7 Ideias de jardim com estilo inglês

Tony Santos Arquitetura Tony Santos Arquitetura
Loading admin actions …

Durante o século XVII os jardins franceses, de estilo formal e rigor geométrico, predominavam na Europa e eram reproduzidos em todo o mundo, mas a partir do século XVIII, contrapondo-se a este estilo e inspirados nas pinturas de artistas como Claude Lorraine e Nicolas Poussin, surgiu o jardim de estilo inglês, que de modo geral, reproduz a paisagem natural, valorizando suas formas irregulares, tanto no relevo como nos maciços e bosques e nos caminhos, para que o sujeito experimente a sensação de estar em um bosque natural, com pouca ou nenhuma intervenção humana.

Neste artigo apresentamos dicas valiosas para quem deseja criar um jardim em estilo inglês e realçar as qualidades estéticas do jardim, dando-lhe um aspecto mais natural, bucólico e atraente.

Espaço de contemplação

Outro item importante é dotar o jardim de pontos de contemplação, de onde se pode desfrutar as cores e os aromas das flores. Neste exemplo, apesar do espaço reduzido, o jardim conta com um gramado emoldurado por um deck de madeira e conta com plantas cultivadas em vasos. Além disto, o jardim disponibiliza um banco de madeira, que serve como espaço de descanso e de contemplação da natureza. 

Para mais informações sobre jardins, acesse nossa seção especial e para saber mais sobre jardins com qualidades de espaços lounge, leia este artigo.

Natureza em estado original

As árvores e arbustos, evidentemente, são os protagonistas deste tipo de jardim. Eles são dispostos de acordo com o seu porte e sua coloração, no entanto, é possível misturá-los ou utilizá-los isoladamente. O fundamental é manter o seu aspecto natural, tal como um bosque que cresce espontaneamente. Neste projeto de Tellini Vontobel Arquitetura, diferentes arbustos, de portes e colorações diferentes, compõem um jardim exuberante e convidativo, que não bloqueia a vista para a fachada da residência e possui um aspecto de natureza original.

Alamedas e caminhos sinuosos

Residência SA - Ilhabela, SP:   por Gil Fialho Paisagismo
Gil Fialho Paisagismo

Residência SA – Ilhabela, SP

Gil Fialho Paisagismo

Originalmente, o jardim inglês possuía extensas alamedas, formadas por sebes e arbustos, e caminhos sinuosos, formados por pisos naturais como pedras, aos finais dos quais surgiam elementos arquitetônicos surpresas, arcos, onde cresciam trepadeiras, córregos, estátuas e outros elementos atrativos que captavam o olhar do observador. Portanto, como neste exemplo, crie um percurso sinuoso, delimitado por elementos naturais, que conduza o observador a um elemento surpresa. 

Gramado extenso

M&M House: Jardins modernos por Studio MK27
Studio MK27

M&M House

Studio MK27

Um dos principais componentes do jardim em estilo inglês é o gramado extenso e aberto, que deve necessariamente descortinar uma série de vistas e paisagens naturais, como neste exemplo, em que o extenso gramado descortina as vistas para as colinas do entorno. Além disto, é fundamental que o gramado preserve a ondulação natural do terreno.

Terreno ondulado

CASA MOVIMENTO: Paredes  por FCM Arquitetura
FCM Arquitetura

CASA MOVIMENTO

FCM Arquitetura

O jardim inglês representou uma ruptura na madeira de conceber espaços verdes e de manipular a natureza. No jardim inglês valorizam-se sobretudo o aspecto natural dos elementos. Formas geométricas, retas e plantas e maciços que reproduzem figuras ou formas humanas não são permitidos. Portanto, como neste projeto, no qual o gramado possui uma forma ondulada, quanto mais seu jardim se inspirar em formas livres e onduladas mais ele se aproximará do aspecto natural encontrado na natureza.

Lagos e riachos

Obviamente, existem diversos outros elementos, de aspecto natural, que são bem vindos neste tipo de jardim. A água é um componente indispensável no jardim de estilo inglês, servindo como elemento decorativo e espaço de contemplação. A forma mais eficiente e natural de trazer a água para o jardim é através de lagos artificiais, que além do charme irresistível, contribuem para melhorar as condições climáticas do microclima.

Quiosque

Casa Joanópolis: Casa  por Andréa Gonzaga
Andréa Gonzaga

Casa Joanópolis

Andréa Gonzaga

Ruínas, rochedos, lagos e quiosques, elementos que agregam charme e neutralidade podem compor o jardim de estilo inglês. Neste projeto, um quiosque com cobertura de sapê, palha natural, fornece um espaço cômodo de contemplação da paisagem natural. O essencial é manter o aspecto natural do ambiente, que reforce a sensação do usuário estar em um bosque ou jardim, que não sofreu a intervenção humana ou não teve seus aspecto selvagem e bucólico descaracterizado.

Qual destes itens você incluiria para incrementar as qualidades estéticas e sensoriais do seu jardim?
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda para projetar a sua casa? Entre em contato!

Encontre inspiração para sua casa!