Casa com colaboração entre luz e sombra

Tony Santos Arquitetura Tony Santos Arquitetura
Loading admin actions …

Um dos principais elementos do projeto arquitetônico é a materialidade ou tectonicidade. Por esta razão, quando nos deparamos com um edifício belo, um dos aspectos que mais nos encanta é a sua qualidade material. Por exemplo, quem visita o Pavilhão Alemão em Barcelona, projetado por Mies Vand der Rohe, em 1929, é arrebatado pela beleza das suas superfícies polidas de mármore e das colunas esbeltas de aço, para depois perceber sua forma e sua espacialidade. 

Neste projeto residencial, o escritório Atria exercitou com excelência este diálogo entre materiais diversos, cujos contrastes servem para realçar suas próprias qualidades materiais. Além da materialidade do aço, concreto, tijolo aparente e vidro, o projeto destaca-se também pela eficiência energética, baixo custo de manutenção e integração com a vegetação existente no terreno.     

Confira a seguir mais imagens e detalhes da Casa BLM, localizada em Brasília, Distrito Federal, que apresenta uma estética material contrastante e exuberante. 

Integração com a paisagem e eficiência energética

Casa BLM: Casas minimalistas por ATRIA
ATRIA

Casa BLM

ATRIA

A casa BLM apresenta forma simples e é composta basicamente de dois volumes, um revestido em aço corten, que abriga as áreas íntimas, e outro revestido em tijolos aparentes, que abriga os espaços de convívio social, ambos interligados por uma laje plana de concreto aparente. O acesso principal da casa é feito através de um passeio pedonal em formato de “L”, levando o visitante a descobrir gradualmente sua composição formal, suas texturas e espacialidade. O projeto tirou proveito da natureza existente, mantendo todas as árvores existentes intactas, garantindo ótimas condições bioclimáticas e integrando a vegetação ao espaços da residência. Esta simbiose é dominada por uma imensa árvore central de aproximadamente 25 metros de altura (à direita) localizada numa espécie de praça interna, formada pelos volumes adjacentes construídos.         

Detalhes

Casa BLM: Casas minimalistas por ATRIA
ATRIA

Casa BLM

ATRIA

Devido ao cuidado com a eficiência energética, um dos norteadores do projeto, os espaços situados sob a sombra da laje de concreto e das árvores existentes no terreno, se abrem para a paisagem circundante, proporcionando melhor aproveitamento da iluminação e ventilação naturais. Além disto, um espelho d'água situado na parte frontal do volume revestido de aço corten (à esquerda) contribui para refrescar a brisa e trazer mais umidade para o interior da edificação, além de ornamentar o jardim e deixá-lo mais aprazível.

Materialidade: aço corten

Casa BLM: Casas minimalistas por ATRIA
ATRIA

Casa BLM

ATRIA

Um dos destaques da residência são os painéis móveis de aço corten que revestem o volume frontal. Este volume da composição abriga uma biblioteca de aproximadamente quatro mil livros, pertencentes à coleção particular do proprietário da residência. Este volume efêmero e dinâmico, completamente revestido por painéis metálicos perfurados, pode se abrir para o exterior, permitindo maior passagem de luz e maior ventilação natural.

Outra grande preocupação do projeto era garantir o baixo custo de manutenção. Portanto, a escolha dos materiais de acabamentos foram especificados visando a sua durabilidade. Concreto nos pisos e na laje de cobertura, tijolo aparente, mármores e granitos brasileiros, pintura rústica, tudo contribui para uma realidade futura de baixo custo de manutenção e relativa auto-sutentabilidade.

Materialidade: tijolo aparente

Casa BLM: Casas minimalistas por ATRIA
ATRIA

Casa BLM

ATRIA

O volume revestido de tijolos aparentes abriga os espaços de convivência social. Além da materialidade marcante, este volume apresenta aberturas verticais, do chão à laje de cobertura, que dão maior dinamismo e identidade ao projeto.

Materialidade: planos envidraçados

Casa BLM: Casas minimalistas por ATRIA
ATRIA

Casa BLM

ATRIA

O vidro também é empregado no projeto como forma de permitir o contato visual dos ambientes com a vegetação existente no terreno e , claro, o melhor aproveitamento da luz natural. 

Materialidade: concreto

Casa BLM: Casas minimalistas por ATRIA
ATRIA

Casa BLM

ATRIA

A laje de concreto aparente é o elemento que interliga os volumes e dá unidade e o sentido de horizontalidade ao projeto. A sala de estar e os espaços de convivência se abrem completamente para o exterior, devido ao uso de amplas portas de vidro de correr, que descortinam completamente a paisagem externa. Para obter mais informações sobre projetos residenciais, você pode acessar esta seção especial.

Espaços de convivência

Casa BLM: Casas minimalistas por ATRIA
ATRIA

Casa BLM

ATRIA

Na área de convívio social destacam-se a integração espacial com o exterior, que torna os ambientes mais amplos e mais arejados e confortáveis. Além da fluidez espacial, peças clássicos do mobiliário nacional e internacional, como a poltrona Mole, de Sérgio Rodrigues, e a cadeira Paulistano, de Paulo Mendes da Rocha, emprestam suas qualidades estéticas e requinte ao ambiente. A residência ainda dispõe de várias obras de artistas brasileiros tais como Marianne Perretti, Rubem Valentim, Antônio Poteiro, Dona Izabel, Geraldo Teles de Oliveira, Glênio Bianchetti, Galeno, entre outros, que tornam a experiência de habitar numa convivência com a beleza e a arte capturadas e disponíveis aos olhos e à mente nas telas e obras de arte do acervo dos proprietários. 

O que mais lhe agradou neste projeto? Compartilhe conosco sua opinião.
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda para projetar a sua casa? Entre em contato!

Encontre inspiração para sua casa!