Isolamento acústico: 5 dicas e conselhos para uma casa com menos barulho

Júlia Borges Alves – homify Júlia Borges Alves – homify
Apartamento JD, Gláucia Britto Gláucia Britto Quartos clássicos
Loading admin actions …

Existem muitas vantagens em morar na cidade grande. Porém, se uma das suas necessidades ao procurar por uma residência for ter silêncio e tranquilidade, então os centros urbanos podem ser um problema. Só não serão se você investir em um bom revestimento acústico que vai impedir a entrada e a saída do ruído nos ambientes, com a orientação de um arquiteto de interiores.

As principais queixas de quem sofre com este tipo de incômodo são os barulhos da rua e os ruídos causados por vizinhos. Logo, viver em apartamento ou casas geminadas aumenta o risco de se incomodar com barulho – ou de fazer os outros se incomodarem com o seu barulho.

Para especificar um pouco melhor o que é “barulho”, já que apenas esse termo é muito abrangente, pode-se classificar em dois tipos. O primeiro tipo é o aéreo que se propaga pelo ar como, por exemplo, o barulho de veículos passando na rua, pessoas conversando na sala de estar e música soando para fora das janelas. O segundo tipo é o de impacto que se propaga através das paredes e chão, como por exemplo, pessoas andando na sala de estar.

Dependendo da intensidade, o incômodo pode afetar o bem-estar e até a saúde das pessoas. Por isso a melhor solução é tomar providências para diminuir ou eliminar os ruídos dentro de casa.

isolamento acústico residencial é a principal solução. Ele não deixa que o som passe de dentro para fora e nem de fora para dentro, assim como também não deixa que o som se propague pelas superfícies.

Então, neste livro de ideias você vai ver dicas muito interessantes, por conta da praticidade e eficiência, que vão ajudá-lo a reestabelecer a paz e a tranquilidade na sua casa e na casa dos vizinhos, caso a fonte do problema seja você. Veja o que é isolamento acústico, os tipos mais usados para residências e como proceder antes de fazer alguma alteração estrutural.

1. Identificação do tipo de ruído

Em primeiro lugar, como você já viu anteriormente, há dois tipos principais de ruídos. Então, antes de alterar o ambiente para solucionar o problema, você deve identificar se o ruído é de impacto ou aéreo. Junto com essa identificação, descubra qual é a origem do ruído, que pode ser dentro da casa, de um cômodo a outro, ou pode ser externa.

Depois de saber por onde o som entra ou sai, se é por uma janela, porta, teto ou piso, então você vai pensar no tratamento acústico adequado para resolver o problema. Veja a seguir como fazer isolamento acústico em casa a partir das opções mais simples de isolante acústico que podem ser aplicados sem a necessidade de mexer na estrutura do projeto.

2. Isolamento acústico da porta

Para resolver os ruídos aéreos, você deve evitar a passagem do ar para dentro ou para fora do ambiente. Por isso, investir em sistemas de fechamento com boa vedação fará toda diferença. Existem selantes para portas específicos para esse fim, mas é necessário que o material da porta também seja bem fechado, absorvendo o ruído, como o MDF.

Outra opção é pendurar na frente da porta uma cortina acústica ou tiras de espuma, mas que não são a melhor opção estética, dependendo do estilo da sua decoração.

Se o problema vier de fora da residência, uma das possíveis soluções é substituir a porta de entrada por uma de madeira maciça, pois a madeira em si já é um isolamento acústico para portas, quando é maciça.

3. Vidro acústico para janelas

Além das portas, as janelas que não estão devidamente isoladas também podem deixar o som passar. Então, preste atenção em como funciona o sistema de fechamento das janelas da sua residência, pois com o tempo os materiais podem sofrer alterações e isso pode significar a criação de brechas e vãos.

Se for o caso, faça a substituição por janelas isolantes de PVC e com vidro acústico, que são os vidros duplos ou triplos, contribuindo também para o isolamento térmico. Outra opção é instalar persianas de rolar, que além de contribuírem para deixar o ambiente mais escurinho quando estiver dormindo, vão ajudar a reter o som.

4. Isolante acústico para piso e paredes

Se o tipo de ruído que mais incomoda é o de impacto, então o tratamento acústico deve estar focado nas paredes e pisos. O chão revestido com materiais duros são os que mais permitem a reverberação do ruído.

