Separou? Veja como fazer deste limão uma limonada

Marcio L Santos Marcio L Santos
Loading admin actions …

É. As vezes as coisas não dão certo. Mesmo aquele relacionamento que você imaginava que seria para todo o sempre pode chegar ao fim. Mas é importante pensar que se trata apenas do fim de um ciclo: você tem ainda toda a sua vida pela frente para reconstruir a sua vida e buscar a felicidade. Infelizmente, nem todo relacionamento termina de forma amigável: há casos que podem se arrastar na justiça por anos, gerando desgastes em ambas as partes. Se filhos estão nesta equação, então, tudo fica ainda mais complicado. 

Terminar um relacionamento gera uma mudança radical em sua rotina. A vida a dois volta, mesmo que por pouco tempo, a ser vida de solteiro – ou de solteiro com filhos. E, dependendo de que lado você está, inclui ainda uma mudança de endereço, que talvez seja um dos baques mais fortes deste momento. Não obstante terminar um relacionamento de vários anos, você ainda terá que se preocupar em procurar uma nova residência – literalmente, um novo começo. 

Neste livro de ideias do homify, vamos dar algumas dicas sobre como transformar este momento tão difícil em uma oportunidade de crescimento e superação – ou seja, fazer deste limão uma limonada.

Ficou em casa?

Cobertura Leblon : Salas de estar ecléticas por Escala Arquitetura
Escala Arquitetura

Cobertura Leblon

Escala Arquitetura

As separações e os divórcios estabelecem – quase sempre – que um dos cônjuges tenha que deixar o seu lar para buscar um novo espaço. Trata-se de um processo doloroso, mas que faz parte do momento. Se você foi a pessoa que ficou em casa, talvez esta seja a hora de fazer algumas mudanças no ambiente. Afinal, boa parte do que você tem em casa é fruto da convivência entre duas pessoas que não estão mais juntas. 

Neste caso, nada mais normal que você resolva deixar a casa com a sua cara. A saída de um dos cônjuges fatalmente deixa armários, prateleiras, gavetas e paredes vazias. Para diminuir essa sensação de perda, uma das ideias é trazer elementos novos e personalizar estes espaços, realocando peças e acessórios de modo que os cômodos não fiquem com aquele jeito de 'algo está faltando aqui'. Com o tempo, você vai perceber que a residência já assumiu sua nova personalidade e seu novo estilo de vida.

Assuma seu novo status

Uma coisa é certa. A sua vida e a sua rotina anterior não existem mais. As pessoas, o trabalho, seus amigos e familiares estão todos a seu lado, mas você está em uma nova trajetória. Neste caso, há duas opções: ou ficar chorando suas mágoas pelos cantos ou assumir seu novo status como solteiro ou solteira e encarar de frente os desafios desta nova vida. Muitas vezes isso não é fácil – afinal, você investiu muito nessa relação para vê-la terminar de uma forma inesperada. Até por isso, é importante, nestas horas, contar com o apoio dos amigos, dos familiares, dos filhos, dos colegas do trabalho. A partir do momento em que você aceita que esta é uma nova fase da sua vida, você está preparado para ir em frente. É como uma casa nova:  você só precisa se adaptar a este novo espaço e dar a ele a sua cara.

Saiu de casa?

Por outro lado, se você é a pessoa que teve que sair de casa, a situação é bem mais complicada. Ficar na casa de amigos e parentes ou em quartos de hotel pode até ser uma solução temporária, mas o fato é que você precisa buscar, e logo, um lugar para chamar de seu. Nesta nova fase, talvez a melhor proposta seja alugar um apartamento pequeno, já mobiliado, o que significa uma preocupação a menos. 

Outro ponto importante é ficar de olho nas finanças. Afinal, cuidar de uma nova residência exige uma série de gastos extras que talvez não estivessem no planejamento. Por isso, a dica é começar a personalizar este ambiente aos poucos, comprando um acessório aqui, uma poltrona ali, uma mesinha de centro, uma estante e assim por diante. E não se preocupe com o aparente pouco espaço. Apartamentos e residências pequenas podem ser exemplos perfeitos de conforto e elegância. Quem sabe, com o tempo, este espaço alugado pode começar a parecer como um lar de verdade.

Boas lembranças

Apartamento Moderninho: Salas multimídia modernas por Fábrica Arquitetura
Fábrica Arquitetura

Apartamento Moderninho

Fábrica Arquitetura

Mesmo que você esteja com seus filhos, ou com parentes em casa, a sensação de solidão é inevitável, pelo menos nos primeiros meses da separação. Se você está em uma nova casa, então, esta sensação tende a ser ainda maior. Para evitar qualquer tipo de sentimento negativo na nova residência, uma dica importante é cercar-se de elementos que lhe tragam boas lembranças. Sabe aquele pôster de filme que você deixou no sótão por tantos anos? Coloque-o na parede do escritório. Aquelas lembranças da viagem de trabalho para o exterior? Coloque-as na estante da sala. 

Espalhe fotos das crianças pela sala, deixe seus livros e filmes preferidos ao seu alcance. Retome a sua coleção de CDs e ouça aquelas músicas que sempre trouxeram tantas boas lembranças. Como nesta sala projetada pela Fábrica Arquitetura, de Recife, um espaço aconchegante pode ser estruturado a partir de uma estante repleta de lembranças, presentes e souvenires, tudo para mostrar que você ainda tem muito caminho pela frente.

Novos elementos

Tão importante quanto cerca-se de elementos e lembranças agradáveis é estabelecer novos momentos que sejam tão marcantes quanto os anteriores. Aproveite esta nova fase da sua vida para criar novas memórias e lembranças. Se for possível, faça aquela viagem que foi adiada por tanto tempo. Faça aquele curso de aperfeiçoamento profissional que você tanto almejava. Retome aquele hobby que foi deixado para trás. Pratique aquele esporte que por tanto tempo foi negligenciado. 

Dessa forma, novas lembranças, memórias e registros são criados, todos colaborando de forma positiva para que esta transição ocorra sem muitos traumas. Na decoração da sua casa, isso pode acontecer de forma natural, seja com um novo papel de parede ou uma nova luminária, ou mesmo uma mesa de vidro, como na sala que temos como exemplo. Quanto mais for possível equilibrar as antigas com as novas lembranças, mais fácil será encarar este novo desafio de seguir em frente.

E as crianças?

Um dos assuntos mais delicados no momento da separação é o da guarda dos filhos. Todos esperam que este processo ocorra de forma saudável e amigável, com uma guarda compartilhada, que é considerada a divisão padrão em casos de pai e mãe que não morem na mesma casa, a não ser que um dos dois não possa ou não queira ter a guarda. Nestes casos, ainda que os filhos passem a maior parte do tempo em uma das casas, as visitas e encontros não são controlados, e ambos os cônjuges mantêm a responsabilidade sobre as crianças. 

Se os seus filhos vão para a sua casa assiduamente, o ideal é montar não um quarto de hóspedes, mas um quarto normal, decorado como se as crianças morassem normalmente ali. Como no quarto que temos como exemplo, monte espaços para os brinquedos e coloque um papel de parede descolado. Isso traz uma sensação de segurança para as crianças, que entendem melhor o processo da separação e se sentem acolhidas de forma natural, com todo o carinho que elas merecem.

E aí, o que achou de nossas dicas? Mande sua sugestão de temas para a gente.
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda para projetar a sua casa? Entre em contato!

Encontre inspiração para sua casa!