Casa Narigua: uma arquitetura desafiante!

SOLICITAR ORÇAMENTO

Número incorreto. Por favor, corrija o código do país (+55 para o Brasil), código da cidade ou número de telefone.
Ao clicar em 'Enviar', confirmo que li os Política de privacidade e aceitei que a minha informação será processada para responder ao meu pedido.
Nota: Poderá anular seu consentimento enviando email privacy@homify.com com efeito futuro

Casa Narigua: uma arquitetura desafiante!

Luciana P Luciana P
Casas  por P+0 Arquitectura
Loading admin actions …

Aqui no homify escrevemos toda semana sobre projetos que se integram com a paisagem, mostrando exemplos arquitetônicos onde as casas se conectam ao contexto e fluem de tal forma que se não o enriquecem, ao menos passam desapercebidos sem deixar de lado a funcionalidade e a beleza.

Para seguir essa linha de pensamento, encontramos um projeto fascinante de tirar o fôlego que nos deixou mais do que surpresos: Casa Narigua pelos profissionais da P + 0 Arquitectura sob a visão e liderança do arquiteto David Pedroza.   

Gostaríamos de compartilhar com vocês esta maravilhosa residência!

O lugar

Casas  por P+0 Arquitectura
P+0 Arquitectura

Narigua House

P+0 Arquitectura

O estado de Nuevo Leon (México) se estende a um pouco mais de 64mil km² o que lhe confere uma certa diversidade climática que se reflete em sua flora e fauna. Profundamente moldada pela Serra Madre Oriental, é caracterizado principalmente por um clima de estepe semi-seco, e microclima subtropical. Assim, a flora é caracterizada por vegetação xerófila e florestas de coníferas nas montanhas, onde o solo é quente e a própria montanha semi-úmida. Lembre-se que a floresta de coníferas está localizada a partir do nível do mar até a borda da linha das árvores no alto das montanhas, e consiste de pinho, cipreste, carvalho, etc.

Ao oeste de Monterrey, a capital, se encontra El Jonuco, no munNicípio de Santa Catarina a 1740 metros de altitude. Foi nesta desafiadora área montanhosa de floresta de coníferas que o arquiteto David Pedroza Castañeda decidiu pintar um sonho: Casa Narigua.

A ideia

Casas  por P+0 Arquitectura
P+0 Arquitectura

Narigua House

P+0 Arquitectura

Abrigando uma floresta de coníferas, as montanhas que do lado oeste se encontram, a região do El Jonuco provocam uma dança entre a construção e o entorno. Abundante em ciprestes e cedros se alçam como colunas cuja solução poderia ter sido sua destruição, mas os profissionais de P + 0 Arquitetura, respeitosos com a natureza projetam três volumes, com base em prismas em balanço e duas plantas sobrepostas que dão um passo para trás e para frente através do local para se ajustar ao ambiente e resolver o desafio dos desníveis do terreno. Desta forma evita perturbar o contexto e proporciona leveza a uma casa que, de outra forma, inclusive por seus materiais, seria pesada e densa.

A entrada

Jardins  por P+0 Arquitectura
P+0 Arquitectura

Narigua House

P+0 Arquitectura

O primeiro espaço apresenta uma garagem e áreas para armazenamento. O piso térreo possui uma série de salas cujos materiais reutilizáveis trazem versatilidade ao transformá-las em quartos de hóspedes para desfrutar de uma varanda de grandes dimensões que nos permitirá observar a vista, incrédulos.

Os caminhos e as paredes são de pedras locais para sua resistência, amortecimento e capacidade de isolamento e sua cor que combina perfeitamente com a paleta oferecida pela Mãe Terra. Casa Narigua, tal como definido pelo seu autor, é uma obra de pedra humildemente colocada em um cenário deslumbrante.

A circulação

Casas  por P+0 Arquitectura
P+0 Arquitectura

Narigua House

P+0 Arquitectura

A partir da abundante presença de grandes janelas, se dispensam paredes e se abrem os espaços. Porem é muito mais do que expressar essa sensação psicológica de extensão, é também uma forma de introduzir o exterior no interior, quando os limites tiverem desaparecido através do vidro transparente.

Esta série de prismas, volumes sobrepostos oferecem uma circulação dinâmica e os prismas suspensos produzem terraços e pontos panorâmicos que se comunicam verticalmente como os pilares de ciprestes e árvores de cedro que o rodeiam. 

