por PHU Bortnowski

Passo-a-passo: como instalar um amplo deck de madeira no jardim

Eduardo Prado – homify Eduardo Prado – homify
Google+
Loading admin actions …

Uma piscina, sem dúvidas, é a escolha perfeita para se refrescar nos dias de calor tropical, porém, para que ela seja ainda melhor, é preciso pensar em toda a área de lazer construída no entorno -- e nisso deve estar incluído um belo deck de madeira. 

Nosso passeio de hoje será direcionada para uma pequena chácara, onde a família costuma se reunir nos finais de semana de calor mais intenso para aproveitar a piscina instalada no jardim. Contudo, para tornar o espaço ainda mais perfeito, foi decidido que a área precisaria de um grande deck instalado com uma pequena varanda, onde todos poderiam descansar e relaxar com frutas e refrescos. 

Abaixo, aprenderemos juntos todos os passos desta construção: dos primeiros passos na escavação do terreno até a instalação do mobiliário, observando algumas pequenas dicas que, sem dúvidas, poderão trazer boas ideias para que este projeto também seja realizado no seu lar

Vale lembrar que o processo abaixo conta com os passos básicos com boas noções do passo a passo. Porém, a supervisão e consultoria de bons profissionais é imprescindível em todas as etapas.

Siga conosco e inspire-se!

Vantagens de ter um deck de madeira

Piscina com Deck de madeira: Piscinas modernas por Millena Miranda Arquitetura
Millena Miranda Arquitetura

Piscina com Deck de madeira

Millena Miranda Arquitetura

Lazer, conforto e elegância são soluções comuns quando pensamos em decks de madeira. Ótimos para valorizar pátios e quintais, os decks de madeira proporcionam beleza ao lar e são perfeitos quando a ideia é valorizar os espaços externos de sua casa. 

De maneira geral, os decks podem ser instalados em diferentes níveis de altura, o que pode oferecer soluções complementares que criam novas e agradáveis opções de lazer no lar. Além disso, as madeiras do deck podem compor revestimentos nas estruturas elevadas para piscinas, o que é ótimo para oferecer unidade no conjunto e reforçar ainda mais a beleza do espaço externo. 

Além disso, a escolha do tom para a madeira do deck pode influenciar diretamente na decoração do seu quintal. Se escolhido em tons quentes que são os mais escuros, o quintal ganha sensação de maior acolhimento e elegância, enquanto que, se escolhida em tom claro, a madeira proporciona leveza ao quintal, o que é ótimo para espaços mais divertidos.

Quais os tipos de madeira para fazer um deck

Residência DP: Piscinas modernas por Pavesi Arquitetura
Pavesi Arquitetura

Residência DP

Pavesi Arquitetura

Entender qual o melhor tipo de madeira para utilizar no deck externo é muito importante, já que é necessário escolher peças de alta resistência contra a umidade e que resista aos ataques de fungos e cupons é fundamental. Entre os principais tipos de madeira escolhidos para serem utilizados em decks, estão:

  1. Deck de Pinus Tratado: esse tipo de madeira oferece um ótimo custo-benefício para a utilização em áreas úmidas, como áreas de lazer com piscina. Entretanto, esse tipo de madeira demanda um tipo de tratamento químico específico para poder ser utilizado em área externa, o chamado autoclave. Por ser um pouco mais frágil, o pinus acaba recebendo maior atenção com manutenção ao longo do ano, chegando ao máximo de 8 anos de durabilidade se realizadas as manutenções periódicas necessárias. 
  2. Deck de Madeira Plástica: esse tipo de madeira também chamado de madeira ecológica traz uma série de vantagens para sua escolha, como, por exemplo, a não necessidade de tratamento contra umidade ou pragas. Contudo, sua desvantagem está na não semelhança absoluta com a textura da madeira, o que pode trazer uma sensação de artificialidade à área lazer. Excetuando esse ponto, os decks de madeira plástica têm incrível durabilidade e garantem ótima economia com a pouca necessidade de manutenções constantes. 
  3. Deck de Madeira Nobre: entre as opções principais de madeiras nobres estão o Cumaru, o Ipê, a Itaúba e a Muiracatira, que são desenhadas com réguas que vão de 7 a 10 cm e variação no comprimento. Além do acabamento mais elegante e sofisticado, os decks com esse tipo de madeira garantem maior durabilidade, podendo chegar aos 20 anos de uso se realizadas as devidas manutenções. 

