Como mobiliar o seu primeiro apartamento

Gustavo de Campos Gustavo de Campos
Loading admin actions …

Um apartamento só pra você. Já pensou? Seja para apenas uma pessoa, para amigos dividindo um apartamento ou para uma família toda, este é o sonho de muitos de nós. Ter um lugar para criar memórias longe de onde crescemos ou mesmo dos lugares que costumamo frequentar, não é nega-los. É sim valoriza-los como lugar de aprendizado e para com os quais sempre teremos afeto.

Mais do que isso: é entender que eles nos ensinaram muito e agora é hora de criarmos nossas próprias lições. Mas pode onde começar? Qual caminho seguir? Um tipo específico de estilo? Minimalista, extravagante, clássico? Antes disso pensemos no próprio apartamento, nas paredes que irão conter nosso lar. Elas devem ter o tamanho adequado para que nossos objetivos possam ser realizados. É o apartamento de uma garota solteira? Talvez uma kitnet seja suficiente. Será para uma família já completa? Maior espaço é necessário. Um casal que ainda planeja ter filhos no futuro? Um dos dormitórios pode ser uma pequena biblioteca agora e se converter num quarto para o bebê no futuro. Tudo depende de planejamento e atenção para com as coisas que temos planejadas e desejamos.

Neste espírito, daremos sete dicas de como organizar o espaço interno do apartamento, de como aproveita-lo ao máximo e explorar todas as oportunidades que ele pode oferecer. Venha conosco nesta jornada para começarmos a compreender o que de nós existirá em nossas apartamentos e o que nossos apartamentos construirão em nós. O primeiro apartamento e a primeira experiência de liberdade, praticidade e aconchego te esperam nas dicas que seguem!

Combinando cores

Esta é uma escolha sempre muito interessante. Você irá passar bons e longos momentos neste apartamento, então por que não deixa-lo com um visual interessante? Não é necessário colocar coisas sobre coisas e mais coisas até a poluição visual dominar tudo. Como na imagem ao lado, em um apartamento projetado por Duda Senna, o ambiente limpo e minimalista dá espaço e condição para que duas peças (uma geladeira e um pequeno banco) se destaquem nas cores azul e amarelo. Esses dois pequenos toques transformam o ambiente e trazem vida nova a ele.

O básico para o primeiro apartamento

O que deve haver em meu primeiro apartamento? Todos que se mudam para um canto só seu pela primeira vez fazem essa pergunta. Ela é menos complexa do que pode parecer a princípio. É necessário pensar nas necessidades básicas. Uma cozinha bem organizada (trataremos dela adiante), um quarto confortável para dormir, um banheiro acessível e uma sala pronta para seus momentos de lazer e relaxamento (não subestime a importância disto, pois você irá precisar disto). Uma mesa de jantar para receber alguns amigos que venham comemorar a inauguração do seu lar também é muito bem-vinda.

Encontrando a primeira cozinha

cozinha é sempre um lugar que nos traz uma certa angústia na hora de montá-la. Esta angústia é justificada. Ao estabelecermos como ela será nunca sabemos que se realmente poderemos usufruir dela da maneira que num primeiro momento pretendemos. Se queremos algo prático podemos ficar na dúvida de se algum dia iremos ter vontade de algo mais sofisticado e o espaço ser insuficiente. O inverso também é verdade. A dica principal então é esta: faça o básico. É seu primeiro apartamento e você irá se adaptar a ele tanto quanto ele a você. A cozinha deve te dar prazer, não angústia.

Comprando equipamento básico

O equipamento básico é aquele que não te deixará morrer de fome, sede, enlouquecer sem alguma distração ou andar sem roupas na rua. Sendo assim, a questão aqui é ter objetividade. Comprar um fogão, uma geladeira, uma máquina de lavar roupas e algum tipo de mídia com a qual se entreter (pode ser uma televisão, um computador ou até mesmo maravilhosos livros) é algo essencial para alguém que está começando sua vida independente e assim pretende continuar.

Comprando lâmpadas

As lâmpadas surgem em uma infinidade de formatos, potências e cores nos dias de hoje. Para o seu primeiro apartamento você pode optar por lâmpadas simples e com potência adequada para cada um dos ambientes. Mais intensas nos ambientes maiores e menos intensas os menores. Luminárias pendentes sobre uma mesa também podem ser interessantes, adicionando elegância e plasticidade juntamente com a subjetividade da própria luz que ela emite. Algo muito importante: usar sempre lâmpadas econômicas, pois não só sua conta irá agradecer como também o meio ambiente!

Faça você mesmo para economizar dinheiro

As opções de faça você mesmo tem conquistado cada vez mais adeptos, tanto pela rusticidade dos objetos produzidos e pela economia como pelo prazer de trabalhar manualmente e por usufruir de algo que você mesmo transformou e deu uma nova utilidade. Sofás de paletes, pufes de caixas de madeira e até mesmo porta-vinhos e taças feitos de madeiras sem uso podem se tornar lindas peças de mobiliário através de um processo de regeneração atencioso e feito com paixão, sem a necessidade de conhecimento técnico altamente especializado.

Organizando o movimento

Independente do tamanho do seu apartamento é extremamente importante que os locais de movimento estejam sempre muito bem definidos. Isto é importante para que diferentes e conflitantes usos não acabem por se confundir e atrapalhar um ao outro. A colocação de uma pequena mesa, aparador ou mesmo um objeto de decoração de grande porte pode dividir ambientes e mostrar aos que habitam ou frequentam o lugar que algumas atividades se desenvolvem em um certo lugar e as mesmas possuem limites espaciais definidos, evitando assim que o lugar se transforme em puro caos.

Gostou das nossas dicas? Então continue a sonhar com seu apartamento e veja mais este artigo.

Se inspirou para ter o seu apartamento? Compartilhe conosco vossas impressões!
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda para projetar a sua casa? Entre em contato!

Solicite sua consulta grátis

Encontre inspiração para sua casa!