Projeto Fuksas: Palácio da união militar em Roma

Carolina Pelzer Carolina Pelzer
Google+
Loading admin actions …

Como pode a arquitetura contemporânea se confrontar um edifício do final do século XIX? As cidades em que vivemos estão passando por rápidas mudanças de ponto de vista urbano, enquanto que em relação à arquitetura, nos melhores casos, assistimos a restauração de prédios antigos, que sempre fizeram parte da dimensão histórica que se distingue nas regiões italianas. 

Hoje, o homify fala sobre o incrível projeto do renomado arquiteto italiano Massimiliano Fuksas e sua esposa Doriana Fuksas, que mescla o novo e o velho em um só espaço. 

Este pode-se dizer é realmente um exemplo notável, de uma restauração de um histórico edifício que adotou algumas formas de arquitetura moderno. Localizado no coração de Roma, o projeto que estamos nos referindo é o Palácio da união militar.

O projeto fica à alguns minutos d distância da Via del Corso e Via Tomacelli, bem no centro da capital italiana. O histórico edifício ganhou nuances futuristas, e teve sua reforma iniciada em 2008 e terminada em 2013.

A fachada

Espaços comerciais  por fuksas

Quando observamos a uma primeira vista a fachada do prédio, não se nota nenhuma pista sobre a complexidade da cobertura do terraço do último piso que estamos prestes à nos referir. Em vez disso, o que podemos notar é a escolha dos traços clássicos adotados por Massimiliano e Doriana Fuksas. 

O projeto, na verdade, manteve basicamente todas as paredes do edifício, enquanto as estruturas verticais e pisos foram demolidas. A fachada exterior do edifício foi, então, completamente recuperada com a consolidação das porções de gesso individual, restauração de frisos e molduras da janelas arquitetônicas, recuperando desta forma o vínculo com a arquitetura tradicional de Roma.

A lanterna

Espaços comerciais  por fuksas

A Laterna é o apelido adotado pelo edifício após a construção da cúpula de vidro.  O elemento arquitetônico contemporâneo trouxe características completamente novas para esse prédio.  A estrutura de vidro e aço abri um diálogo entre os telhados e as cúpulas existentes na cidade de Roma.

Um espaço de vida

Espaços comerciais  por fuksas

O telhado do edifício tem uma forma reticular, quase orgânica. A lanterna tem uma altura máxima de cerca de 7,50 metros a partir de sua curvatura mais alta.

É evidente que este elemento arquitetônico é provavelmente tão interessante de ser observar por dentro quanto por fora. O seu lado exterior tem uma área de cerca de 300 metros quadrados. 

Aço e vidro

Espaços comerciais  por fuksas

O interior do edifício é caracterizado pela mesma estrutura da cobertura do terraço. O aço e vidro, com sua disposição, através dos quatro níveis do edifício se torna o material que mais chama atenção no projeto. 

Do andar térreo pode-se perceber toda a montagem da estrutura, como se fosse uma espécie de esqueleto. Essa característica contemporânea é com toda certeza o símbolo da reestruturação. Neste espaço se pode ver as ligações verticais, os compartimentos e acessórios da planta. O vácuo ao teto foi uma escolha de design capaz de dar continuidade ao interior, criando uma perspectiva que mostra claramente as interconexões entre os vários andares.

A loja

Espaços comerciais  por fuksas

O edifício tem uma área de 6.116 metros quadrados distribuídos em quatro níveis. Os interiores levam os visitantes em para ambiente fluido, onde se predomina um acabamento com materiais brilhantes. Como podemos observar, em cada nível é possível encontrar um traço da Lanterna

As cores

Espaços comerciais  por fuksas

Em cada andar, o edifício abre para espaço para uma atmosfera diferente. Nesse pode se perceber uma atmosfera curvilínea e futurista que abrange o formato e cores (roxo, vermelho e verde) diferentes se contrastando com o branco. 

As formas arredondadas e e geométricas se dissipam em meio os espaço interiores. 

Os móveis

Espaços comerciais  por fuksas

Os responsáveis pelo sistema de  iluminação foi a empresa Speirs & Grandes Associates, enquanto que todos os móveis na loja são da Fuksas Studio. A ideia básica era recriar um parque infantil. Os objetos que decoram os interiores são feitos principalmente de fibra de vidro e são caracterizados pela forma escultural, as linhas suaves e acabamentos em branco brilhante e laqueado. Expositores, mesas, mesas e cadeiras seguem todos os mesmo design comum, a fim de criar uma área homogênea, tornando o espaço e o objetos em quase uma exposição de arte.

A luz

Espaços comerciais  por fuksas

Voltando ao exterior, podemos observar através de uma nova perspectiva a construção da cúpula de aço e vidro. Durante o dua, a estrutura fornece uma grande quantidade de luz natural, como um verdadeiro espelho irregular. A noite o visual se transforma em uma fachada iluminada, assumindo características de um edifício monumental, como se o espelho fosse uma grande lâmpada  transluzente. 

Se você gostou de ler esse artigo, talvez se interesse por estes outros projetos arquitetônicos.

Descubra:

https://www.homify.com.br/livros_de_ideias/17724/u…

https://www.homify.com.br/livros_de_ideias/14408/o…

O que você achou desse projeto arquitetônico? Escreva a sua opinião.
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda para projetar a sua casa? Entre em contato!

Encontre inspiração para sua casa!