Cozinhas modernas por Somos Arquitectura

10 Erros Que Você Não Pode Cometer Ao Planejar Sua Cozinha

Patricia Smaniotto – homify Patricia Smaniotto – homify
Google+
Loading admin actions …

Um dos ambientes da casa em que passamos mais tempo é a cozinha, onde preparamos as nossas refeições diárias. Mas a cozinha é mais do que isso: ela é também um espaço social, ou seja, é um lugar em que reunimos familiares ou amigos em torno de uma refeição que promove a interação e a convivência entre as pessoas, mesmo que, depois de pronta, a refeição seja degustada na sala de jantar.

Isso significa que a cozinha precisa ser prática, funcional e agradável. É preciso que ela tenha mobiliário planejado que otimize os processos e o armazenamento, iluminação equilibrada para a melhor realização das tarefas, ventilação adequada para se manter sempre fresca e limpa, materiais e revestimentos escolhidos a dedo para imprimir uma personalidade e um estilo, assim como para facilitar a limpeza e a manutenção.

Para obter isso, muitas vezes precisamos olhar para o espaço e para nossos hábitos ao utilizá-lo. É preciso identificar os problemas que a cozinha apresenta, assim como as ações que realizamos cotidianamente ao interagirmos com ela. Alguns erros podem ser sanados com a atitude adequada; outros precisam de um investimento na otimização do espaço. Todas as mudanças valem a pena! 

1. Não fazer bom uso do espaço

Às vezes, a cozinha é grande, mas, pelo uso inadequado do espaço, ela parece pequena e pouco prática. A solução, felizmente, não é difícil: é preciso otimizar o modo como este espaço é utilizado. Por que não ter uma bancada em U, com bastante espaço para trabalhar e até para instalar uma área para refeições rápidas? Outra coisa é instalar mobiliário planejado que receba todos os utensílios e equipamentos de cozinha, de modo que a bancada fique totalmente limpa e desatravancada, o que melhora enormemente a aparência do ambiente. 

2. Misturar materiais e cores sem critério

Os materiais e as cores para a cozinha não podem ser escolhidos sem critério. É preciso pensar em vários aspectos ao fazê-lo, como o estilo desejado, o tamanho do espaço, a harmonia entre materiais e cores, entre outros. Na imagem acima, o mobiliário da cozinha é em madeira avermelhada, enquanto a mesa é em madeira em tom mais amarelado. Também os estilos dos móveis são diferentes. O ideal é que esses elementos se harmonizem entre si, e não que pareçam destoantes. Também o uso da cor deve ser planejado cuidadosamente para não obter um efeito pouco elegante quanto a faixa de parede preta acima da bancada da pia. Tons mais delicados deixariam a parede mais acolhedora, ainda mais combinada com a madeira avermelhada, que já se destaca naturalmente. 

3. Não compensar a pouco luz natural

A iluminação adequada é elemento essencial aos bons trabalhos na cozinha. Se houver uma excelente fonte de luz natural, pode-se dizer que já se tem meio caminho andado. Mas esta não é a realidade da maioria das cozinhas, que contam com janelas pequenas ou até janela nenhuma. Neste caso, a iluminação natural deve ser compensada por iluminação artificial planejada, a única capaz de cobrir uma grande cozinha sem luz natural, como a da imagem acima, ou de providenciar focos para lugares específicos, como a bancada da pia, o fogão ou cooktop e a bancada de refeições, por exemplo.

4. Não escolher um piso adequado

A cozinha é um ambiente de grande circulação, especialmente se o espaço for uma passagem, como na imagem acima. É preciso, portanto, pensar na segurança dos usuários e providenciar um piso que seja antiderrapante, resistente e também fácil de limpar. Dê preferência a pisos claros, especialmente se a cozinha for pequena. Há quem goste de utilizar piso em madeira, mas ele não é indicado em um ambiente onde há muitas substâncias que podem manchar ou engordurar a madeira. 

5. Saturar a decoração com revestimentos

É comum a cozinha ser decorada com azulejos estampados, mas é preciso lembrar que revestir com eles todas as paredes de cima a baixo é um exagero que pode comprometer o resultado geral, sem falar que é bastante antiquado. Procure outras formas de decorar as paredes da cozinha, como misturar azulejos e pintura, por exemplo. Se a cozinha for planejada, os próprios armários e gabinetes vão fazer parte da decoração, o que pode limitar o uso de azulejos ou pastilhas a uma faixa na parede acima da pia, uma tendência ainda forte.

6. Exagerar nos detalhes

Uma cozinha, especialmente se for pequena, não pode exagerar nos detalhes de decoração. Cortininhas como as que se vê na imagem acima só poluem visualmente o ambiente. Também evite exagerar na quantidade de coisas armazenadas na cozinha: mantenha tudo dentro dos armários e o que sobrar deve ser levado para outro lugar ou descartado. O ideal é que a cozinha seja um ambiente clean, sem excessos, mais para o minimalista do que para o barroco

7. Misturar atividades diferentes no espaço da cozinha

A cozinha tem suas próprias funções e precisa de todo o seu espaço para que elas possam ser realizadas. Misturar funções de outros espaços aos da cozinha nunca pode dar em boa coisa. Assim, não tenha lavanderia na cozinha, não passe roupas na cozinha, não trabalhe no computador na cozinha. Se o fizer, logo estarão fazendo parte da paisagem a lavadora de roupas, o ferro de passar, o computador, livros e papéis, entre outras coisas. Sem falar que o ambiente da cozinha pode ser bem prejudicial para equipamentos eletrônicos, com toda a umidade e gordura presentes no ar. 

8. Não conferir um estilo à cozinha

Nada pode ser mais sem vida quanto uma cozinha sem estilo e, consequentemente, sem personalidade. Mesmo que a cozinha seja um espaço pequeno, sempre há maneiras de introduzir nela cores, texturas e materiais que a tornam bonita, agradável, aconchegante e única. Portanto, dê uma boa olhada na sua cozinha e identifique o estilo que melhor combinaria com o espaço e comece a planejá-lo!

9. Não prever um cantinho para refeições

Até mesmo a menor das cozinhas pode ter uma mesinha retrátil com banquinhos ou uma bancadinha de dois lugares destinada às refeições ligeiras da manhã ou da noite. Se o espaço é maior, aí não tem desculpa: sabendo planejar, o espaço pode comportar uma mesa para duas ou três pessoas. Consulte um especialista e descubra que a sua cozinha também pode ser um espaço de convivência. 

10. Ficar preso a estilos ultrapassados

Se a sua cozinha tem a estética dos anos 1970, 1980 ou 1990, está na hora de dar uma repaginada total nela. Estilos ultrapassados dão sempre um ar de melancolia ao ambiente, o que é sempre muito desconfortável, como se estivéssemos presos no tempo. O desconforto é tanto que é bem capaz de termos a sensação de que nada está limpo e fresco. Nesse caso, a ordem é botar toda a cozinha abaixo e dar-lhe vida nova. 

O que achou das dicas deste artigo?
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda para projetar a sua casa? Entre em contato!

Solicite sua consulta grátis

Encontre inspiração para sua casa!