por Gemma Art Company

7 passos para fazer pátina em móveis de madeira!

Rafaela Maia Rafaela Maia
Google+

SOLICITAR ORÇAMENTO

Número incorreto. Por favor, corrija o código do país (+55 para o Brasil), código da cidade ou número de telefone.
Ao clicar em 'Enviar', confirmo que li os Política de privacidade e aceitei que a minha informação será processada para responder ao meu pedido.
Nota: Poderá anular seu consentimento enviando email privacy@homify.com com efeito futuro
Loading admin actions …

renovação de móveis utilizando técnicas de artesanato é muito antiga e também bastante atual. O artesanato nunca sai de moda e tem cada vez mais adeptos por ser uma prática bonita, econômica e uma terapia para quem faz.

Os tipos de artesanato para renovação de móveis são vários. Se você gosta decoração em estilo retrô, romântico e delicado, utilizar a técnica de pátina para dar um novo visual aos seus móveis antigos é uma boa pedida. Aliás, pode até aplicar em móveis mais novos que não goste muito da estética atual.

Então, se você já ouviu falar sobre pátina em madeira ou em parede, mas não sabe como se faz, chegou a hora de aprender para se inspirar a fazer na sua casa, dando um novo visual ao quarto, sala, cozinha e outros cômodos. Veja a seguir o que é pátina e um passo a passo de como aplicá-la em móveis de madeira.

​O que é pátina?

Linda Área Gourmet Rústica: Sala de jantar  por Barrocarte
Barrocarte

Linda Área Gourmet Rústica

Barrocarte

Na verdade, pátina é o nome dado a um composto químico que se forma naturalmente nas superfícies metálicas, por conta da exposição aos elementos químicos e ao clima. Esse efeito é o aspecto de envelhecimento do material.

Mas artistas plásticos e metalúrgicos descobriram como criar esse efeito artificialmente, inclusive sobre outros tipos de superfícies que não as metálicas. Então, denominaram essa técnica de pintura de pátina.

A pátina é uma solução perfeita para renovar o ambiente mantendo a pegada vintage proposta por esse método. Essa técnica decorativa pode ser aplicada sobre madeira, metal, paredes, batentes de portas e várias outras superfícies.

Além de embelezar e dar um visual diferente na decoração dos móveis, ela também serve para proteger a superfície que foi pintada.

​Tipos de pátina

Buffet Rústico de Madeira de Demolição: Sala de jantar  por Barrocarte
Barrocarte

Buffet Rústico de Madeira de Demolição

Barrocarte

O nome é só um, mas existem diferentes tipos de pátina, utilizando materiais específicos para que se crie um visual com estilo diferente. Afinal de contas, simplesmente “envelhecido” é muito vago. Então veja a seguir quais são os estilos de pátina para saber qual vai combinar melhor com as peças que deseja renovar.

  • Pátina tradicional: para esse estilo, misturam-se tons de turquesa e laranja, deixando o móvel com uma tonalidade de envelhecido desgastado. As peças ficam mais escuras.
  • Pátina provençal: para esse estilo, que é inspirado na época da rainha Maria Antonieta de França, no século 17. Para esse efeito são utilizadas velas para impedir o contato direto da tinta com a peça pintada. O acabamento é branco e o visual é mais romântico e delicado.
  • Patina lavada ou satiné: esse é outro estilo que deixa a peça bem delicada. Deve ser feito sobre madeira clara e com diferentes tons de tinta para dar um leve efeito colorido harmonizado.
  • Pátina decapê: esse é um estilo que faz a peça ficar com visual mais imponente, imitando gesso, sem cores e com efeito de relevo.

Agora que já conhece alguns dos principais tipos de pátina, confira o passo a passo de um dos métodos de como fazer pátina em madeira.