O arquiteto menciona que sua inspiração foram “os moradores que vivem ao lado da vegetação e a vida silvestre”, evocando dessa forma numerosas cidades mexicanas delimitadas por montanhas no vale que se forma por ambas as serras.

O quarto

Quartos  por P+0 Arquitectura
P+0 Arquitectura

Narigua House

P+0 Arquitectura

O dormitório principal é ligado ao piso térreo por uma escada em madeira e o exuberante domínio das janelas mencionadas.

O banheiro

Banheiros  por P+0 Arquitectura
P+0 Arquitectura

Narigua House

P+0 Arquitectura

No terceiro volume os ambientes se ocupam com áreas de estar, cozinha e sala de jantar.

Como podemos ver na imagem, se mantem esse estilo industrial, paredes de concreto emolduram uma cozinha continua, informal, de granito, mobiliário de aço inoxidável, e a sobriedade do piso de concreto polido e superfícies de trabalho na mesma linha.

Pode se notar uma espécie de sistema de circulação de ar que complementa o ar natural que predomina ao abrir as janelas dos terraços que também servem de sala de jantar.

A cozinha

Cozinhas  por P+0 Arquitectura
P+0 Arquitectura

Narigua House

P+0 Arquitectura

No terceiro volume estão as áreas de estar, cozinha e sala de jantar. Como podemos ver na imagem, se mantem esse estilo industrial, paredes de concreto emolduram uma cozinha contínua, informal, de granito, mobiliário de aço inoxidável, e a sobriedade do piso de concreto polido e superfícies de trabalho na mesma linha. 

É curiosa a falta de um exaustor na bancada do centro, no entanto pode se notar uma espécie de sistema de circulação de ar que complementa o ar natural que predomina ao abrir as janelas dos terraços que também servem de sala de jantar.

A sala de jantar e a sala de estar

Salas de estar  por P+0 Arquitectura
P+0 Arquitectura

Narigua House

P+0 Arquitectura

Uma eclética combinação de móveis antigos e modernos se intercala com obras de arte que incluem pinturas, esculturas e máscaras decorativas.

É a forma como melhor se pode descrever e apreciar esta combinação vista na imagem. Com réplicas de bustos pré-hispânicas, vigas de madeira, moderno sistema de iluminação de leds, que não competem com a luz natural. 

Janelas, paredes grossas, coberturas planas, vigas de madeira, são comuns na arquitetura tradicional mexicana, recurso fascinante e muito utilizado.

​O pátio

Terraços  por P+0 Arquitectura
P+0 Arquitectura

Narigua House

P+0 Arquitectura

Esta bela combinação de concreto vermelho procura combinar o tom da paisagem utilizando vías de ciprés e pisos até o exterior de concreto polido, mas, além das janelas, é quase obrigatório perder a visão na montanha cênica.

Mobiliário típico de madeira e couro, destaca a presença de uma mesa de centro que talvez desequilibre com sua negligência ocasional.

A cobertura

Terraços  por P+0 Arquitectura
P+0 Arquitectura

Narigua House

P+0 Arquitectura

E o que é o detalhe mágico?

O grande terraço oferece a seus moradores uma cobertura com piscina e uma imponente vista das montanhas. Piso de madeira e uma pequena piscina que em dias ensolarados de clima semiúmido permite a carícia fresca do verão.

Cabe ressaltar a presença de um vidro que, novamente, permite a extensão e a absorção de onde esta obra-prima arquitetônica está localizada.

A magia

Jardins  por P+0 Arquitectura
P+0 Arquitectura

Narigua House

P+0 Arquitectura

A preponderância de cores de terra junto a enormes janelas refletem a paisagem e fazem, por momentos, desaparecer a casa. Esta é a magia de Narigua House, que como diz seu criador, quando visto à distância, é fácil confundir Narigua com um acidente geológico.

E o truque é simplesmente o respeito à natureza e a utilização de suas formas caprichosas a nosso favor. Terraços do lado oeste da casa com vista para imponentes montanhas que se tocam, terminado em um acidente geológico, um refúgio, como o diamante entre o carvão.

Assim, Narigua, finalista do XXIII Prêmio de Obras Cemex no ano em curso (2014) segue majestosa e humilde entre as montanhas do El Jonuco, prestando homenagem ao meio ambiente e funcionalidade e proteção para seus habitantes.

O que você acha deste projeto arquitetônico? Compartilhe seus comentários conosco…

Você teria coragem de morar numa casa de arquitetura tão desafiadora?
Casas  por Casas inHAUS

Precisa de ajuda para projetar a sua casa?
Entre em contato!

Encontre inspiração para sua casa!