando proveito portanto das vistas privilegiadas e da luz natural abundante. A cozinha possui armários planejados de madeira, que dialogam com o piso de madeira e realçam e realçam a combinação de tradição e minimalismo.

Mais informações sobre projetos de cozinhas, você encontra aqui.

Pátio interno

O pátio interno é uma espécie de coração da casa, que integra todos os ambientes sociais e permite um melhor aproveitamento da luz natural. Além de estar aberto para o jardim o pátio conta ainda com uma abertura zenital, que inunda o espaço de luz natural. O pátio serve também como uma extensão dos seus espaços adjacentes, quarto japonês, cozinha e sala de estar.

Quarto japonês

Em uma casa oriental não poderia faltar a sala do tatame, espaço das cerimônias sociais e rituais tradicionais. O espaço é sempre determinado pelas dimensões do tatame. O ambiente integra-se ao jardim e ao pátio interno através de amplos painéis móveis de vidro, do chão ao teto. Um dos destaques do ambiente é o forro de madeira com um painel de palha natural realçado pela iluminação indireta embutida.   

Dormitório

Os espaços íntimos estão situados no pavimento superior. O dormitório principal conta com piso de madeira e uma ampla porta-janela, que dá acesso à sacada e permite a entrada de luz e a ventilação natural.

Parece mágica, mas está janela que você vê à direita não desaparece automaticamente quando visualizamos o telhado pela parte externa. Esta janela abre-se para o living room de pé-direito duplo. 

Se você quiser decorar um quarto em estilo japonês, saiba como fazê-lo lendo este artigo.

Você construiria uma casa inspirada(o) neste projeto?
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda para projetar a sua casa? Entre em contato!

Encontre inspiração para sua casa!