Jardins - inspiração e design de interiores | homify

Jardins – fotos, inspiração e design de interiores

  1. Precisa de ajuda com o seu jardim?
    Precisa de ajuda com o seu jardim?
  2. Precisa de ajuda com o seu jardim?
    Precisa de ajuda com o seu jardim?
  3. Precisa de ajuda com o seu jardim?
    Precisa de ajuda com o seu jardim?
  4. Precisa de ajuda com o seu jardim?
    Precisa de ajuda com o seu jardim?

Quando um jardim é atraente?

Cada um define o jardim dos sonhos de forma diferente. Para alguns, ter uma piscina é algo vital, outros apenas um jardim onde possam ter as suas plantas. De um pequeno jardim a um campo arborizado: o mais importante é seguir algumas regras básicas que podem fazer a diferença para aproveitar o máximo de qualquer jardim. Por um lado é preciso ter em conta as características do terreno mas, por outro, as preferências pessoais de cada um.

Um jardim apelativo transmite uma sensação de bem-estar e reflete a nossa personalidade. A criatividade do design do jardim é essencial, não se deve esquecer que o jardim deve enquadrar-se harmoniosamente no arranjo espacial da casa.

Nós vamos revelar agora algumas dicas para que você possa combinar todas as formas de decorar o jardim.Tomar as decisões corretas é crucial para atingir o jardim dos sonhos: 

Ideias e inspiração para jardins:

De modernos a mediterrâneos, de tropicais a japoneses: na nossa seção Jardins existem inúmeras ideias e inspiração para a decoração de jardim para todos os gostos. A partir do momento em que você encontra uma imagem de jardim que gosta, com apenas um único clique, é possível adicionar esta imagem ao seu livro de ideias. Os livros de ideias são um espaço para armazenar as suas inspirações. A qualquer momento você pode adicionar ou excluir imagens e alterar manualmente a sua ordem. Adicionalmente, os campos de texto que são predefinidos nos livros de ideias permitem incluir comentários pessoais aos seus projetos favoritos. Os livros de ideias já criados são gravados automaticamente no seu perfil – assim, as suas ideias favoritas estarão sempre disponíveis e organizadas! 

Como posso projetar o meu jardim?

Existem diversos estilos que podem compor um jardim. Dado que o espaço verde da nossa casa deve refletir principalmente a nossa personalidade, primeiro é essencial definir esta  com rigor. Depois de esclarecer este ponto, se pode começar a tomar decisões relacionadas com a divisão entre o jardim e o terraço, materiais do mobiliário de jardim, ou sobre as cores das almofadas de assento que se pretende utilizar. Gostaria de dar preferência às plantas, apostar em um lago ou casa de brincar para crianças? Tão importante como a aparência, é a funcionalidade. Assim, antes mesmo de decorar o jardim, devemos nos perguntar quais são as características cruciais que um jardim deve ter: deve irradiar conforto, oferecer um amplo espaço para as atividades esportivas ou melhor, ser flexível? É claro, que diferentes requisitos podem ser combinados em um só espaço. No entanto, quanto mais precisa for a sua ideia, mais fácil será implementação do seu projeto. 

Criar um jardim

Antes de iniciar mãos à obra, se deve questionar qual o objetivo primordial do projeto e do espaço. Qual é o objetivo do jardim? Ser projetado para churrascos, proporcionar um ambiente de lazer no verão ou um espaço de relaxamento? Se quer criar um espaço infantil ou um jardim zen? Quer que seja de fácil manutenção e que seja repleto de flores na primavera? Que tipo de cercas de jardim são mais adequadas para a minha casa? Este conjunto de questões devem ser colocadas e esclarecidas antes de se iniciar o trabalho de preparação e plantação, caso contrário, pode se ter surpresas desagradáveis. Outra questão de grande importância são os pontos sombrios. É importante testar e observar o jardim durante um dia e, se possível, em diferentes estações do ano, antes, por exemplo, de decidir cortar e abater árvores. Um espaço verde pode ser dividido em várias formas: coberto de flores, com um local para descansar ou até mesmo adicionar uma área gourmet. O que se deve considerar é a combinação ideal de flores e plantas e quanto espaço será designado para cada proposta. 