Por isso, uma solução interessante é a troca do revestimento por materiais como madeira, piso vinílico e emborrachado, por exemplo. Na hora de escolher entre piso laminado de madeira ou vinílico, essa segunda opção oferece melhor conforto termoacústico. Uma outra opção mais prática caso não possa substituir o piso agora é colocar tapetes, e quanto mais grossos, melhor.

Para as paredes, uma das soluções mais simples para ajudar a reduzir o ruído, mas sem solucioná-lo por completo, é a escolha cortinas de tecido grosso para as janelas. Normalmente, o revestimento acústico para parede é instalado durante a construção, pois ele fica por entro da parede. Mas você também pode aplicar um revestimento externo, como painéis especiais que também servem como decorativos.

5. A função do mobiliário como isolante acústico

Certamente você já percebeu que um ambiente vazio faz eco, cujo som se propaga em larga escala. Mas conforme vai colocando o mobiliário, o som vai rebatendo nos móveis e deixa de reverberar. Então, é muito importante organizar a mobília em locais estratégicos do ambiente para que contribua com o isolamento acústico.

Dê atenção especial aos estofados, que absorvem melhor o som, como os sofás e poltronas. Os tapetes também são excelente opção quando são grossos, inclusive aqueles modelos de parede, além dos quadros decorativos. Uma dica de isolamento acústico no quarto é escolher uma cabeceira de cama estofada, pois também vai ajudar a absorver o som.

​Se for construir, pense no projeto acústico

Todas as soluções simples de revestimento acústico que vimos até agora ajudam quando você entra em uma residência já pronta, mas o resultado pode ser muito melhor caso você esteja construindo ou reformando sua residência. Se você tiver vizinhos dividindo a mesma parede com você, é agora o melhor momento para providenciar o melhor isolamento acústico da parede geminada.

Lembre também que você poderá sofrer com o ruído da rua, como carros, buzinas, cães e aviões, como tampouco vai querer que as pessoas na rua ouçam o que você está fazendo dentro de casa. Aliás, não só as pessoas da rua. Especialmente se tiver crianças, é bem interessante fazer quarto com isolamento acústico para que elas possam dormir melhor, sem terem o sono interrompido pelo som das pessoas nos demais cômodos.

Nesse caso, mesmo antes de começar a construir, deverá solicitar ao engenheiro ou engenheiro que elabore o projeto considerando paredes, pisos e teto com isolamento acústico. Então, haverá muitas opções de revestimento a escolher, e as melhores são aquelas que também contribuem com o conforto térmico.

Os materiais mais comuns são a lã de rocha, mantas acústicas, forros acústicos, espumas acústicas e outros materiais que sejam bem densos e fechados, absorvendo o som e impedindo sua propagação.

Para fazer a escolha ideal, o arquiteto ou engenheiro terá de fazer uma avaliação de toda a estrutura, considerando peso, densidade, resistência mecânica e outras configurações bem específicas. Então, conte sempre com um profissional, pois não basta você escolher o material que quiser e acabar comprometendo a estrutura da residência.

Mais 4 dicas fáceis e eficazes para melhorar o isolamento acústico da sua casa!

Escolha móveis e acessórios com grande quantidade de fibras na composição – Por causa dessas fibras, cortinas, tapetes, tecidos e almofadas absorvem o som e eliminam os ecos.

Recorra à presença fresquinha e natural das plantas – Essas verdinhas, das mais variadas espécies, tornam o som difuso, pois o refletem em todas as direções. Quanto mais plantas, mais elas absorvem o som. Uma boa opção para cobrir uma parede é o jardim vertical.

Aposte em esquadrias de qualidade e acústicas – Esses elementos vedam muito bem as frestas das janelas, bloqueando assim a passagem do som e trazendo mais conforto acústico dentro de casa.

Compre o modelo certo de ar-condicionado – Quando se usa o modelo colocado na janela, existe uma comunicação com o exterior, o que portanto permite a passagem do som para o interior. Para evitar isso, opte por equipamentos tipo split. 

Você sofre com a falta do isolamento acústico na sua casa?

Precisa de ajuda para projetar a sua casa?
Entre em contato!

Encontre inspiração para sua casa!