Dicas para criar uma parede de quadros!

Gustavo de Campos Gustavo de Campos
Loading admin actions …

Desde tempo imemoriais o ser humano se retrata, retrata seus afazer e sua vida social. Na pedra da parede de uma caverna de milhares de anos atrás, nos quadros dos antigos gregos, nas representações egípcias do tempo dos faraós, nos tetos pintados da renascença italiana ou nos murais modernos de Cândido Portinari, no Brasil, e Diego Rivera, no México: estamos representados em todos os lugares, assim como paisagens, objetos e outras cenas memoráveis. 

Entre cada uma dessas cenas a vida acontece, seja em bons ou maus momentos, mas são nestas representações pictográficas, nestes momentos congelados no tempo ou produzidos pela bela arte humana que tentamos nos transportar para outros lugares, outras memórias e outros sentimentos. Que tal então trazer isto para dentro de casa? 

Que tal adornar uma bela parede com quadros e outras figuras para quebrar a ordem rígida e opressiva da parede lisa? Não existe uma fórmula certa ou um caminho para usarmos e deixarmos o ambiente maravilho apenas a partir disto. Mas agora daremos seis preciosas dicas para você que seja ter uma parede invadida por memórias e boas sensações. Daremos seis dicas para você projetar uma parede com um quadro ou mais, de maneira que toda a casa possa respirar junta esta verdadeira intervenção. Selecione o que mais lhe agrada, suas melhores memórias, paisagens preferidas e arte que mais te agrada, pois suas paredes nunca mais serão as mesmas depois destas dicas!

Em que área?

Essa é uma boa pergunta e para uma boa pergunta apenas uma boa resposta: qualquer área! É claro que o caráter da composição deve acompanhar o ambiente, mas não existem restrições para onde os quadros devem ser usados. Sejam pequenos quadros num banheiro, uma série de figuras num corredor ou um grande painel numa sala, todos eles são válidos, desde que se preste muita atenção na harmonia entre o que está sendo feito na parede e os demais objetos do espaço. Lembre-se: nada na casa se sustenta sozinho!

Qual altura?

Bangalô 3 irmãos - Praia de Tamandaré/PE: Corredores e halls de entrada  por Celia Beatriz Arquitetura
Celia Beatriz Arquitetura

Bangalô 3 irmãos – Praia de Tamandaré/PE

Celia Beatriz Arquitetura

A altura ideal normalmente é onde os olhos possam ver sem esforço e sem força o pescoço. Para atender gregos e troianos nesse mundo de alturas extremamente díspares, pode ser uma boa pedida colocar os quadros a uma altura 1,65 em média. Por questões estéticas também é muito comum colocarmos a borda superior das figuras alinhadas com as esquias (normalmente 2,10m), mas isto é uma opção estética que deve ser avaliada caso a caso.

Qual moldura? – com moldura

Clássicos de luxo.: Sala de jantar  por VIA HAUS
VIA HAUS

Clássicos de luxo.

VIA HAUS

A moldura é um dos itens com que estamos mais familiarizados nos quadros e nas fotos emolduradas (daí mesmo o nome de seu tipo).  Ela não necessariamente precisam estar em figuras, podem estar também em espelhos, por exemplo, como na imagem acima. Elas podem ter um estilo mais clássico, cheio de volutas e arabescos barrocos, de modo a dar um estilo ao ambiente que remete às antigas realezas. Linhas retas e mais diretas nas molduras remetem à modernidade e a um estilo mais clean.

Qual moldura? – sem moldura

Também podemos dispensar as molduras e deixar a figura ou quadro solto no parede. Desta maneira ele fica quase que como flutuando. Isso é um truque para diluir a figura em seu fundo ao mesmo tempo que a destaque pelo contraste de cores. Uma técnica que se sabiamente utilizada reaviva o ambiente a partir da sobreposição de planos e formas que leva a uma parede muito mais interessante de ser apreciada.

Qual o tema?

Você pode fazer uma grande mistura de temas nas figuras que colocará em sua parede. Mas escolher apenas um tema pode também ser interessante. Isto pode criar unidade na composição e tornar interessante a comparação. Uma seleção feita apenas de paisagens, por exemplo, pode levar que a olha a questionar e comparar cada um dos lugares ali representados bem como elas podem contar cronologicamente a história de uma grande viagem. Momentos que podem ser registrados em lugar de destaque e que sempre estão na memória a ser construída no dia-a-dia.

Tamanho

As opções são inúmeras. Infinitas. Desde pequenos quadros com poucos centímetros de altura e largura até quadros com metros de tamanho e murais com vários metros quadrados. O tamanho vai ficar mais a cargo do tamanho da parede e da quantidade de figuras a serem colocadas do que de qualquer outra coisa. Um único quadro de tamanho avantajado por ser suficiente para tornar uma parede branca monótona muito mais interessante, como no projeto de Anaíne Vieira que pode ser visto acima. Uma composição de um único elemento.

Como arranjar os quadros?

Apartamento Vila Nova Conceição: Salas de estar modernas por Marcella Loeb
Marcella Loeb

Apartamento Vila Nova Conceição

Marcella Loeb

Esta composição dos quadros pode ser organizada e seguir linhas retas e racionais conforme as esquadrias as guiam ou mesmo conforme a perspectiva do espaço no induz. Mas também podem ser arranjadas de maneira mais livre. Uma sala ou quarto pode ter uma parede livre na qual não haverá linha concordante alguma e, a principio, pode parecer um completo caos. Mas isto é a internalização da vida e nela nem tudo é sempre reto e concordante. Deixe sua criatividade aflorar e faça uma bagunça com beleza na composição até que ela esteja do seu gosto!

Gostou deste artigo? Confira outras dicas de decoração aqui!

Concorda com nossas colocações? Deixe aqui sua opinião!
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda para projetar a sua casa? Entre em contato!

Encontre inspiração para sua casa!