1. Limpeza e nivelação

Para começar a construção do deck, primeiro foi delimitada a área onde seria instalado o piso de madeira. Depois, houve remoção de alguns centímetros de terra para que a altura fosse a mesma da piscina. Os limites foram demarcados com pequenas varas em cada canto, onde um fio de nylon foi suspenso para marcar o nivelamento. 

Após a terra ser compactada, foram enterradas pequenas barras de madeira de aproximadamente 4x4 cm à 90 cm de distância entre cada um. O nivelamento deve ter máximo cuidado para que a superfície de madeira a ser instalada fique perfeita. Vale ainda reforçar que todos os elementos de madeira utilizados no processo foram perfeitamente protegidos contra umidade e cupins. 

2. Instalação dos primeiros caibros

A base consiste em um tramado de estruturas resistentes que será sobreposta para distribuir o peso de maneira uniforme e seguro. Sobre os cubos nivelados foram colocados caibros, neste caso, de 2x4 com a direção no mesmo sentido em que serão colocados os laminados finais.

Assim foi se transformando

Assim podemos notar a estrutura primária sobre as bases quadradas enterradas no terreno. 

3. Instalação dos caibros cruzados

Sobre os primeiros caibros instalados foi adicionada uma segunda estrutura que, agora, consiste em caibros de 2x2, colocados perpendicularmente com relação aos primeiros. Neste caso, a distância de um para o outro é de 35 cm. 

Detalhes das estruturas

Neste detalhe podemos notar a trama das peças de madeira e sua posição com relação à base.

Forma alongada

Agora, podemos perceber toda a base alongada onde será estruturado o deck de madeira.

4. Iniciando a cobertura

Considerando o tamanho do quintal, foi difícil encontrar placas de madeiras tão longas para a cobertura. Com isto, foi necessário comprar peças de menor tamanho que serão perfeitamente encaixadas para evitar que a superfície fique irregular.

A cobertura foi ganhando espaço em torno da piscina

Pouco a pouco o visual final foi ganhando espaço em torno da piscina e, com isto, o cenário ficando mais acolhedor.

5. Emparelhando e limitando

Após emparelhar a cobertura, as rebarbas foram limitadas para que o recorte final deixasse um alinhamento perfeito. Aqui, o espaço disponível varia conforme o número de pessoas a utilizar a área de lazer.

Retângulo perfeito

Nesta imagem já podemos perceber os recortes realizados nas extremidades. O deck perfeito está quase pronto.

7. Aplicando a seladora

A cobertura comprada era de cor muito próxima à desejada, tendo recebido a devida proteção contra as intempéries naturais e pragas. Portanto, a última etapa era aplicar uma boa seladora para dar o brilho final. 

A área de lazer começa a ser finalizada

Com o novo tom de cor, a área de lazer exibe beleza e está praticamente pronta para a diversão.

As bases para o terraço

Contudo, a ideia era fazer ainda mais coisas no espaço. Com isto, as bases para a construção de um novo terraço foram adicionadas.

8. Organizando os móveis

Com o terraço já construído, bastou organizar um bom conjunto de mesa e cadeiras resistentes às mudanças climáticas para o espaço ficar plenamente confortável. 

Agora é só desfrutar!

Agora já nem lembra mais o antigo terreno gramado. A presença do deck de madeira ganhou contornos de pedras e ficou ainda mais agradável. O pequeno terraço coberto ao fundo oferece proteção para relaxar completamente em todo o verão.

O que você achou deste projeto?
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda para projetar a sua casa? Entre em contato!

Encontre inspiração para sua casa!