Aspectos importantes no planejamento do jardim?

Quando se está planejando um jardim, o primeiro passo é pesquisar, coletar ideias e, finalmente, escolher o profissional que se irá desenhar o projeto. Este pode ser um designer de jardins ou arquiteto paisagista. Conceber e construir um jardim bonito pode ser uma ideia muito atrativa para os entusiastas de bricolagem e jardinagem, porém se não há experiência, este desafio não é recomendável. O ideal é recorrer aos serviços de um especialista, porque este profissional sabe como aplicar os materiais mais resistentes ou as espécies de plantas mais adequadas tanto como deve ser a manutenção. Os nossos designers e arquitetos paisagistas são capazes de atender dos pedidos mais simples ao mais elaborados e extravagantes. Qual o tipo de decoração mais adequada para o jardim?

Quem tem a sorte de possuir um grande jardim, pode pelo menos dar-se ao luxo de investir  na sua decoração. Desde a toalha da mesa, ao guarda-sol e aos estofados: os elementos têxteis conferem um toque especial ao terraço e jardim. Outros elementos decorativos que se deve levar em conta são as plantas, a iluminação e o tipo de revestimento como pedras ou madeira.  Pequenas peças decorativas como gnomos de jardim são dispensáveis, existem outros acessórios, tais como fontes, velas, gaiolas de pássaros ou esculturas mais indicados para embelezar e valorizar um jardim de acordo com a tendência atual. 

Qual o estilo mais indicado para o meu jardim? 

Jardins naturais

Flora e fauna reunidos em uma área específica: com a devida atenção, é possível cultivar flores e criar um habitat hospitaleiro para uma diversidade de insetos e pássaros, como borboletas, joaninhas e beija-flores. A manutenção de um jardim natural deve evitar o uso de produtos químicos – com meios e plantas adequadas só é necessário providenciar a água e vitaminas naturais para que as plantas cresçam e mantenham sempre com aparência saudável. A ideia ideal é propor que o próprio jardim garanta o sustento necessário para manter a fauna e flora sempre saudável. Assim, a vida em harmonia com a natureza é garantida, e há sempre algo novo a se descobrir.

Jardins modernos

Quando se planeja jardins modernos, é necessário ter em atenção o estilo, pois este é o mais importante. Pode-se, por exemplo, delinear as diferentes divisões do terreno – a grama e as flores – com um caminho de gravilha. Também se podem utilizar fontes, sebes aparadas geometricamente ou objetos metálicos – estes são os recursos mais empregados no design contemporâneo.

Jardins mediterrâneos

Quando se pensa em um jardim mediterrâneos, o que nos vem imediatamente à cabeça são os pavimentos em tons terracota e a combinação de diferentes tons de castanho. O estilo mediterrâneo se baseia principalmente nas características dos próprios países Mediterrâneos: Itália, Espanha e Grécia, mesmo que o clima varie muito de região para região, a cultura do mar Mediterrâneo produz um belo tema de decoração para muitos. A rica seleção de pedras naturais, madeira e cores como o azul e branco desempenham também um papel crucial nos jardins mediterrâneos.

Jardins japoneses

Os jardins de estilo asiático são, essencialmente, caracterizados por um design sóbrio e sútil. Nesse estilo o primordial e desenvolver uma atmosfera na qual se possa relaxar. Combine pedras, plantas e água em harmonia. Não é incomum encontrarem cascatas, riachos e lagos em grandes jardins japoneses, mas os grandes protagonistas dessa decoração são os bonsais e o bambu. Outra característica importante é a simetria: trilhas e as rochas também são bem vindas.

