Cozinhas modernas por CARL TRENFIELD ARCHITECTS

10 dicas simples para plantar uma horta em casa

Patricia Smaniotto – homify Patricia Smaniotto – homify
Google+
Loading admin actions …

Se o seu sonho é ter uma horta em casa ou no apartamento, saiba que é perfeitamente possível realizá-lo! Em diferentes espaços e condições, sempre há uma alternativa para a instalação de uma horta que produza ervas ou hortaliças fresquinhas para uma alimentação mais saudável.

Tudo que uma horta precisa é que você observe as condições de vida das plantinhas: água, solo, recipiente, sol, compatibilidade ou incompatibilidade com outras espécies, enfim, tudo aquilo que permite que elas cresçam saudáveis e viçosas.

Apresentamos, portanto, 10 dicas de como começar uma horta em casa. Os passos são fáceis e, se estiver motivado, você vai ter a sua horta muito em breve.

Varie os tipos de temperos na cozinha

APARTAMENTO 400m2 - AV BOA VIAGEM - RECIFE/PE: Cozinhas modernas por ROMERO DUARTE & ARQUITETOS
ROMERO DUARTE & ARQUITETOS

APARTAMENTO 400m2 – AV BOA VIAGEM – RECIFE/PE

ROMERO DUARTE & ARQUITETOS

É claro que você deve escolher as ervas ou hortaliças de que mais gosta para começar a sua horta. Isso é motivador e o ajudará a se dedicar mais ainda a ela. Mas considere variar os tipos de ervas e hortaliças nos seus vasos, caixas ou canteiros. Pode ser uma surpresa cultivar uma erva pouco conhecida, seja no sabor, quanto na aparência. A hortelã variegada, por exemplo, tem as bordas brancas e pode ficar linda na sua salada.

Pesquise a época do ano para o plantio

Ervas aromáticas precisam ser regadas todos os dias. Mas é preciso ter cuidado para não exagerar, já que as raízes apodrecem facilmente. É por isso que é tão importante que os vasos, ao serem preparados, utilizem materiais que ajudem uma drenagem fácil. Mas lembre-se que cada erva ou hortaliça tem necessidades diferentes de água, o que deve ser pesquisado para melhor desempenho. Tomates, por exemplo, precisam de muita água. Além disso, a época do ano e as condições ambientais também devem ser levados em conta na hora da rega. Geralmente, quando se coloca o dedo na terra do vaso e ele fica úmido, é porque não há necessidade de se colocar mais água.

Observe o sol

Para poder instalar uma horta, a primeira coisa que você precisa observar na casa ou apartamento é como o sol se comporta durante o dia, iluminando os ambientes. Se o sol não incide na casa ou apartamento, é muito difícil que as plantas vinguem. O ideal é que o sol se alterne entre manhã e tarde, ou seja, esteja presente em um período e não no outro. Para a maioria das ervas e hortaliças, são necessárias de quatro a seis horas de sol por dia, mas, algumas hortaliças, como tomates, pimentões e berinjelas, precisam de muito sol, portanto devem ser cultivadas em hortas no jardim.

Escolha o lugar

Se houver boa incidência do sol, você pode escolher entre os melhores lugares para começar a colocar a mão na massa. No jardim, é provável que haja as melhores condições de plantio, especialmente quando se deseja cultivar hortaliças. Em apartamento, a cozinha parece ser a melhor área para uma horta, inclusive porque se terá as plantinhas bem à mão. Mas a varanda ou terraço também pode ser uma boa escolha, desde que não vente. Mesmo assim, a lavanda, a citronela, o capim-limão, o tomilho e o tomilho-limão são resistentes ao vento.

