Escolha a porta certa para sua varanda!

Josi Monteiro – homify Josi Monteiro – homify
Google+
Loading admin actions …

Escolher as portas que vão compor os cômodos da sua casa é um momento muito importante para finalizar a obra, principalmente para a varanda. As portas têm um grande poder decorativo e diversos modelos propiciam amplitude para seu ambiente. A porta de correr se enquadra nesse perfil, graças ao seu sistema de abertura movido para o lado. A porta de vidro, por exemplo, dá um toque especial ao espaço – dos mais clássicos aos mais tradicionais.

Para as varandas que dão acesso aos quartos, aposte na porta de correr de aço, material resistente às intempéries, pois você precisa escolher uma porta eficiente. Já para separar ambientes, um modelo cheio de charme e que proporciona um aspecto mais sofisticado é a porta de correr de madeira. No mercado há opções com diferentes alturas e larguras e com aberturas para o lado direito, esquerdo e central – com abertura para ambos os lados.

Saber escolher a porta certa para sua varanda é importante, pois existe uma certa para cada ambiente da sua residência. As portas não são somente para fechamento de ambientes, mas também responsáveis pela combinação e harmonia do mesmo. Do simples ao sofisticado, de abrir ou correr, com uma ou duas folhas – elas têm outras funções numa edificação, que vão de decoração à segurança, ou seja, na hora de comprar é essencial avaliar alguns critérios: divisão de ambientes, conforto termoacústico, luminosidade e privacidade, sempre dando preferência à qualidade e resistência do material e dos componentes. 

Confira como escolher a porta certa para sua varanda!

Como elas vão abrir?

A porta da varanda pode ser de abertura normal, de correr ou até mesmo pivotante, às vezes, puxadores nem sempre são indispensáveis. Existem alguns modelos que trazem esculpidas em si um puxador em declive, mas para as portas tradicionais, puxadores em aço inox continuam na moda.

Qual será o design?

Terraços  por LEIVARS
LEIVARS

Porthleven

LEIVARS

O design sempre depende do estilo que você busca para decoração final da sua casa, pois a porta é um item indispensável num cômodo, já que assegura proteção, privacidade e, obviamente, permite a passagem de um local a outro. Quando a porta for uma porta de vidro, talvez a privacidade não seja exatamente seu forte, ao contrário das clássicas portas de madeira, mas sua beleza e versatilidade permitem que seu uso seja cada vez versátil dentro de residências e em ambientes de trabalho onde a transparência é valorizada.

Que tipo de vidro?

O tipo de vidro sempre depende do estilo da porta, por exemplo, o vidro temperado é feito a partir do vidro comum, num processo de aquecimento e resfriamento. Ele se torna mais rígido e durável, e é o mais indicado na hora de escolher uma porta. Já o vidro laminado é composto por duas camadas, intercaladas com resina; quando quebrado, ele não se espalha, mas segura os estilhaços, formando uma espécie de teia de aranha. 

Amplamente utilizada em salas, varandas, boxes de banheiro e em escritórios, as portas de vidro são uma ótima opção para quem deseja modernidade. 

Quais são os materiais duráveis?

Terraços  por Atelier Lopes da Costa
Atelier Lopes da Costa

Casa A.F. | atelier d'arquitectura J. A. Lopes da Costa

Atelier Lopes da Costa

O material utilizado na fabricação das portas não é sempre igual. O vidro comum pode ser “verde” – observando o topo do mesmo percebe-se coloração ligeiramente esverdeada, ou “leitoso” – de coloração branca, fosca, podendo ter como detalhe algum outro tom ou não. Fáceis de limpar e podendo ser encomendadas sobre medida, elas também possuem a grande vantagem da neutralidade, que as permite combinar com praticamente todos os tipos de mobília disponíveis e cores de tintas nas paredes.

Que cor ela vai ter?

 Casa, Condomínio Ibi Aram, Itupeva, São Paulo, Brasil: Terraços  por Larissa Carbone Arquitetura e Interiores
Larissa Carbone Arquitetura e Interiores

Casa, Condomínio Ibi Aram, Itupeva, São Paulo, Brasil

Larissa Carbone Arquitetura e Interiores

A escolha da cor é livre, pois você pode comprar uma porta tradicional e pintá-la de acordo com seu gosto. Além disso, você pode utilizar cortinas como molduras e para controle da visibilidade e iluminação. Agora, em casas com crianças pequenas, recomenda-se o uso de pequenos adesivos ou objetos que lembrem onde a porta está e se está fechada, para evitar colisões. É importante cuidar da segurança das crianças. O projeto da foto foi desenvolvido pelo escritório Larissa Carbone Arquitetura e Interiores, localizada em São Paulo. 

Quão grande será?

Residência LB - Carlos Bratke : Terraços  por Joana França
Joana França

Residência LB – Carlos Bratke

Joana França

Para separação de jardins, varandas e lavanderias, a transparência total fica ao seu critério e gosto. O vidro pode incrementar a decoração do ambiente, sem perder o charme. Se o que estiver do outro lado puder ser mostrado sem problema algum, não há motivo para não escolher uma porta transparente. Em alguns casos, toda parede é revestida apenas com vidro, abrindo-se apenas a parte central ou boa parte dela. Numa sala de apartamento, é o cenário ideal para uma vista incrível da cidade. Assim como numa casa de campo, em que a paisagem natural parece “pular” para dentro da casa com a transparência.

E aí?! Gostou do artigo? Comente.
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda para projetar a sua casa? Entre em contato!

Encontre inspiração para sua casa!