Dicas para planejar a reforma da cozinha!

Lara Berol Lara Berol
Loading admin actions …

Chegou a hora de reformar ou de decorar a cozinha. Seja em casas ou apartamentos novinhos em folha ou mesmo aquele espaço que você já está habituado, uma obra sempre traz transtornos e não é incomum que sempre aconteça alguma confusão durante a execução.

Mas, se você está tentando se prevenir do cenário quase caótico que uma obra transforma sua casa tão organizada e limpinha, sabia que planejamento é a chave para uma reforma ou uma obra saírem nos trilhos.

Não se preocupe se te tacharem por maluco por controle, só assim será possível saber tudo o que está acontecendo na obra e quais os principais pontos a serem melhorados para que tudo saia perfeito. Se alguma coisa der errado, ainda haverá tempo e não te faltaram ideias para solucionar o problema. Reunimos aqui algumas sugestões para tudo saia dentro do esperado e ninguém fique maluco durante a obra.

Design das paredes

Cozinhas minimalistas por Markham Stagers
Markham Stagers

Concepto abierto y luminoso: cocina comedor salón

Markham Stagers

Os azulejos deixaram de ser a única opção para o revestimento de paredes para a cozinha. Agora, mesmo que você não deseje substituir todo o revestimento antigo, é possível pintá-lo com tintas especiais ou até mesmo colar adesivos sobre a parede antiga. Sem quebra-quebra ou sujeira. Ainda há a opção de aplicar um azulejo por cima do outro, como se fossem uma nova cama. Para esse procedimento, no entanto, é preciso ficar atento a diminuição do espaço real do ambiente. Com são duas camadas de azulejos, a parede ficará mais grossa. Preste atenção nesse detalhe e pondere antes da decisão.

Fique atento também na hora da escolha da cerâmica. Todo revestimento de porcelana é tabelado pelo índice PEI (Instituto de esmalte para porcelana), que determina qual grau da resistência da peça e para qual uso específico ela deve ser destinada. O PEI varia de 1 a 5, onde 1 representa o revestimento com menor resistência, e pode ser considerado de resistência mais baixa, podendo ser aplicado em paredes de banheiros ou dormitórios residenciais. E 5 é o grau mais alto da tabela, sendo indicados para lugares de fluxo super intenso, como por exemplo, ambientes públicos, como rodoviárias e supermercados.

Faça arranjos

Casa ReFit: Cozinhas rústicas por Ferraro Habitat

Aproveite móveis e utensílios que você já tem. Mesmo se a intenção for construir uma cozinha totalmente nova, ainda assim, é possível fazer algum arranjo com as peças antigas. Não é vergonha nenhuma usar algumas partes da cozinha antiga, mesclando com os itens novos. Pelo contrário, esse novo modo de decorar traz mais identidade ao ambiente, reforçando os gostos pessoais dos proprietários. Veja que lindo esse projeto desenvolvido pelo escritório Ferraro Habitat.

Móveis que não costumeiramente fazem parte da cozinha também podem ser usados para compor o novo conjunto. Basta imaginação para dar cara nova aos móveis escolhidos e repaginar o local.

Antes de levar isso ao projeto, lembre-se de avisar o seu arquiteto ou designer sobre essa intenção. Eles poderão orientar qual o melhor modo de integrar aquela peça ao restante do novo ambiente.

Equipamentos

Não se esqueça que a cozinha é o lugar que mais reúne equipamentos juntos. Pense neles como parte fundamental do funcionamento do ambiente. Reserve grande parte do orçamento da obra assim como local de destaque no projeto para eles. Lembre-se sempre de tirar as medidas antes de sair comprando o que achar bonito. Nem sempre o eletrodoméstico mais bonito é aquele que caberá em seu espaço.

Às vezes, acabamos nos encantando com uma geladeira maravilhosa na loja e quando ela chega, o espaço não é suficiente para ela. O erro mais comum é esquecer da medida da abertura da porta. O mesmo acontece com fornos, forninhos e até armários com portas. Fique atento à essas medidas de ir às compras para evitar dores de cabeça desnecessárias.

Planejamento durante a construção

Reservar um espaço para guardar os materiais da obra é fundamental para não deixar tudo espalhado, criando aquela bagunça a mais na casa. Coloque etiquetas para facilitar a procura por objetos necessários durante a reforma. Pense que esse local escolhido para ser o depósito da obra deve ter fácil acesso ao local da cozinha e, se possível, não deve ser entre a passagem de outros cômodos. Isso vai evitar a sujeira e vai fazer com que ninguém precise ficar andando de um lado para o outro sem necessidade.

Para evitar desperdício de tempo, é preciso traçar um cronograma com datas estimadas para tudo que se refere à obra. É preciso saber quando os materiais vão chegar, quais as etapas estabelecidas pela equipe de mão de obra, quanto tempo o serviço vai durar, se será ou não possível utilizar alguma parte da cozinha durante a obra.

Faça uma planilha com todos os prazos e tente manter esse documento sempre atualizado. É possível que imprevistos aconteçam, mas tendo esse controle fica mais fácil prever modificações ou soluções para algum problema que possa surgir.

Durante a obra. certifique-se que tudo está correndo bem. Mesmo que você tenha contratado profissionais de confiança, sempre é bom estar por perto e ver se tudo está correndo bem.

Design do piso

Cozinhas industriais por LAVRADIO DESIGN
LAVRADIO DESIGN

Cozinha em Lisboa

LAVRADIO DESIGN

Sabendo sobre a tabela de PEI citada acima, agora fica mais fácil escolher o piso que vai colocado na cozinha. Lembre-se que o azulejo e o piso da cozinha devem conversar. Cerâmicas com desenhos, cores, ou motivos muito destoantes podem acabar com um projeto. Preste atenção também aos rejuntes. Em ambientes com revestimentos muito claros não fica bem escolher o revestimento de uma cor muito escura. Pense na tabela das cores antes da escolha e também considere o fator sujeira. Se você não suporta ver sujeira nos rejuntes, faça a escolha de todos os revestimentos considerando isso.

Adesivos, pisos de resina ou vinílicos podem ser mais fáceis para limpar e manter.

Mobiliando a sala de jantar

Como as casas e os apartamentos estão cada vez menores, é comum que a sala de jantar esteja integrada à cozinha. Não há nenhum problema nisso, mas é preciso levar em conta que não será possível escolher móveis muito frágeis, claros e com tecidos delicados para esse local. A proximidade com o fogão e o forno durante o preparo dos alimentos poderá danificar mais rapidamente a decoração. Escolha peças mais resistentes e mais fáceis de limpar. Se as cadeiras tiverem assentos estofados, prefira a cobertura com tecido impermeável. Assim, será possível evitar acidentes desagradáveis e manchas ao longo do tempo. Considere também que essas estruturas estarão expostas ao vapor, pratos quentes e muitas vezes não estarão em um ambiente arejado o bastante.

Quer saber mais dicas sobre como reformar a cozinha? Confia nesse artigo e começa já a sua mudança.

Tem mais alguma dica a acrescentar? Mande para nós!
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda para projetar a sua casa? Entre em contato!

Encontre inspiração para sua casa!