10 mesas de jantar de vidro chiquérrimas

Gabriela Lobianco Gabriela Lobianco
Loading admin actions …

Os primeiros registros da descoberta do vidro são de de 5000 a.C. E, ao que tudo indica, mercadores fenícios acidentalmente fizeram uma fogueira à beira da praia sobre a qual colocaram panelas feitas de nitrato de sódio. Com isso, a combinação entre fogo, areia e a substância nitrato de sódio, aparentemente fundiu em um líquido translúcido que ficou conhecido como vidro. 

Trata-se de um elemento fluido, com alto grau de viscosidade à temperatura ambiente, que varia dependendo da mesma. Sendo que a partir do momento que a mistura de componentes (areia com os ingredientes químicos) são elevados à temperatura de 1500º C, uma massa plástica e viscosa se forma. 

A medida que o tempo foi passando, a maneira de produzir o material foi se sofisticando chegando ao seu ápice na ilha de Murando perto de Veneza, por volta de 1300, com uma técnica de vidro moldado à rolo. Inclusive, a região ficou conhecida até os dias de hoje como especializada na concepção de vidro artístico. 

Existem diversos tipos de fusões, reações químicas e matérias-primas envolvidas no processo que culmina na criação do vidro. E, também, diferentes técnicas para atingir esse resultado. Com isso, dependendo da temperatura e da pressão de cozimento determina-se o tipo de material, como espessura, claridade e qualquer outro fator.

Foi somente a partir do século XVIII, no reinado de Luis XIV na França, que os mestres vidreiros abriram uma indústria de vidros, criando trabalhos artísticos e peças de móveis com essa matéria prima, fazendo parte dos objetos que compõe o nosso dia-a-dia.

Esse material tão requintado e nobre com certeza e usado na decoração de interiores com muito prestígio. E, dentre as infindáveis utilidades, está a concepção de mesas de jantar com tampos de vidro. Elegantes e funcionais, esse tipo de mesa com certeza adiciona um visual impar para o décor da nossa casa. Com isso em mente, a homify separou nesse livro de ideias 10 mesas de jantar de vidro chiquérrimas para você se inspirar. A nossa seleção, feita com muito carinho, atiçará a sua vontade de repaginar o look do seu lar!

1. Madeira

Casa Alphaville | Cond. das Árvores: Salas de jantar modernas por Maina Harboe Arquitetura
Maina Harboe Arquitetura

Casa Alphaville | Cond. das Árvores

Maina Harboe Arquitetura

Esse espaço moderno e integrado, com acabamento em madeira mais escura, ganha uma mesa para oito lugares quadrada e centralizada no piso de porcelana branco, que destaca junto da iluminação, esse móvel.

2. Jantar & Copa

Normalmente, a copa é o lugar da casa aonde se fazem as refeições e estava associada a parte da cozinha na qual se instalava uma mesa com cadeiras, para que fossem feitas alimentações rápidas ou não tão sociais. Com o advento dos espaços gourmet que promovem um convívio social nas residências, a copa acabou por ser parte da sala de jantar que também integrou-se com a cozinha e a sala de estar. Nesse conceito de décor desenvolvido pela equipe do Arquiteto Aquiles Nícolas Kílaris, a mesa de jantar com tampo de vidro faz contraponto com o móvel aparador revestido de espelho. A cozinha projetada de forma funcional e integrada favorece o convívio da família. A ilha de cocção de alimentos próxima a bancada de refeições foi um pedido especial, pois permite que o “chef” não fique isolado de seus convidados. Graças ao grande pano de vidro do living, é possível contemplar deste ambiente, todo o cenário cinematográfico da área de externa, onde estão localizados o jardim, espaço gourmet e piscina.

3. Lustre

A iluminação da sala de jantar também tem um papel importante de como a centralização da mesa e o seu material reflete na composição final desse cômodo. Assim, essa mesa com de oito lugares recebe uma grande quantidade de luz, sendo peça principal do look do ambiente. Os armários com portas de vidro complementam esse décor, clean e bastante funcional. 

4. Base rústica

As mesas com tampo de vidro tem como grande característica uma base diferenciada, com layout por vezes arrojado e, de um material, textura e coloração, que precisam se destacar, justamente porque aparecem através do tampo – já que o vidro é transparente. Nesse exemplo, a estrutura sob o tampo imita um tronco de uma arvore maciça, trazendo elementos rústicos num décor com linhas modernas. E, o resultado final da decoração dessa sala contemporânea ficou magnifico!

5. Redonda

Com base de metal, essa mesa redonda para quatro lugares complementa o décor desses apê com ambientes separados ao mesmo tempo que integrados. Para outras ideias de decoração e muito mais sobre o mundo do design de interiores confira o site da homify e nosso conteúdo exclusivo.

6. Quadrada

Tonalidades neutras e materiais naturais compõe o mobiliário e acabamentos da decoração desse cômodo integrado jantar e cozinha. A mesa com tampo de vidro super sofisticada contrapõe com o lustre moderno e arrojado. O estofado das cadeiras mais sóbrias finalizam a concepção do móvel fazendo desse cômodo um espaço super agradável de integração e convívio social. 

7. Base de Metal

A mesa com pé e estrutura de apoio de metal combina com a tonalidade da base das cadeiras e com o couro de revestimento de estofado desse assento. O legal desse ambiente integrado e que a sala de jantar e seu mobiliário fica numa plataforma de nível mais alto que a sala de estar feita de cimento, mais rústico e ate industrial, trazendo uma dura e sóbria, bem industrial em contraponto com os outros itens moderno do espaço. 

8. Retangular

Cidade Jardim | Residenciais: Salas de jantar modernas por SESSO & DALANEZI
SESSO & DALANEZI

Cidade Jardim | Residenciais

SESSO & DALANEZI

Tanto o tampo desse exemplar como a base seguem linhas retangular, o que proporciona maior sustentação da parte de vidro que compõe a peça.  Inclusive, a base combina com a parte do estofado das cadeiras, harmonizando com a madeira responsável pelo layout dos assentos.

9. Colorida

Novo e descolado.: Salas de jantar modernas por C. Arquitetura
C. Arquitetura

Novo e descolado.

C. Arquitetura

Alternativamente, a base de suporte da mesa pode ser colorida, como no caso da foto, combinando com os pés da cadeira, de coloração branca. Esmaltada, também faz uma composição interessante e sofisticada com o tecido do assento, que varia entre o liso e o florido. Modelos assim combinam com o restante do cômodo com mobília eclética e colorida. 

10. Clássica com twist

A diversidade de layouts faz com que as mesas de vidro sejam bastante requisitadas como peças decorativas em ambientes personalizados, como esse da foto. Essa composição ousada e clean traz novamente uma base diferente, com dois apoios na ponta de cada da parte menos do retângulo que compõe o tampo e um apoio no piso de formato horizontal. 

Qual mesa você mais gostou?
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda para projetar a sua casa? Entre em contato!

Encontre inspiração para sua casa!