Cozinhas  por ALEXANDER ZHIDKOV ARCHITECT

Cozinha americana: 10 exemplos cheios de estilo

Marina Mantovanini – Homify Marina Mantovanini – Homify

SOLICITAR ORÇAMENTO

Número incorreto. Por favor, corrija o código do país (+55 para o Brasil), código da cidade ou número de telefone.
Ao clicar em 'Enviar', confirmo que li os Política de privacidade e aceitei que a minha informação será processada para responder ao meu pedido.
Nota: Poderá anular seu consentimento enviando email privacy@homify.com com efeito futuro
Loading admin actions …

A passagem do tempo está trazendo algumas inovações e vantagens no campo do projeto arquitetônico de casas particulares. Gradualmente, espaços integrados estão ganhando terreno e o que antes parecia impossível e desnecessário, hoje é uma realidade que faz com que as casas sejam mais funcionais.

Pessoas que vivem em lares menores sentem os benefícios dessa fusão de ambientes, pois há uma maximização dos metros ou pelo menos isso é o que as pessoas vêem,  elas acham que têm mais espaço disponível. E é um fato que a vida moderna com seu ritmo acelerado precisa de residências mais práticas e conveniente sem muitas divisões e paredes que já não fazem sentido. Homify quer que você sempre esteja ciente de todas as tendências de design de interiores e queremos oferecer um vislumbre de dez exemplos de cozinhas integradas que você não pode perder. Elas são pura inspiração!

1. Longas bancadas

Outro elemento que o design de interiores trouxe para as cozinhas e veio para ficar são os balcões.

Às vezes, elas são extensões da bancada, da mesa ou em outros casos, estão embutidas em uma parede lateral. A coisa boa sobre esta estrutura é que se ela não for completamente sólida e compacta, torna-se possível que haja uma divisão mantendo, ao mesmo tempo, o espaço integrado para que a energia flua livremente.

2. Elemento condutor

No projeto, há muitas maneiras de expressar integração. Uma delas é uma estrutura faça o papel de unir os ambientes.

No caso desta cozinha e americana, uma ilha de cozinha é o fator usado para ligar os dois espaços, uma vez que ambos os lados podem ser ainda mais funcionais.

3. Em linhas paralelas

Uma parede inteira está coberta de utensílios de cozinha e logo ali está uma mesa branca com cadeiras pretas. No entanto, o piso delimita os espaços.

É importante a distância entre um ambiente e outro, lembre-se que falamos de um bom entendimento e não uma mistura grosseira.

4. Em L invertido

Salas de jantar  por MARIANGEL COGHLAN

O layout em L é muito comum, não apenas para unir cozinha e sala de jantar, mas para distribuir geralmente cozinhas de formato quadrado. Mas aqui não só recorremos ao L como forma, mas investimos para que não haja problemas de espaço.

5. Decoração depois da reforma

Às vezes acontece que a cozinha integrada com sala de jantar não é o plano inicial do projeto, o que significa que a decoração pode não encaixar tão bem.

A melhor opção é excluir uma parede que delimita sua cozinha ou sala de jantar para depois pensar nos móveis e nas alterações.

6. No formato da letra E maiúscula

Cozinha, balcão e sala de jantar. Essa distribuição gera três seções distintas, apesar de ter um espaço entre cada ambiente, não há paredes que demarcam os limites.

Top 10: balcões de cozinha

7. Um jogo de Tetris

Você se lembra do clássico jogo de vídeo game que para vencer era preciso encaixar as peças corretamente? A ideia de combinar a cozinha com a sala de jantar, em termos de distribuição, faz uma alusão parcial a este jogo.

A ideia é ter dentro de uma área grande, espaços pequenos, bem definidos, mas que fazem parte do todo, isto é, que, apesar de cada um ter uma função independente, eles estão em harmonia.

8. L invertido e rotacionado

Você pode projetar o layout em L na posição que você quiser. O que importa não é segmentar a área de sua casa, mas, pelo contrário, o objetivo é incluir os espaços.

9. Cubo dentro do cubo

Se o que você tem menos em sua casa é espaço, esta ideia vai te fascinar. Para mostrar um exemplo ainda mais claro, nós escolhemos esta cozinha, onde  itens estão dispostos no espaço quadrangular; Uma vez feito isso, instale a sala de jantar no meio.

10. Não só integrar, mas também distribuir

A maneira mais eficaz para gerar uma combinação de impacto entre a cozinha e sala de jantar está em não fazer uma mescla entre os móveis, enfeites, texturas, materiais, utensílios e um ambiente com os móveis e acessórios do outro recinto.

Estamos curiosos! Qual é a sua cozinha preferida?
Casas  por Casas inHAUS

Precisa de ajuda para projetar a sua casa? Entre em contato!

Encontre inspiração para sua casa!