Transforme sua varanda em outro espaço!

Patricia Smaniotto – homify Patricia Smaniotto – homify
Google+
Loading admin actions …

Você tem uma varanda mal aproveitada e gostaria de transformá-la em um espaço mais útil e agradável? Existem várias maneiras de fazer isso, mas é preciso lembrar que, em alguns casos, as obras demandadas vão exigir permissões da Secretaria Municipal de Urbanismo e outras providências burocráticas.

Mas, terminada esta fase, você pode ganhar um novo quarto, uma cozinha gourmet, uma sala de jantar, uma área de estar ou até uma sala de TV. Algumas providências devem ser tomadas para que tudo transcorra a contento e faça do novo espaço um lugar agradável e útil para todos na casa.

Acompanhe os procedimentos a seguir nas instruções abaixo e tenha um novo cômodo em sua casa para aquilo de que mais precisa e deseja!

Decoração

A decoração também vai depender do espaço novo que você está criando. Na imagem acima, temos uma sala de estar que se destaca pela profusão de almofadas, pela presença de arbustos e pelo tapete mesclado e felpudo. Em uma sala de TV, também iria muito bem um tapete fofinho, bom para se andar descalço em cima, o mais à vontade possível. Em todos os ambientes, quadros, pequenos objetos decorativos, nichos, prateleiras, plantas e flores podem fazer toda a diferença. Sem se esquecer das cortinas leves que filtrem a luz natural e deixem o ambiente agradável e leve. Uma ideia para o seu novo espaço pode ser um ateliê. Nesse caso, use toda a sua imaginação para aliar a decoração à atividade que você desenvolve, seja ela arte, costura, cerâmica, scrapbook, pequenos objetos de decoração, fotografia ou o que mais vier à sua cabeça. Para outras dicas sobre varandas, leia este artigo

Primeira providência: a parte burocrática

Saiba que se você pretende levantar uma parede, trocar uma janela ou colocar uma porta na sua antiga varanda, isso se configura em mudanças estruturais e exige permissão da Secretaria Municipal de Urbanismo – sem falar do condomínio, em caso de apartamento. A construção legal é aquela aprovada pela SMU, que retém cópias aprovadas das plantas que servem de parâmetro para a obtenção do habite-se. Os acréscimos que não constarem dessas cópias são considerados ilegais e se enquadram em duas situações: obras que, embora ilegais, foram efetuadas de acordo com os limites da legislação e, portanto, podem ser legalizadas; e obras que extrapolam os limites exigidos por lei e que, portanto, estão sujeitas a notificações e multa pela Prefeitura e até mesmo demolição da parte ilegal. Para se legalizar uma obra dentro dos limites da lei, é preciso protocolar processo de legalização junto à SMU, pagando-se as taxas devidas e apresentando-se a planta assinada pelo arquiteto responsável pela obra. Então, contrate seu arquiteto e obtenha a planta para legalizar a obra que irá legalizar.

Isolamento térmico: vede as janelas com PVC

O uso de esquadrias de PVC é uma excelente maneira de garantir o isolamento térmico do seu novo espaço. Entre as vantagens delas estão o fato de ter instalação rápida, não necessitar manutenção, ser resistente e durável, permitir a utilização de vidros duplos e apresentar excelente isolamento térmico e acústico. Além de o PVC não ser condutor de calor, as câmaras internas de ar dessas janelas ajudam a impedir a troca de calor entre os ambientes interno e externo. Os reforços de aço galvanizado ajudam a garantir a rigidez da esquadria, sem falar que, como essas janelas não absorvem umidade, também não se deformam com o tempo, como geralmente acontece com a madeira. Outra vantagem é que essas esquadrias em PVC não propagam fogo. E podem ser encontradas não apenas na cor branca, mas também em uma série de cores diferentes.

Isolamento acústico: vidro duplo

Para maior conforto acústico, o uso de vidro duplo ou insulado é excelente opção. Na verdade, trata-se de um sistema de duplo envidraçamento , com o benefício da camada interna de ar desidratado. Este sistema permite combinar vidros idênticos ou com propriedades diferentes, aproveitando as características de cada um, como, por exemplo, a resistência dos vidros temperados com a proteção térmica e acústica e a segurança dos laminados de controle solar. O conjunto é garantido pela dupla selagem: a primeira, para não haver troca gasosa; a segunda, para garantir a estabilidade do conjunto. Internamente ao perfil de alumínio, há um hidrossecante, que garante a completa ausência de vapor d’água, impedindo seu embaçamento. Este sistema faz com que o vidro duplo seja ótimo isolante térmico e acústico. O vidro duplo ou insulado é insuperável quando a intenção é aproveitar ao máximo a luz natural, com bloqueio do calor proveniente da radiação solar, assim como também proporciona grande conforto acústico, com maior bloqueio do som.

Circulação de ar: teto e cortinas automáticos

O problema da circulação de ar neste espaço adaptado pode ser solucionada com a instalação no teto de cobertura de vidro refletivo retrátil e automático, ou seja, por controle remoto. Pode-se utilizar coberturas de vidro ou policarbonato. Já as cortinas podem ser do tipo romana que se deslocam por meio automático também. Isso serve tanto para as cortinas de teto quanto para as de parede. Com o acionamento automático, é possível controlar a abertura das janelas e do teto de modo a permitir a circulação de ar a contento. 

Mobiliário

O mobiliário vai depender, é claro, da finalidade do novo espaço. Um quarto exigirá cama, mesas de cabeceira, armário e talvez até mesmo uma bancada de estudo. Já uma sala de estar pede sofás, poltronas, mesa de centro, mesas laterais, aparadores e estantes. Uma sala de TV pode simplesmente exigir uma amplo sofá e o rack com a TV, além de uma mesa de centro e mesas laterais. Por sua vez, a sala de jantar demanda mesa, cadeiras, aparadores, buffets e cristaleiras. em uma cozinha gourmet, tem-se tudo que existe em uma cozinha normal (e, lembre-se, haverá necessidade de instalações hidráulicas e elétricas, o que exige permissão da SMU). No espaço acima, projetado por Amis Arquitetura e Design, a cozinha gourmet procura aliar móveis de estilo clássico com cores vibrantes, tornando o espaço cheio de personalidade. 

Em que você transformaria a sua varanda?
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda para projetar a sua casa? Entre em contato!

Encontre inspiração para sua casa!