Cozinhas abertas imune à desordem!

Marcio L Santos Marcio L Santos
Loading admin actions …

As chamadas open plan kitchens, ou cozinhas abertas, são uma evolução ao conceito cozinha americana, levando a proposta de integração a um patamar ainda mais amplo. No caso, o que temos é uma cozinha que está completamente integrada ao ambiente, sem paredes ou balcões separando-a do restante da residência. Desta forma, sala de jantar, sala de estar e cozinha se estabelecem como um único ambiente comum, no qual as interações ocorrem de forma ainda mais aprofundada.

Com a transformação da cozinha em uma área de relacionamento – e não mais apenas como espaço para a preparação isolada de alimentos – as open plan kitchens tem se tornado uma opção cada vez mais pedida no design de ambientes novos ou em reformas. Neste nosso livro de ideias, vamos ver, passo a passo, como planejar uma cozinha neste formato – e quais são os truques para deixar este seu espaço ainda mais memorável e, principalmente, imune à desordem.

Somente o necessário

A linha moderna de decoração acredita muito no ditado de que menos é mais. Se você vai investir em uma cozinha aberta e integrada, este é um conceito que deve estar o tempo todo em sua cabeça. Por mais que a cozinha ganhe um status de espaço gourmet, ainda assim é preciso cuidar para que não se torne um ambiente visualmente externo ao restante da casa, ou seja, a integração deve ser completa. 

Para isso, além de um projeto de design e arquitetônico de qualidade, é preciso pensar na cozinha como um complemento à decoração, e não como elemento principal. Assim, sutileza na decoração e na escolha dos acessórios é fundamental. Neste exemplo que temos aqui, o projeto da cozinha prima pela elegância e peça sobriedade, se estabelecendo como um espaço absolutamente integrado e (ao mesmo tempo) complementar, mas com uma personalidade toda própria.

Planeje seu espaço

Casa da Floresta: Cozinhas campestres por Ferraro Habitat
Ferraro Habitat

Casa da Floresta

Ferraro Habitat

Para estruturar uma open plan kitchen, ou seja, uma cozinha aberta e completamente integrada ao ambiente da residência, é importante estar estabelecer um planejamento e estar atento ao projeto arquitetônico. Ao contrário da cozinha americana, cuja instalação muitas vezes depende apenas de uma parede derrubada ou uma pequena reforma na sala, a cozinha aberta exige um cuidado muito maior, já que não há divisões específicas entre a cozinha e o restante da casa. 

Por isso, é preciso ficar de olho no bom uso dos espaços internos: a cozinha não deve ocupar mais do que 1/4 do espaço entre dividido entre sala de estar e sala de jantar. É preciso cuidar ainda de detalhes como um bom sistema de circulação de ar, para evitar que fumaças e cheiros de fritura invadam seu espaço social. Assim, a presença de um profissional do ramo é fundamental para um bom resultado.

Escolha um esquema de cores

A partir do momento em que a cozinha passa a fazer parte integral da área social da residência, alguns detalhes devem ser observados, principalmente em relação ao design e ao estilo de decoração. Nas cozinhas tradicionais, é comum que os móveis e a decoração não necessariamente sigam ao pé da letra o restante do design da residência, já que a função do espaço é outra. Numa cozinha aberta e integrada, o design deve combinar com o estilo da casa como um todo. 

Neste projeto da Tikkanen Arquitetura, de São Paulo, temos uma cozinha integrada que faz uso de um belo esquema de cores, investindo em combinações de madeira com tons fortes como o vermelho e o azul, sem contar os azulejos coloridos que têm se tornado tão comum nos projetos modernos. Desta forma, a cozinha garante uma personalidade única, mas se alinha de forma orgânica com o restante da decoração.

Escolha o piso certo

Um dos cuidados que se deve ter na hora de montar sua cozinha aberta e integrada é o cuidado com o piso. Como se trata de um local bem mais propício a eventuais sujeiras do que a sala de estar ou a sala de jantar, a cozinha talvez mereça um piso diferente do restante da casa. Aqui, por exemplo, temos uma cozinha que investe em um piso que lembra o cimento, uma opção bastante funcional e prática para eventuais líquidos ou temperos que caiam no chão – o restante da residência, por outro lado, investe em um piso de madeira tradicional. 

Mas nem sempre é necessário escolher um piso diferente para a cozinha: em projetos mais rústicos ou de viés industrial, o mesmo piso da sala de estar pode ser aplicado na cozinha, sem prejuízo em termos de higiene e ainda garantindo uma integração extra ao ambiente, de forma limpa e sem desordem.

Escolha a iluminação correta

Pode até parecer redundante, mas uma cozinha aberta e integrada deve ter uma iluminação diferenciada do restante do espaço. Isso se deve a questão de higiene e também ao cuidado que se deve ter na hora de preparar os alimentos: é preciso conferir a qualidade dos produtos e a forma como estão sendo preparados. Um bom projeto de iluminação também dá um ar todo especial ao processo de preparação de um jantar ou um lanche para os amigos. 

Aqui, neste apartamento em Brasília, temos uma open plan kitchen que se notabiliza pelo excelente projeto de iluminação. Reparem como o gesso desce especificamente sobre a cozinha, criando uma estrutura que, além de receber o peso da coifa, ainda conta com spots embutidos que dão uma luz extra ao ambiente. Esta bela e elegante cozinha ainda ganha pontos por conta dos charmosos detalhes em amarelo, que sempre trazem um up a qualquer ambiente.

Onde armazenar os utensílios

Cozinhas modernas por Draisci Studio
Draisci Studio

East London Apartment

Draisci Studio

De forma a ter uma cozinha aberta e integrada sem o menor vestígio de desordem, é importante ter um local específico para guardar todos os utensílios, desde os pratos, passando pelos talheres, pelos potes e jarras e finalizando com os aparelhos eletrodomésticos, como batedeiras, liquidificadores e fritadeiras elétricas. Desta forma, a cozinha sempre terá um ar elegante, mesmo quando não estiver sendo utilizada. Pense conosco: não há nada pior do que utensílios espalhados pela cozinha sem organização! 

Aqui, por exemplo, temos uma cozinha cujo design investe em linhas retas – toda a cozinha está estruturada em apenas uma parede. O cuidado com o armazenamento é visto nos diversos armários e balcões coloridos e de portas amplas – perfeitos para se guardar qualquer apetrecho com a maior segurança e organização possível. Não bastasse a funcionalidade excepcional deste espaço, a combinação harmônica de diferentes cores e tamanhos garante a este espaço um charme insuperável.

O que achou de nosssa dicas para a sua cozinha? Conte para a gente.
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda para projetar a sua casa? Entre em contato!

Encontre inspiração para sua casa!