Aprenda a lidar com a síndrome do ninho vazio

Marcio L Santos Marcio L Santos
Loading admin actions …

Esta é uma fase pela qual a maioria das famílias passa. Após algum tempo, é comum que os filhos saiam de casa, seja para estudar em outra cidade ou outro país, para morar sozinhos ou constituir uma nova família. Nesse momento, pode surgir uma condição que os especialistas chamam de síndrome do ninho vazio, que se caracteriza por um estado de depressão por parte dos pais após a saída dos filhos de casa. A síndrome do ninho vazio costuma ocorrer por conta da sensação de perda de função por parte dos pais. Dedicados de corpo e alma à criação e à educação dos filhos, muitos pais se sentem perdidos quando esta função é subitamente retirada deles.

A síndrome do ninho vazio costuma ser bastante pontual, como momentos de início e fim bem determinados. Ela começa no momento da separação dos filhos e termina, se tudo der certo, com o estabelecimento de uma nova ordem familiar. A intensidade desta condição varia de acordo com diversos aspectos, desde a própria personalidade dos pais até o motivo da separação. Quando esta ocorre por conta de um casamento ou mudança motivada por estudos ou trabalho, o processo torna-se menos doloroso, até por conta da participação dos pais em todo esse movimento. Já se a síndrome do ninho vazio deriva de uma briga ou caso de morte, a dor se torna mais intensa e com probabilidade de durar bem mais do que o esperado.

Neste artigo do homify, selecionamos algumas orientações importantes para quem está (ou está em vias de entrar) neste momento da vida. São soluções simples e eficientes que podem ajudar você a atravessar essa nova fase de forma mais suave e menos dolorosa.

Como lidar com o ninho vazio?

Quarto solteiro: Quartos  por Maurício Queiróz
Maurício Queiróz

Quarto solteiro

Maurício Queiróz

A síndrome do ninho vazio acontece quando, por determinados motivos, o filho sai de casa, deixando apenas os pais, sozinhos, em uma casa antes desenhada para abrigar uma família. É um momento de transição que ocorre na maioria das famílias. A grande questão é justamente esta: como lidar com isso da maneira mais positiva possível? Especialistas afirmam que esta é, na verdade, uma oportunidade para buscar um novo sentido e uma nova forma de se ver a vida. Ainda que a sensação de perda de função seja inevitável, é nestas horas que se deve buscar novas atividades, como fazer cursos, praticar esportes, procurar sociedades ou ONGS que façam trabalhos solidários, etc. Tudo isso com um objetivo: manter a cabeça ocupada, estabelecer uma nova rotina e esquecer um pouco da saudade.

Antes de redecorar, cuide de suas emoções

Quarto da jovem fashionista: Quartos  por Coutinho+Vilela
Coutinho+Vilela

Quarto da jovem fashionista

Coutinho+Vilela

A primeira coisa a se fazer para se livrar da síndrome do ninho vazio é encarar este momento de frente. Ele vai acontecer, de qualquer maneira. A intensidade e o peso é que variam de caso a caso, de pessoa a pessoa. Uma das soluções mais eficazes de se lidar com esta condição é trabalhar em sua prevenção, buscando minimizar seus efeitos antes que ela aconteça. Assim, é importante que os pais ajudem seus filhos neste processo ao longo dos meses, participando ativamente da mudança e já pensando no que fazer depois que ela aconteça. Nestas horas, vale a pena os pais conversarem com amigos, buscar orientações em livros ou em consultas para aprenderem a lidar com suas emoções de forma efetiva e positiva.

Veja o que vale a pena ser guardado

Independentemente do que se vá fazer com o quarto, o fato é que não se pode deixá-lo da mesma maneira, a menos que a saída do filho seja temporária. Mudar a decoração do quarto é um ponto fundamental para ir além da síndrome do ninho vazio. Um quarto fechado, do mesmo jeito que ficou por anos, é uma lembrança e uma esperança de retorno que só irá aumentar a sensação de vazio. Por isso, faça uma geral no quarto antes de começar a pensar em qualquer coisa. Se o quarto é repleto de lembranças e acessórios, como neste projeto da Konverto Interiores e Arquitetura, do Rio de Janeiro, comece vendo o que vale a pena ser guardado e o que não vale. Guarde livros, fotos, CDs e filmes. Veja se os acessórios podem ser usados em outras peças da casa. O importante é lidar com estes materiais de forma bem objetiva!

