Pocket House: Casas  por Cristina Menezes Arquitetura

Chique, casa contêiner tem apenas 30 m², mas não falta espaço

Carolina Pelzer Carolina Pelzer
Google+

SOLICITAR ORÇAMENTO

Número incorreto. Por favor, corrija o código do país (+55 para o Brasil), código da cidade ou número de telefone.
Ao clicar em 'Enviar', confirmo que li os Política de privacidade e aceitei que a minha informação será processada para responder ao meu pedido.
Nota: Poderá anular seu consentimento enviando email privacy@homify.com com efeito futuro
Loading admin actions …

Projetada pela arquiteta Cristina Menezes, essa casa chamada de Pocket House, traz um novo conceito de viver.  Feita de contêiner, esse projeto de arquitetura mostra os preceitos da mobilidade de uma maneira sustentável. Seus 30 m² são suficientes para um morador viver com conforto.

A ideia de morar em um contêiner pode parecer estranho para muitos porém esse tipo de moradia vem ganhando cada vez mais espaço em diversos países, devido à sua praticidade e facilidade de mobilização.

A Pocket House é realmente muito prática e de fácil construção. Esta que iremos mostrar teve uma obra civil com base somente para a sustentação do contêiner, o restante foi apenas uma montagem.  O mobiliário e ornamentos decorativos podem também ser facilmente transportado de maneira segura e fácil. 

Descubra tudo sobre esse projeto que mostra uma forma inusitada de viver, confira! 

Exterior e deck

Para incrementar o design da Pocket House a arquiteta junto com sua equipe incorporou uma bela área externa com um deck de madeira e um terraço com copo de vidro. A lateral do container após ser removida, deu espaço para luz natural e ventilação. A lateral removida, foi reutilizada para o a extensão, onde um deck de madeira possibilita um espaço para lazer. 

Conhecendo a Pocket House

Essa casa contêiner possui medidas padronizadas, no caso a Pocket House é composta apenas por um só contêiner de 40 pés que tem 12,20 m x 2,44 m em seu lado externo. 

Após sua instalação a estrutura ganhou um revestimento com um piso de madeira e teve suas medidas internas ajustadas para 11,80 m x 2,34 m. Devido ao seu tamanho pequeno, o contêiner recebeu uma alteração: a lateral longitudinal foi cortada e substituída por portas de correr de vidro. 

Conhecendo a fundo

A Pocket House conta com caixas d'água e com todo um sistema de elétrica e hidráulica que foram feitos entre o vão abaixo do deck e o terreno. Como podemos ver, o  interior da pocket House teve móveis que foram exclusivamente projetados para que se encaixassem perfeitamente dentro das dimensões dessa casinha. Além de ser inteiramente revestida com madeira, um projeto luminotécnico que valoriza o interior de uma maneira requintada e elegante. 

Elegância acima de tudo

A Pocket house foi planejada nos mínimos detalhes: Todo o seu interior é composto de móveis leves que pudessem ser manuseados de maneira prática. Assim, as peças podem ser levadas facilmente ao deck que serve como extensão da sala e cozinha. 

A bancada da cozinha que vemos ao fundo é móvel e possui uma cuba de inox, um cooktop, um frigobar e gavetas para guardar os demais utensílios. Os demais eletro-domésticos utilizados na bancada da cozinha possuem pontos de tomadas. Além disso, um sistema de água e esgoto foi criado no deck. 

Funcionalidade

Os caixotes de madeira projetados e colocados na lateral do sofá e da bancada da cozinha podem ser levados para outras partes sem nenhuma dificuldades. Esses caixotes servem como armários, mesa ou bancos.

Rica em texturas

Um detalhe que já mencionamos acima, porém que merece uma atenção especial é a madeira tipo ipê certificada que reveste inteiramente a Pocket House. e o seu deck. O acabamento rico em texturas acrescentam uma atmosfera calorosa e elegante. A ideia de revestir tudo com madeira, segundo a arquiteta, tinha o objetivo de perder a sensação do que é piso, parede e teto, criando assim uma sensação de amplitude e profundidade. 

Visando privacidade

O quarto e o banheiro contam com divisórias de vidro que transpassam leveza e aumentam a sensação do ambiente, assim não há perda de espaço. Para que essa parte da Pocket House tivesse privacidade foram inseridos uma plotagem translúcida no vidro que oferece privacidade entre a sala de estar, o quarto e o banheiro. 

Banheiro

O banheiro ganhou um acabamento de alto padrão assim como todo o projeto, a box de vidro e uma parede de plotagem translúcida faz com quem olhe para o vidro, veja um espelho – garantindo assim a privacidade desse espaço. O banheiro também conta com uma iluminação em LED assim como a sala e os demais ambientes. 

Fachada

Quando pensávamos que isso era tudo, ainda descobrimos que a Pocket House possui um sistema termo acústico implantado em suas paredes laterais. A novidade é que este projeto pode ser customizado e alterado de acordo com o desejo e necessidade individual de cada proprietário. O preço para ter uma Pocket House pode variar entre 100 e 500 mil dólares, a princípio esse valor pode parecer alto mas quando se presta atenção nos detalhes inovadores dessa moradia logo se justifica. E assim terminamos, o nosso tour sobre Pocket contêiner House que vista de fora deixa qualquer um suspirando. Este é o verdadeiro reflexo de um novo conceito de morar, onde a funcionalidade e estilo tornam um espaço de apenas 29,89 m² perfeitamente habitável para se viver com conforto e luxo. 

O que você mais gostou nesse projeto?
Casas  por Casas inHAUS

Precisa de ajuda para projetar a sua casa? Entre em contato!

Encontre inspiração para sua casa!