Escolha os recipientes

MÃO NA TERRA, Belo Horizonte, 2015: Jardins rústicos por Luiza Soares - Paisagismo
Luiza Soares – Paisagismo

MÃO NA TERRA, Belo Horizonte, 2015

Luiza Soares - Paisagismo

Pode-se começar a plantar com sementes ou com brotos. Assim que forem escolhidos, é importante utilizar o recipiente certo para recebê-los. Entre as alternativas, estão os vasos e as caixas para apartamentos e os canteiros para jardins. No caso de se usar vasos, é preciso considerar que a planta precisa de espaço para as raízes. Vasos com sete a 15 cm de profundidade permitem plantar quase tudo, mas devem ter furo no fundo para drenar a água. As caixas são ótimas para pendurar na parede ou em uma estrutura vertical. Elas têm bastante espaço, o que favorece o plantio de dois ou mais tipos de ervas no mesmo espaço. Mas, caso algumas dessas plantas sejam muito consumidas, o melhor é plantar cada erva numa caixa exclusiva. A hortelã, porém, tem raízes invasoras e deve sempre estar sozinha, assim como a salsinha. Quanto aos canteiros, o ideal é que eles sejam delimitados por materiais como tijolo e tenham parcelas, ou seja, divisões internas para tipos diferentes de plantas.

Prepare o solo

Jardim  por BACSAC®
BACSAC®

Le carré potager BACSAC : outil pédagogique

BACSAC®

Com as sementes ou brotos e recipientes já definidos, é a vez de se preparar o solo para uma adubação equilibrada. Deve-se misturar, em vasos, caixas ou canteiros, duas partes de terra comum e uma parte de composto orgânico ou húmus de minhoca. Os vasos recebem pedras no fundo para facilitar o escoamento da água; já o canteiro não pode levar pedras e deve ter terra bem fofa para deixar as raízes livres para crescer. À medida que as plantinhas crescem, elas devem ser podadas de vez em quando, de acordo com as necessidades de cada uma (para isso, pesquise a erva ou hortaliça). O manjericão, por exemplo, não pode manter as flores, pois elas tiram todo o sabor das folhas. E a maioria das ervas precisam ser podadas drasticamente se o consumo for muito lento. Nesse caso, elas costumam murchar e secar.

Preste atenção na água

Geralmente, quando se coloca o dedo na terra do vaso e ele fica úmido, é porque não há necessidade de se colocar mais água.

Use repelentes naturais

As suas plantinhas têm inimigos e eles vão aparecer mais dia, menos dia. Por isso, esteja atento ao menor sinal de parasitas. Os pulgões são alguns dos mais persistentes, mas as joaninhas e as abelhas podem ser grandes aliadas. As primeiras se alimentam dos pulgões, portanto não as expulse. Um jeito natural de afastar os parasitas é plantar cravo-de-defunto. Outro é atrair passarinhos, no caso de jardins.

Se o espaço é pouco, verticalize

Agora, pensando mais em apartamentos (embora seja totalmente viável nos jardins), você pode verticalizar a sua horta, dispondo os vasos ou caixas uns sobre os outros em ganchos na parede. Com isso, ganha-se muito espaço e fica lindo tanto na cozinha quanto na varanda ou terraço. Só tenha cuidado para que haja uma distância suficiente entre os vasos ou as caixas para que as plantas possam crescer com liberdade.Não importa se a sua horta é no jardim ou dentro de casa. Uma coisa é certa: você vai ter que pesquisar a época do ano em que vai fazer o plantio para saber se aquela especiaria ou aquela hortaliça que você tanto quer pode ser plantada nesse momento. Uma boa ideia é planejar, ao longo do ano, o calendário do plantio de ervas e hortaliças. Assim, você vai ter as melhores condições possíveis e, com elas, a perspectiva de uma colheita bem-sucedida.

Se há pouco sol, use lâmpada especial

Cozinha  por Bulbo®

Para quem quer mesmo investir em uma horta e tem problemas com a iluminação natural em casa, existe uma lâmpada da empresa italiana Bulbo que emite uma luz colorida, resultante da combinação de frequências, que simula o sol ao longo de todo o ano. E ainda gasta muito pouca energia. Se essa sugestão está além das suas condições, faça algumas visitas a lojas especializadas em jardinagem e agricultura. Talvez você encontre uma solução acessível para o seu problema em relação à horta, seja ele qual for. 

Qual é a sua dica para uma horta saudável?
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda para projetar a sua casa? Entre em contato!

Encontre inspiração para sua casa!