1. Escolha do móvel

A pátina pode ser feita em qualquer superfície de madeira, mas a técnica fica mais bonita em móveis antigos. Por exemplo, ela fica melhor em móveis com um ar antigo e clássico, como as cômodas de estilo colonial, criados-mudos, escrivaninhas, ou mesas de estilo provençal. Assim o efeito vai combinar com o design da peça. 

2. Seleção dos materiais

Para fazer o trabalho, você vai precisar de alguns materiais durante todo o processo. Entre eles, um rolo pequeno de pintura, pincéis e trincha para passar a tinta, lixa, estopa ou um pano limpo, tinta niveladora, tinta com as cores que deseja pintar o móvel e cera escura ou incolor para dar o acabamento final à peça.

3. Lixamento para remoção da tinta antiga

Como primeiro passo após a escolha do móvel e dos materiais, você deve lixar o móvel para retirar toda a tinta atual e deixar liso para aplicar uma cama nova de tinta. Esse processo é necessário sempre que for fazer uma nova pintura em um móvel. O nível de desgaste dependerá diretamente da força que você fizer e do visual que pretende obter. Depois de lixar limpe bem a peça para tirar toda sujeira e poeira.

4. Aplicação de uma camada de base niveladora

Antes de iniciar a aplicação da tinta no móvel, você precisa preparar a superfície utilizando um fundo nivelador. Este produto é à base de água e é bem parecido com a tinta látex, que não tem cheiro, sendo bem fácil de trabalhar.

Então, passe o fundo nivelador em toda a superfície do móvel. Utilize um rolinho e, para os cantos que o rolinho não alcançar, utilize um pincel. Essa etapa é muito importante. Se o nivelamento da cor não for feito anteriormente, corre o risco da tinta descasar, deixando resultado da pátina diferente do esperado.

5. Aplicação das camadas de cores

Quarto  por IronBug Lady
IronBug Lady

Florentina

IronBug Lady

Aprendida a técnica, você pode escolher as cores que preferir para aplicá-la, sempre levando em consideração o restante da sua decoração. Vale destacar que as combinações mais utilizadas são o branco com bege, branco com marrom e branco com preto. Mas todas as cores são bem-vindas. 

Depois da aplicação da base niveladora e do tempo de espera de secagem, com a mesma trincha (pincel) utilizada para a pintura do fundo, aplique 3 demãos do esmalte à base de água na cor que desejar. Os esmaltes acetinados proporcionam um acabamento lindo.

6. Acabamento

Quarto  por Gemma Art Company
Gemma Art Company

빈티지 화장대

Gemma Art Company

Depois de pintado é preciso dar o efeito da pátina propriamente dito. Pegue uma lixa ou esponja de aço e retirar o excesso de tinta para que o efeito de desgaste apareça na peça instantaneamente. Se fizer uma aplicação leve, vai manter a cor da tinta, apenas deixando-a desgastada. Se aplicar com mais força, vai ver que a cor da madeira natural virá à tona. Faça conforme o resultado final que desejar.

Use um pano limpo e seco para fazer a limpeza da superfície. Esse tipo de acabamento valoriza ainda mais a técnica de pátina aplicada, fazendo a peça se destacar.

​7. Selagem do móvel com cera

Armário Dispensa: Sala de estar  por Trapiche Carioca
Trapiche Carioca

Armário Dispensa

Trapiche Carioca

Por fim, use a cera para madeira em pasta ou um outro tipo de selante para proteger os acabamentos do seu móvel. Algumas ceras já possuem cor e são especialmente úteis para o acabamento de móveis com a técnica de desgaste.

A cera em pasta é fácil de aplicar e é resistente ao calor. Depois dessa aplicação é interessante que ela seja reaplicada periodicamente para manter o brilho na peça e o efeito durar por mais tempo. Aplique o produto com um pano limpo, fazendo círculos e aplicando em toda a superfície que foi pintada e lixada.

Você gosta da pátina na decoração?
Casas  por Casas inHAUS

Precisa de ajuda para projetar a sua casa? Entre em contato!

Encontre inspiração para sua casa!