6 dicas incríveis para escolher a casa certa!

Marcio L Santos Marcio L Santos
Loading admin actions …

Então você está decidido a ter uma casa nova. É uma das decisões mais importantes que são tomadas ao longo de toda a vida. Afinal, é um investimento não apenas financeiro, mas é o sonho da estabilidade e da casa própria se realizando. Por isso, é uma decisão que deve ser tomada com o máximo de cuidado, planejamento e até uma certa estratégia. Afinal, seja comprando ou construindo, o processo de se tornar proprietário de um imóvel é repleto de idas e vindas, tanto burocráticas como na própria construção. 

Mais do que isso, porém, é preciso colocar na balança uma série de fatores antes de se iniciar qualquer busca ou encomendar qualquer projeto. Neste livro de ideias, selecionamos 6 dicas fundamentais para que esta nova fase da sua vida corra da maneira mais tranquila possível.

Vá pelo seu gosto pessoal

Como diz o ditado em inglês: first things, first. Ou seja, comece pelo começo. Na hora de escolher uma casa ou um projeto no papel, pense sempre naquilo que determina o que você é e o que você faz na vida: a sua história de vida. É ela quem vai determinar a sua personalidade a sua atitude em relação a tudo que está a seu redor. É ela quem define o seu gosto pessoal, a partir de experiências particulares, de influências pessoais, sociais ou artísticas, de conhecimento de mundo. A partir daí, busque uma residência ou um projeto que se alinhe com seu gosto pessoal. 

Nestas horas, vale a pena ser bastante exigente: afinal, é neste local que você vai passar alguns bons anos da sua vida. Se você é uma pessoa que gosta de ambientes leves e de um estilo mais descolado, poderia com certeza amar esta simpática residência, projeto da MB Arquitetura e Design, de Porto Alegre. A partir de um projeto arrojado e moderno, o resultado não tinha mesmo como sair menos elegante e estiloso quanto este.

Pense no tamanho: quantas pessoas vão morar na casa

Essa é uma pergunta fundamental, que praticamente define boa parte de suas escolhas em relação à nova residência. Jovens recém-casados normalmente buscam apartamentos ou casas de um ou dois quartos – o segundo normalmente transformado em escritório ou algo semelhante. A partir de certo momento da vida, porém, as escolhas mudam e as opções parecem se expandir. Para quem deseja ter uma família grande, a solução é buscar uma residência com um número maior de quartos, por exemplo. 

Já para quem gosta de uma vida social agitada, não se pode esquecer da uma área de lazer maior – com uma churrasqueira, talvez – e uma sala de estar de espaço amplo. Até mesmo o número de carros que a família possui tem importância na escolha da residência, já que muitos apartamentos oferecem apenas uma vaga na garagem. Por isso, fique sempre de olho no estado atual de sua vida, mas já pense no futuro, pois sua família pode aumentar de uma hora para outra!

Localização: prós e contras

Outro ponto importantíssimo na hora de escolher a residência certa é a localização. Para quem pensar em construir, por exemplo, uma opção sempre interessante são os condomínios fechados, que oferecem uma infraestrutura eficiente em termos de suporte e ainda garante a segurança de seu patrimônio. A maioria destes condomínios localizam-se em bairros ligeiramente distantes do centro: isso garante mais tranquilidade, mas é preciso pensar sempre no deslocamento. Muitas pessoas preferem buscar uma casa que seja perto do trabalho ou da escola das crianças, já que o tempo de idas e vindas pode influenciar diretamente a sua qualidade de vida. Mesmo que você ache uma rua tranquila e florida como esta da foto,  vale a pena pensar em todos estes aspectos antes de dar a sua palavra final.

Preço: de olho no orçamento

Sabemos que todos estes pontos discutidos anteriormente estão presos a um elemento essencial: o orçamento. É ele quem, no fundo, vai decidir sobre o tamanho, a localização e o estilo de sua nova residência. Se houve um planejamento e uma economia prévia, é não é necessária uma mudança imediata, talvez a solução mais interessante seja construir uma residência, já que os custos podem sair até 30% mais em conta do que comprar um imóvel pronto. Por outro lado, se há uma necessidade imediata de mudança e não há nem o desejo – ou a paciência – de se passar por todo o processo de construção, o melhor mesmo é investir em um imóvel pronto. Para se informar melhor sobre questões de orçamento e qual a melhor solução para a sua realidade financeira, confira este artigo do homify, que responde com clareza esta questão.

Investimento a curto ou a longo prazo?

Este é outro ponto que vale a pena ser discutido, e tem muito a ver com a questão de tamanho da residência. É correto afirmar que, em começo de carreira, muitos profissionais e casais optam por apartamentos menores. Trata-se de um investimento a curto prazo, pois se sabe que a estada no apartamento não deve passar de 4 ou 5 anos. Mesmo o investimento em mobiliário e decoração deve ser calculado com atenção, já que em pouco tempo tudo isso poder ter que ser repensado. 

Já para os profissionais e casais estabelecidos e economicamente estáveis, o ideal é investir em um imóvel maior, mais sofisticado, que possa não apenas se valorizar ao longo do tempo como ser parte integrante de seu patrimônio. Neste caso, todas as questões sobre mobiliário e decoração mudam, já que agora é possível investir sem a preocupação de que tudo isso possa se tornar obsoleto ou deslocado em alguns anos.

Escolha o estilo que mais lhe satisfaz

Salas de estar modernas por GRUPO VOLTA

Como dissemos, é a sua opinião pessoal, balizada por elementos como orçamento e situação social, que vai definir onde e como você irá morar. Isso também vale na hora de decidir o estilo arquitetônico – para que vai construir – e o estilo da decoração – válido para quem compra ou quem constrói. Para quem está acostumado a visitar o homify, fica claro que há diversos estilos que podem ser aplicados nas mais diversas residências. Novamente, vá pelo gosto pessoal. É possível escolher entre o estilo moderno, o clássico, o tradicional, o minimalista, o rústico, o eclético. O que vale, mesmo, é ficar satisfeito com sua escolha, tendo a certeza de que foi tomada a melhor decisão para este momento específico da vida.

Gostou de nossas dicas para a escolha da casa própria?
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda para projetar a sua casa? Entre em contato!

Encontre inspiração para sua casa!