Os plano e volumes de uma casa magnífica!

Gustavo de Campos Gustavo de Campos
Loading admin actions …

Muitas vezes separamos os ambientes de lazer, trabalho, residencia e outros usos de forma extremamente categórica, colocando-os em espaços diferentes numa mesma cidade e, por vezes, extremamente longes um do outro. Isso faz com que precisemos nos deslocar por enormes distâncias, enfrentar congestionamentos quilométricos, pegar transporte público lotado ou, na melhor das hipóteses, andar por horas que não pretendíamos. Algumas pessoas chegam mesmo a precisar sair de sua cidade para encontrar seu objetivo, seja ele trabalho, lazer ou moradia.

Não é como que atravessemos a cidade para ir a um clube, por exemplo? Fazemos isso porque ele oferece coisas impossíveis de desfrutarmos em nossas casas, como uma piscina e um espaço confortável para tomar sol. Pensando nisso, a arquiteta Ângela Meza projetou esta casa, a qual ela deu o nome de Residencia Santa Mônica, para que seus habitantes, ao menos no que se refere a lazer, não precisem se deslocar. Sua ampla área externa permite que ali eles possam relaxar e curtir a vida que existe fora das obrigações do dia-a-dia. Não é este o sonho de todos nós? Ter a diversão e o prazer nos esperando logo após atravessarmos a soleira da porta do quinta? Então a seguir esmiuçaremos essa beça residencia, digna de atenção especial por conta de suas belas formas expostas ao sol!

Uma fachada de volumes e planos

A composição é sempre algo problemático para qualquer arquiteto ou arquiteta, Um único deslize pode fazer com que a harmonia construída por vários elementos venham a ruir diante dos olhos do observador. Entretanto, a fachada, um lugar visto e apreciado por todos pode passam na rua, é praticamente uma vitrine da casa, o que tornam as coisas ainda mais preocupantes. Mas, com um jogo sábio de formas e volumes sob a luz, Ângela Meza soube contorna esse desafio e construiu uma bela fachada para esta bela residência.

A piscina que encanta

Metros atrás da fachada, ao fundo do grande terreno que esta linda casa ocupa, uma grande piscina é encontrada. Ela dá o tom de despojamento no relaxamento que ali pode haver ainda que aliado às linhas retas e ortogonais que todos os elementos apresentam. As longas cadeiras na beira do deck que precede a piscina formam o pequeno bastião de contraste tão necessário aos olhos ao quebrar a ortogonalidade da construção com linhas suavemente curvas.

Os espaços integrados

A piscina não está ali apenas para ser um belo espaço aos olhos e um oásis de refresco para o corpo durante os quentes verões que com certeza irão vir pelos anos seguintes. Ela também realiza a integração dos ambientes que existem no limiar entre o interior e o exterior da casa. Na imagem acima podemos observar como ela faz isto de maneira perfeita com os ambientes que se encontram em ambos os lados da coluna central.

O dentro e o fora, o fora e o dentro

Olhando com mais atenção para um dos ambientes mostrados na imagem anterior (o ambiente à direita da coluna central, para ser mais específico) podemos observar o branco predominante. Esta escolha é feita por dois motivos principais. Um deles é contrastar com a bela madeira da mesa, das cadeiras e as vigas do teto. A segundo, e não menos importante, é para que a aparência de ambiente limpe perdure de madeira intensa enquanto o branco estiver destacado e passar essa sensação.

Um lugar de meditação

A cidade é uma loucura, sabemos disso. Esta casa possui uma grande piscina e uma área de lazer de tamanho considerável. É tudo que os seus habitantes precisam, certo? Não se você quer de fato encontrar a paz interior e o relaxamento máximo. Apesar da piscina e da área de lazer conferirem grande descarga de estresse e energias, elas também exigem forças e energia para ali ficar. Este canto mostrado na imagem acima foi projetado especialmente para um momento íntimo com seu próprio interior, fazendo com que seja perfeito para uma soneca longe do barulho ou de uma pequena meditação pela manhã.

Nem o banheiro escapa da integração visual

Tudo que observamos até aqui pode ser visto, com exceção da fachada, de praticamente todos os pontos da casa. O banheiro não se difere tanto assim desses outros ambientes! Calma, ele ainda mantem sua privacidade preservada. Entretanto, uma de suas faces (completamente envidraçada) encara um jardim externo, o que confere a este pequeno ambiente uma carga de luz natural não comum para um banheiro, tornando-o único e especial.

Se você gostou deste artigo vai se interessar por este aqui também!

Curtiu essa casa cheia de formas? Deixe aqui a sua opinião.
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda para projetar a sua casa? Entre em contato!

Encontre inspiração para sua casa!