Decida em família o que fazer com o quarto

Residência Jardim Europa/SP: Escritórios  por Renata Romeiro Interiores
Renata Romeiro Interiores

Residência Jardim Europa/SP

Renata Romeiro Interiores

O fato é que, após a partida do filho ou da filha, você terá um ou dois quartos vagos a mais em casa. Muitas pessoas preferem deixar estes quartos como espaços para as visitas. Já outros preferem mudanças radicais, dando ao espaço uma nova e inédita funcionalidade, como nesta biblioteca e escritório de uma residência do Jardim Europa, em São Paulo. Mas é importante discutir o que se vai fazer com o antigo quarto com toda a família, até mesmo com os filhos que saíram, se for o caso. Um cômodo disponível pode ser a oportunidade que o pai espera para montar seu escritório, do mesmo modo que pode ser a oportunidade que a mãe deseja para montar uma academia. Nestas horas, o diálogo é fundamental!

Não encha o espaço com objetos indesejados

Sala de estar com home theater moderno: Sala de estar  por D`Vita - Marcenaria de Luxo
D`Vita – Marcenaria de Luxo

Sala de estar com home theater moderno

D`Vita - Marcenaria de Luxo

Um dos maiores cuidados que se deve ter com o quarto vazio é não transformá-lo em um depósito de objetos velhos ou indesejados. E essa é uma armadilha na qual se pode cair de forma muito fácil, seja com a bicicleta que ocupava espaço na área de serviço como com a caixa do ar-condicionado que agora funciona como depósito de papéis velhos. Não caia nessa! Ter um espaço disponível em casa é um privilégio que deve ser aproveitado de forma inteligente e eficiente. Uma dica muito interessante é transformar o novo espaço em um home theater, por exemplo. Aqui no homify, você encontra as dicas mais interessantes para transformar sua sala em algo novo e divertido.

Pense em um espaço para o seu filho quando vier se hospedar

Exceto em casos de falecimento ou brigas, é comum que os filhos que moram em outras cidades eventualmente retornem para a casa em aniversário, festividades ou feriados prolongados. Por isso, é importante pensar onde eles vão dormir quando vierem para casa. E, em muitos casos, é preciso até pensar onde seus netos irão ficar! Se o casal preferiu manter o quarto com esta funcionalidade, mas atuando como quarto de visitas, tudo fica mais fácil. Caso o quarto tenha se transformado em um spa interno ou em uma biblioteca, a saída é improvisar com colchões, sofás e outras peças. No fundo, o que vale mesmo é o reencontro e a alegria de estarem juntos novamente.

Pense em ago que vai encantar você

Quarto de crianças  por dopplo
dopplo

Dormitorio infantil

dopplo

Para quem vai transformar o ninho vazio em um espaço diferente, é importante pensar numa solução que seja agradável para o casal – e cujo resultado seja encantador em todos os sentidos. Por isso, o ideal é contar com a ajuda de profissionais, sejam da área de design, arquitetura ou decoração de interiores, de modo que o projeto que se tem na cabeça seja realizado da forma mais efetiva possível. É importante ter com clareza os objetivos que se deseja para o espaço, de modo que a execução das eventuais reformas aconteça sem atropelos. No caso de uma reforma, é preciso estar preparado para algumas semanas de reforma em casa – o que, no fundo, ajuda ainda mais a focar em outras coisas que não sejam apenas a saudade.

Encare o novo espaço com alegria

Agora o novo espaço já está pronto. Ainda que todos os anos em que ele funcionou como quarto para as crianças esteja muito presente na memória, este é o momento de dar as costas ao passado e começar uma nova fase da vida. No caso dos casais, é o momento de deixar de se ver apenas como os pais e voltar a se encarar como parceiros de vida. Para aqueles que ficam sozinhos em casa, é o momento de buscar novas amizades, novos desafios e novos projetos. A síndrome do ninho vazio é inevitável, mas as pessoas têm consigo todas as ferramentas para deixá-la para trás o mais rápido possível.

Tem mais algum assunto que você gostaria de ver por aqui? Mande para a gente a sua sugestão.
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda para projetar a sua casa? Entre em contato!

Encontre inspiração para sua casa!