8 formas de utilizar o pisograma nas suas áreas externas

SOLICITAR ORÇAMENTO

Número incorreto. Por favor, corrija o código do país (+55 para o Brasil), código da cidade ou número de telefone.
Ao clicar em 'Enviar', confirmo que li os Política de privacidade e aceitei que a minha informação será processada para responder ao meu pedido.
Nota: Poderá anular seu consentimento enviando email privacy@homify.com com efeito futuro

8 formas de utilizar o pisograma nas suas áreas externas

Nicole Nunes – homify Nicole Nunes – homify
Garagens e edículas  por 門一級建築士事務所
Loading admin actions …

Durante as diferentes fases de um projeto arquitetônico, há muitas decisões importantes que devem ser tomadas por arquitetos e clientes juntos. Dentre elas, a escolha dos revestimentos é de suma importância para garantir tanto a boa qualidade da obra quanto um aspecto visual atraente. Os revestimentos estão presentes em todos os cômodos de uma casa, desde o menor dos ambientes internos até os jardins, terraços e varandas. Por motivos óbvios, os pisos são os primeiros a serem pensados, e seu efeito visual afeta um ambiente por completo.

Seja qual for o ambiente, o piso deve ser resistente, duradouro e de fácil manutenção. Tratando-se de pisos externos há uma questão a mais: assegurar a permeabilidade do solo. Este é um ponto obrigatório dentro de projetos arquitetônicos residenciais e comerciais. Ao falar em pisos permeáveis, logo imaginamos que se deve prever um amplo jardim, ou ao menos um gramado, o que por um lado é bastante agradável, mas por outro acaba desperdiçando uma área que poderia ser utilizada para caminhar ou estar. A boa notícia que temos para você, é que o mercado da construção possui opções perfeitas para quem deseja unir o útil ao agradável em casos como este, e os nossos arquitetos conhecem a melhor maneira de aplica-los.

Pensando nisso, hoje a homify preparou um livro de ideias todo dedicado ao pisograma, um tipo de piso frequentemente utilizado em áreas externas como jardins e garagens. Se você quer aprender mais sobre este material e conhecer as diferentes formas de utiliza-lo, continue conosco!

1. O que é pisograma?

Garagens e edículas  por EU LISBOA
EU LISBOA

Estacionamento

EU LISBOA

Como o próprio nome já diz, o pisograma é um tipo de piso que incorpora a grama em sua estrutura, e por isso é capaz de garantir a boa permeabilidade dos solos naturais. Basicamente, sua construção consiste em uma trama de concreto com espaços abertos por onde a grama pode crescer. Por este motivo, é um piso altamente recomendado para áreas externas, principalmente onde há a circulação de pessoas. 

Por tratar-se de uma estrutura de concreto, o pisograma apresenta alta durabilidade e ótima resistência, sendo frequentemente utilizado para conformar o acesso de garagens.

2. Desenhos originais

De modo geral, o pisograma é encontrado em placas prontas de tamanhos variados, por exemplo de 50x50cm, e montado em obra. No entanto, também pode-se construir um piso deste tipo de acordo com as necessidades do projeto, levando em consideração seu caráter estético e funcional. Dependendo da intenção do projeto, peças de concreto podem ser utilizadas para desenhar os caminhos de passagem que guiam aos acessos da casa através do jardim.

3. Como funciona?

Casas  por homify

Com certeza você já viu o concregrama instalado em vários projetos, mas afinal, como este piso funciona? Seu funcionamento é bastante simples e fácil de entender. Como já mencionamos no início, sua estrutura é conformada por uma espécie de malha de concreto, cujos orifícios devem ser deixados abertos para que a água possa permear o solo. Portanto, a absorção é a principal razão para aplicar tal piso em um projeto, pois, principalmente em dias de chuva forte, reduz a probabilidade de enchentes e poças d'água.

