Como fazer um jardim tropical?

ana roman ana roman
Loading admin actions …

Os jardins são a maneira que os homens encontraram para se reconectar com a natureza na vida moderna e urbana. Os jardins podem ser de muitos tipos, desde os jardins geométricos com pouca abundância e muito espaço livre, conhecidos na França e outros países europeus, até os mais parecidos com a natureza nativa. Enquanto esses jardins europeus perpetuam a ideia do domínio do homem sobre a natureza, através da domesticação do universo botânico em formas humanas matemáticas, há outros tipo de jardim, como o tropical, que procura o oposto: encontrar a natureza em um estado mais natural. 

O jardim tropical predominantemente pretende se assemelhar às matas tropicais e suas espécimes típicas, com folhagem exuberante e imensa variedade. A mata tropical tem uma aparência exótica, e por seu clima cálido e úmido tem abundância na diversidade de espécimes, assim como tipos de folhagem, flores e frutos.

Esse nicho botânico é normalmente encontrado em lugares por todo o mundo, pertencentes à faixa de clima tropical. Espalhados por todos continentes, podemos encontrar essa flora semelhante em muitos lugares: no sudeste da Ásia, no norte da Austrália, no Caribe, em algumas ilhas do Pacífico, na América Central e do Sul e África Equatorial.  

Embora as plantas se desenvolvam bem no clima e localidade onde são nativas, podemos criar plantas de outros climas se nos atentarmos aos cuidados necessários de sol, rega, adubo e substratos. Se você tem uma casa no litoral, é mais fácil fazer esse tipo de jardim, pois as plantas necessitam bastante calor, sol e umidade por todo o ano. 

Se você vive em um lugar mais frio é possível fazer um jardim tropical se a atenção às necessidades das plantas for grande. Há algumas espécimes tropicais que podem sobreviver em meio a temperaturas e condições não adequadas, porém, talvez seja importante trazer alguma delas para dentro de casa se o inverno não for ameno. 

Composição

Refúgio Zen - Espaço Lilás: Jardins modernos por Adines Ferreira Paisagismo
Adines Ferreira Paisagismo

Refúgio Zen – Espaço Lilás

Adines Ferreira Paisagismo

A composição do jardim é um planejamento extremamente necessário para que seu jardim evolua com saúde. É muito importante misturar diferentes espécies no seu jardim, isto simula o habitat natural e ainda da estrutura e substrato para que as plantes cresçam com muito mais facilidade. O ideal é que cada espécie tenha uma espaço único (um canteiro) com algumas mudas para juntas crescerem fortes, ao mesmo tempo, diversificar os tipos de canteiros enriquece o solo. Lembre-se que cada espécie vai precisar de um olhar diferente de cuidado! Para quem tem que se virar com um espaço pequeno não há problema, o cultivo de algumas destas plantas pode ser feito em vasos e cestas, este estilo de cultivo é um pouco mais complexo e algumas plantas podem não se adaptar, mas com um olhar cuidadoso você pode deixar crescer diferentes tipos de orquídeas em sua marquise, por exemplo. Para este tipo de cultivo procure sempre dar luminosidade em abundância para a planta e procure também cuidar da terra, pois ela deve ser rica em nutrientes – para isso pode-se usar de fertilizantes (naturais ou industrializados).

Além disso, misturar diferentes texturas, cores e tamanhos dá uma cara ainda mais natural para o espaço que está sendo criado. Este é um estilo de jardim que permite a ousadia nas escolhas, diferentes cores vivas e com formas esculturais. 

Objetos de decoração

Refúgio Zen - Espaço Lilás: Jardins modernos por Adines Ferreira Paisagismo
Adines Ferreira Paisagismo

Refúgio Zen – Espaço Lilás

Adines Ferreira Paisagismo

Para finalizar seu jardim que tal pensar em alguns objetos para incrementar o clima? Com algum planeamento você pode usar pedras, pedaços de madeira e troncos, pequenos lagos e fontes para ornamentar seu espaço. A inspiração não vem de longe, mas sim da própria natureza e sua rica diversidade suas complexas formas e desenhos. Lembramos que nas matas não rica apenas a flora mas também a fauna, isto é, com um jardim rico em verde você pode acabar também traindo algumas pequenas visitas. Pássaros, borboletas e insetos ajudam a manter o jardim vivo, que tal aproveitar e pendurar alguns bebedores para estas pequenas visitas? 

Flores e folhas

A escolha das flores é parte essencial na montagem de seu jardim tropical, pois dá o colorido vivo típico esperado. Estas flores costumam brotar durante a primavera e verão, e são bastante resistentes, continuando belas por um longo período. A escolha pode não ser fácil, já que o clima tropical gera uma imensa e rica variedade de flores – hibiscos, ave-do-paraíso (strelitzia, como a da foto), orquídeas, bromélias e outras. Todas são bastante exuberantes em suas diferentes cores.

Já a folhagem típica deste tipo de jardim são as folhas grandes, como as bananeiras e palmeiras por exemplo. É uma característica das plantas tropicais a necessidade de um ambiente úmido e com bastante luz. Porém, é possível encontrar soluções para quem não tem o espaço necessário. As samambaias, por exemplo, são uma boa pedida para quem tem um jardim com menos luz. Vale lembrar que é típico das regiões tropicais as folhas grandes e plantas com uma grande capacidade de reter líquidos, isto é, seu jardim terá sempre um verde vivo para alegrar o dia-dia.

Plantas exóticas

Projeto para um carrinho de flores: Jardins rústicos por Casa Nova Paisagismo
Casa Nova Paisagismo

Projeto para um carrinho de flores

Casa Nova Paisagismo

Outra característica interessante dos jardins tropicais é a possibilidade de compor o recanto com as plantas exóticas. Existem diversos tipos de plantas tropicais exóticas, e procurando conhecer um pouco mais deste repertório é possível ir além de flores e folhas e se utilizar de raízes suspensas, por exemplo. São diversas as cores, formas e texturas que se pode encontrar nas espécies tropicais. 

Você pode explorar também as plantas que além de beleza aos olhos também encantam nosso paladar! Existem algumas variedades de plantas (inclusive flores!) que podem ser comidas, o que pode tornar seu jardim ainda mais saudável. As PANCS (plantas alimentícias não convencionais) trazem a diversidade do jardim tropical para as mesas, são plantas que muitas vezes tem um cultivo muito simples e um sabor diferenciado. Seguem alguns exemplos: vinagreira, azedinha e a trapoeraba, um “mato” que pode ser utilizado para fazer seu suco verde pela manhã!

Se necessitar de auxilio, há muitas boas empresas de paisagismo, como a Casa Nova, que desenhou esse pequeno jardim.

Qual é sua espécie tropical favorita?
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda para projetar a sua casa? Entre em contato!

Encontre inspiração para sua casa!