Jardins zen

Os jardins zen, também conhecidos como jardins secos, são um tipo de jardim japonês, nos quais o elemento água é completamente eliminado. Estes são caracterizados pela areia ondulada, com um design conseguido através do uso de ancinhos de madeira. Outros elementos importantes são o cascalho e pedras. Com exceção do musgo, as plantas não costumam ter lugar nesse tipo de jardim.

Jardins de rochas

Geralmente, as rochas são colocadas em um declive, formando uma paisagem alpina na natureza neste tipo de jardim com pedras. Para se atribuir uma estrutura arquitetônica às rochas, as pedras não devem ser empilhadas de forma arbitrária, mas sim seguindo uma estrutura básica formal. A inclinação – feita de calcário, granito ou ardósia – é decorada com plantas resistentes à seca.

Jardins pequenos

Mesmo que seja um pequeno espaço para cultivar frutas e verduras – o jardim é o lugar ideal para fugir do stress do dia a dia, mas também como um lugar de encontro para toda a família. Os caminhos devem ser feitos de gravilha e as plantas, recomendamos que sejam fortes e fáceis de cuidar, regando apenas nos finais de semana. Para reduzir o consumo de água, os poços ou os tanques de chuva são as alternativas econômicas.

Que terraço escolher para o jardim?

Dado que a maioria dos jardins e terraços andam de mãos dadas, a decoração destes dois espaços não poderia ser independente. Para o pavimento do terraço, existem várias opções: enquanto a madeira oferece um efeito acolhedor e hospitaleiro, a pedra exala elegância e é muito fácil de se limpar. A preferência de material é apenas uma questão de gosto. Antes de selecionar um determinado tipo de pavimento, se questione sobre o efeito que pretende alcançar. Um terraço que respire paz e conforto, ou apenas um espaço que antecede o jardim? Qual é o que se adequa mais ao restante da casa?

Que mobiliário escolher para o jardim?

No momento de escolher o mobiliário do jardim, se deve priorizar dois fatores fundamentais: o conforto e a longevidade. Devido à vasta seleção de mobiliário de jardim, o ideal é se perguntar que tipo de material se deve optar na hora de escolher assentos e outras peças para esse espaço. Desde espreguiçadeiras às redes artesanais, há tantos materiais, cores e estilos, é pode se tornar uma tarefa muito difícil decidir entre o seu predileto. No entanto, a maior parte das pessoas optam por móveis de madeira ou de vime. Se tiver o estilo que pretende alcançar já definido, o guarda-sol, o toldo e a mesa acabam por se tornarem mais fáceis de escolher. Por outro lado, coisas como balanços ou trampolins não são exatamente uma prioridade e para evitar problemas de espaço futuros, o ideal é planejar cuidadosamente para não ficar com um espaço tumultuado.

Quais são as plantas adequadas para o jardim?

Assim como existem diferentes opções de decoração para dentro de casa, a escolha das plantas para o jardim podem determinar o estilo que o seu jardim irá ter. Em primeiro lugar, decida se o objetivo é plantar legumes, ervas ou flores. Além de serem belas e pitorescas, algumas plantas possuem diferentes funções: as sebes são usadas como muros, as macieiras e as cerejeiras oferecem frutos e outras flores propiciam fragrâncias aromáticas. O consumo de água é uma questão que não pode ser esquecida: quem deseja um jardim de baixa manutenção em longo prazo deve optar por um jardim ornamental feito com rochas ou de estilo zen.

Mais ideias para jardins

Seja uma piscina ou um lago artificial, árvores, flores ou canteiros, as possibilidades criativas são muitas, quando se trata do planejamento de um jardim. O visual estético, a decoração do terraço ou até mesmo da casa podem influenciar no aspecto, formato e função do jardim.  Esta pode ser facilmente ajustada com a ajuda especializada de um arquiteto paisagista. Existem muitas opções, o importante é definir os requisitos que o seu futuro jardim deve obrigatoriamente cumprir – não se esqueça, os nosso profissionais podem ajuda a compor ideias e dar vida para inspirações.