Para aplicar o pisograma, o solo deve estar completamente nivelado para facilitar a instalação das peças, que são produzidas segundo medidas padrão. Após a colocação da malha no solo, que deve estar preparado com areia grossa, a grama pode ser plantada em seus orifícios.

4. Efeito visual

O que define um projeto arquitetônico de qualidade? Naturalmente, uma combinação de diversos fatores, mas principalmente a capacidade de resolver determinada demanda através de soluções criativas e de estética atraente. Ou seja, uma construção não deve ser meramente bonita ou funcional, mas sim o resultado de ambos os conceitos juntos. Dentro deste contexto, o pisograma é incrível porque garante a boa funcionalidade da área, enquanto oferece um aspecto agradável e natural.

Mais uma grande vantagem deste revestimento, é que se adequa a qualquer estilo arquitetônico. Como vemos na imagem, o pisograma entra em total harmonia com o estilo moderno desta residência graças ao efeito do concreto. No entanto, como sua estrutura combina o material seco com a vegetação, também encontra equilíbrio com o estilo rústico, e até mesmo o clássico.

5. Perfeito para climas quentes

Já que o concregrama é ótimo para absorver as águas das chuvas e garantir a boa permeabilidade do solo, o material também eleva o conforto ambiental dos espaços no qual é aplicado, pois reduz o calor destes ambientes. Sendo assim, vale a pena aproveita-lo para construir áreas de estar externas, por exemplo próximo à piscina, churrasqueira ou terraço.

Definitivamente, em relação à estética, o pisograma oferece um resultado muito interessante por conta do contraste criado entre os seus materiais: por um lado, o concreto firme e cinza, por outro a grama orgânica e verde.

6. Desvantagens

Com certeza, o pisograma apresenta muito mais vantagens do que desvantagens, mas ainda assim há certos pontos negativos que você deve ter em mente antes de dizer sim ao revestimento. 

Em primeiro lugar, antes da sua instalação, o piso deve estar completamente nivelado, portanto o concregrama exige certo trabalho antes da colocação e não pode ser aplicado diretamente em um gramado. A grama deve ser plantada dentro de cada uma de suas aberturas. Em segundo lugar, apesar de ser uma ótima alternativa para conseguir áreas de circulação que sejam permeáveis, o piso não é o mais confortável para caminhar, principalmente com sapatos de salto, que podem prender-se em seus orifícios e causar acidentes.

7. Alternativas

Levando este segundo ponto negativo em consideração, há algumas alternativas para substituir o pisograma em áreas de circulação intensa, mas ainda mantendo a permeabilidade do solo. Nestes casos, o mais recomendado para áreas de lazer ou entradas de pedestres é que se utilize placas maiores de concreto para determinar os caminhos de passagem. Desta forma, evita-se acidentes e conforma-se uma circulação mais confortável.

O projeto a cima mostra esta solução em prática através de um desenho moderno baseado em linhas retas e peças retangulares para contrastar com a arquitetura tradicional da casa.

8. Para jardins

Detalhe dos muros de pedra com patamares e as mudas de jaboticaba plantadas e o piso com concre-grama.: Jardins  por Bizzarri Pedras,
Bizzarri Pedras

Detalhe dos muros de pedra com patamares e as mudas de jaboticaba plantadas e o piso com concre-grama.

Bizzarri Pedras

Em suma, as vantagens do pisograma são muitas e temos certeza de que é um revestimento de sucesso para projetos arquitetônicos e paisagísticos. Seu efeito é moderno, mas combina com ambientes completamente naturais e orgânicos graças ao contraste interessante criado entre um material e outro. Perfeito para garagens, corredores externos e áreas de lazer, não é à toa que este revestimento pode ser encontrado por todos os lados.

Gostou do revestimento? Conte-nos como você gostaria de aplica-lo na sua casa!
Casas  por Casas inHAUS

Precisa de ajuda para projetar a sua casa?
Entre em contato!

Encontre inspiração para sua casa!