Cube house casas modernas por studio mk27 moderno | homify

A volumetria emerge de um grande cubo de concreto, que é desconstruído para comportar o programa de uma casa. A fatia inferior do cubo, no térreo, é subtraída, fazendo com que o cubo paire sobre o solo sustentado por delicados pilotis redondos. Essa fatia é substituída por uma fita metálica montada em portas deslizantes que se abrem inteiramente. Dentro desse espaço, nesse andar, organiza-se a sala e a cozinha. No segundo andar, o concreto mantém sua densidade, rompido apenas por aberturas que revelam os espaços internos dos quartos. São três aberturas do mesmo tamanho, voltados para a piscina, e uma para o fundo, que é a janela da sala de TV. No terceiro andar, enquanto o concreto protege o closet e o banheiro, uma ruptura na fachada ilumina a suíte principal. Além disso, o escritório é um paralelepípedo subtraído do cubo de concreto que perpassa todo o andar: uma ruptura que aparece de um lado e do outro. O jardim é a terra onde o cubo repousa, um cubo que comporta uma casa construída a partir da desconstrução de uma volumetria.

Arquitetura: studio mk27 - marcio kogan + suzana glogowski. Interiores: diana radomysler. Fotografia: fernando guerra

Fotos parecidas
Comentários